18 de jan de 2013

Meu Singelo Adeus a Fringe

Hoje Fringe acaba e devo dar meu adeus antes do fim!
Não vou ser melodramático aqui e nem dizer que a série foi a minha favorita por longos anos, mais simplesmente vou dizer o que me vem a cabeça quando penso nela. Primeiramente sobre os personagens, são geniais cada un na sua areá. Tanto os do Universo original quanto os do alternativo. Ver a interação entre eles é magistralmente deliciosa e muito injustiçada pelos prêmios como o Emmy 2012. Minha grande indicação vai para John Noble, dependendo do universo seu Walter consegue ser oras comovente oras assustador. Outra figura que não devo deixar de comentar é Astrid que começou com uma personagem pequena e foi crescendo e teve seu ápice no episódio em que suas duas versões se encontram!

Tivemos tantos episódios e passamos por tanta coisa junta e a vontade de escrever sobre tudo é grande mais sei que se o fizer bom vou ficar aqui por muito tempo mais não posso deixar de comentar sobre algumas coisas como o episódio piloto onde fomos apresentados aos três principais e pode ser ate loucura na época mais eu ja sentia que Olivia e Peter iriam ficar junto, só não esperava que tanta coisa fosse ficar no meio. Há um consenso que a primeira metade da segunda temporada é um porre e as coisas so começam a melhorar quando enfim descobrimos um pouco mais sobre o outro universo, sobre as origens de Peter e o que os metamorfos e Newton querem no nosso Universo. E enfim começa o romance entre Olivia e Peter.

Acredito que o romance entre os dois é um dos mais dificeis de engatar da historia da televisão. Primeiro é a verdade sobre Peter que afasta Olivia, depois é a ida do rapaz para o outro Universo, então la vai Olivia atras dele e quando pensamos que vai engatar temos uma troca de entre as Olivias, ai tudo se resolve num dos melhores episódios da série ( Entrada, Terceira Temporada Episódio 8). E quando tudo parecia dar certo Peter simplesmente é apagado no tempo. Simples assim!!! Depois eles se acertam e enfim tem um final quase feliz com uma linda menina exceto que Os Observadores invadem e eles ficam presos no âmbar por 21 anos. Depois de tudo isso espero que eles consigam ser enfim felizes né? Rs

Os Observadores: Ele aparecem desde o inicio da série e sempre acompanham grandes confusões e se tornaram um dos elementos que fizeram a série ser tão cultuada. E conforme o tempo passou conseguimos obter mais e mais respostas sobre esses homens carecas que e fazem um gesto no minimo estranho com a cabeça. E no fim das contas todos temos um pouco de observadores dentro de si, afinal quem nunca acompanhou uma historia sem atrapalhar só observando? E não posso deixar de falar de Setembro o Observador que resolveu ajudar a humanidade indo contra os princípios básicos de seu grupo

Elementos que marcaram a Série: Temos inúmeros elementos que marcaram a série.
O primeiro e o que nos acompanha desde o inicio são os símbolos que cortam as cenas e juntos formam palavras de ordem!




O segundo simbolo que quero falar so apareceu na segunda temporada e veio junto com o drama de Walter sobre contar ou não para o filho a verdade de sua origem:

O terceiro que me vem a cabeça é o âmbar utilizado no universo alternativo para conter as falhas que nele foram criadas e no universo original para proteger nossos heróis dos observadores!

O quarto sãos os observadores que de meras figuras que apareceiam nos grandes eventos passaram para os grandes vilões dessa ultima temporada!

O quinto simbolo é a moeda de Peter, aquela que ele tentava brincar com as mãose Walter o ensinando a passar-la pelos dedos!

O sexto simbolo é outra planta, dessa vez um singelo Dente de Leão que Etta brincava um pouco antes da invasão dos Observadores!

Como sétimo e ultimo dos símbolos temo a bala que Etta carregava no cpescoço, a mesma bala que Olivia foi atingida no Cérebro no final da quarta temporada.

 Ufa acho que acabou os símbolos assim como a série esta prestes a acabar e eu me sinto muito feliz de ver mais uma série incrível enfim ter fim e que ela possa render muitos frutos bons ainda e que sempre esteja em nossos corações. Fringe era a nova Lost mais tenho que dizer que superou em muito a série passada de J.J. e conseguiu trazer respostas que carregávamos desde a primeira temporada evoluindo e nos cativando, seja o jeito de Olivia, ate a ambiguidade que Nina Sharp sempre foi, e por fim acabando nas coisas meio loucas de Walter! E que ao final possamos desfrutar com muito alcaçuz (de morango ou de uva!) e estejamos felizes pois a série teve um final, coisa que varias não tem!!!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...