14 de dez de 2012

Review - Glee - S04E10 - Glee, Actually

Glee esta de volta e o terceiro especial de natal promete ser o melhor de todos...

Para abrir com chave de ouro Sue e seus comentários maldosos escritos em seu diário voltaram!!! Então Artie mostra que não esta muito no espirito de natal depois de um tombo feio que levou na cadeira de rodas. E dessa vez Finn só consegue ajudar no físico por que no mental temos nada mais nada menos que Rory: o guardião de natal, e uma realidade alternativa nada menos que bizarra! 


Com maestria conseguiram reproduzir uma realidade bem diferente do que conhecemos onde Artie anda e bem parece que essa é a unica coisa boa, o resto consegue ir do cômico com a volta da Terri e um bebê de plastico casada a um Will alcoólatra  ao trágico com a visão bizarra de Becky vadia. Então a explicação mais louca de todas, o garoto é a cola do grupo. Eu não sei se isso é realmente verdade mais dizem por ai que a cola de todos os grupos geralmente são as pessoas mais inesperadas! Outro ponto que devo dar um leve tom de critica é o destino de Rachel como uma bibliotecária com um penteado de velha e uma fala mansa. Quem se lembra do inicio da série lembra a energia e a sua confiança irritante de que seria uma estrela, acredito que não teria morrido durante o ensino médio só por falta do Glee Club.  



Com a ida de Rachel com  seus pais para um cruzeiro gay tivemos um foco maior em Kurt, e felizmente foi bem merecido. Vimos um tipico natal pai e filho da família Hummel, mais nem tudo é alegria e o senhor Hummel depois de enfrentar um ataque cardíaco agora tem de lidar com câncer de próstata e como resultado rendeu uma cena fofa com Blaine dizendo "Eu vou ficar de olho nele para você". E infelizmente para os fãs de Klaine nada de reatamento mais sim um singelo dueto, embora nada realista em uma pista de patinação com muito espaço para uma dupla profissional sair dançando atras dos dois rapazes!



Temos os irmãos Puckernan invadindo Los Angeles, e um dueto gostoso na Paramount e logo depois o sonho acaba ja que a dona da mansão onde estavam chegou mais cedo que o planejado! E pela primeira vez temos as mães dos garotos frente a frente. Não tenho muito a dizer por que foram cenas previsíveis então sigamos em frente com o plot que mais ando estranhando em Glee.


Sam e Brittany são o casal mais nada a ver que vejo na série, sera que sou só eu? Ele anda viajando nas fantasias da garota como se fossem dele. Ate o ultimo episódio eu realmente acreditei que ele fosse manter uma relação mais adulta com ela só que agora não sei aonde vai chegar depois daquele casamento Maia feito pela treinadora que não tinha um jeito melhor de aparecer no episódio. A unica coisa boa do casal foi a música que Sam cantou para a garota na biblioteca (já que eles não tem mais a sala de coral a banda vai aparecendo por todos os lugares!!!)

E assim tivemos o encerramento do episódio com uma boa ação de Sue, talvez pelo fato de ser mãe, se sensibilizou com o problema da Millie com dinheiro e de sua filha com o distúrbio alimentar. Sendo depois agraciada com uma música do Glee Club no qual ela insiste dizer não gostar. Mais por que raios o Finn estava cantando com eles? E cade o Will? 

Enfim aplaudimos o esforço de Finn na tentativa de encontrar a si mesmo e tudo, mas ele precisa passar para a fase 2 do projeto, que deve envolver ele parar de andar pelos corredores do McKinley High como um estudante e principalmente não roubar mais do armário do Sr. Schue. 

Vou ficando por aqui e devo lhes dizer que esse foi um episódio de Natal cinco estrelas! E você o que achou? Qual foi o seu momento favorito? O que devemos esperar em 2013? Sera que enfim Rory voltara de forma física??? Comentem e não se esqueça de nos curtir no Facebook e discuta sobre esse e os outros episódios em Glee Club Brasil!!!


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...