29 de jan de 2013

Review - Suits - S02E12 - Blood On the Water



“Você quer conversar? Eu tenho sorvete.” "São oito da manhã."
Depois de resolvida a guerra interna da firma abriu espaço para uma briga ainda maior, a externa (a concorrência)! Mas isso acaba não tomando o espaço principal da história, mas sim fica como plano de fundo para as brigas pessoais dos advogados.


Blood On the Water é recheado de grandes momentos por parte de quase todos os personagens, cheio de cenas envolvendo dois personagens em uma conversa ou discussão. Relembrando boa parte das melhores cenas da série, é nesses momentos que Suits costuma brilhar. Os diálogos brilhantes aparecem nas dinâmicas entre dois personagens, e o episódio vai de momentos assim, às vezes descontraídos como entre Harvey e Donna logo no início, e em outros momentos com memoráveis explosões como a de Harvey sobre a lealdade de Louis.

A relação entre Louis e Harvey foi o que ditou a maior parte do ritmo desse episódio. Louis em conversa com Mike no banheiro expressa a relação dele com Harvey (#Já sabíamos que as brigas dos dois eram “saudáveis”, Louis sente uma admiração por Harvey, mesmo sendo ele o seu rival). Acho que Harvey se acha o chefe e superior a Louis, o que se torna impossível de suportar, Harvey é sócio majoritário, mas Louis agora também é, ele devia de o respeitar, gostei do sermão que Jéssica deu em Harvey quando ele foi dizer que o nome dele devia de estar na porta, acho que ela sempre lhe deu muita liberdade dentro da empresa, será que é agora que lhe vai impor limites?! (#Ela é que é a chefe, ela é que dá as ordens!).




Outro grande momento do episódio foi a conversa de Jéssica e Louis, sempre achei que ela era dura demais com ele, até um pouco arrogante, pensei que ela não gostava dele e que à primeira oportunidade o demitia da empresa! Mas revelou-se o contrário, ela fez com que sua situação na empresa ficasse parecida com um processo de “reabilitação”; ele pode até ser um vilão, mas a sua dedicação e lealdade à empresa não se põe à prova, e Jéssica, quando Louis lhe foi entregar a sua carta de demissão, reconheceu todo o valor e trabalho que ele deu à empresa e não aceitou a sua carta.

Já o Mike começou a resolver seus problemas e a colocar as coisas no lugar, mas com aparente falta de noção do tamanho do seu problema, percebemos que a recuperação não foi completa. Tivemos a cena dele apanhando do marido de Tess que foi uma jogada para encerrar de vez essa trama e abrir portas a quem sabe uma possivel amizade entre Mike e Louis, como Louis foi fofinho ao tratar dos ferimentos do Mike! (#Pensei que Rachel iria ficar com pena do nosso menino…mas ela nem quis saber, mas eu percebo porque!)

Blood On the Water foi um dos meus episódios favoritos da série até agora, diálogos interessantes, drama, tensão e discussões, foi tudo de um nível tão alto que me deixou sem palavras!

PONTOS A DESTACAR:

#Foi interessante ver os estágios de Louis durante o episódio, passando da raiva descontada em Harold, à avaliação de possibilidades conversando com outras firmas, chegando numa aceitação que soa mais como uma declaração de amor à Pearson & Hardman;
#Harold foi demitido por Louis e arranjou até um novo emprego graças ao Mike, será que vai voltar à série? Ele era um personagem pouco desenvolvido…se sair da série acho que não vai fazer muita falta.

E vocês o que acharam do episódio? Comentem e não se esqueçam de nos curtir no Facebook e a page do Suits Brasil. Te esperamos por la!!!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...