28 de abr de 2013

10 curiosidades sobre F.R.I.E.N.D.S



A roteirista, produtora e diretora americana Marta Kauffman que ao lado de David Crane, é a responsável por um dos maiores séries de todos os tempos, Friends, contou em visita ao Brasil 10 curiosidade que talvez você não saiba sobre a série. 

Parto de Rachel = real

Uma das maiores audiências da série foi justamente o episódio do nascimento da filha de Rachel e Ross, na oitava temporada da atração. A loura ficou mais de 20 horas em trabalho de parto e custou a escolher o nome da criança — algo parecido com o que aconteceu com Marta, que se inspirou em sua experiência própria ao criar a cena. “Rachel dando à luz foi exatamente a minha história”, conta Marta

David Schwimmer = Ross

Todos os atores fizeram testes para seus papéis, menos David Schwimmer. O ator já havia conhecido Marta e David Crane, cocriador da série, um ano antes de “Friends”. Agradou tanto na ocasião que, quando Ross surgiu, os idealizadores da atração já tinham o nome de Schwimmer em mente. “Ele estava na nossa cabeça desde o início, quando começamos a escrever Ross. E, quem diria, o nerd esquisitão acabou se tornando um símbolo sexual!”, comemora Marta.

Monica era Rachel...

Courteney Cox, à época, havia feito testes para o papel de Rachel — personagem que acabou sendo oferecida a ela. No entanto, a atriz pediu aos produtores para interpretar Monica, e deu a ela, segundo Marta, outro tom, com um jeito mais maternal. Já Jennifer Aniston só conseguiu o papel de Rachel depois de encontrar com Marta por acaso e pedir uma chance — ela já havia feito testes para outros projetos da autora e não havia sido escalada para nenhum deles. Para entrar em “Friends”, a atriz precisou implorar para ser liberada do trabalho com que estava comprometida naquele momento. E conseguiu.

E Monica era outra

“Quando criamos a série, Monica era uma personagem bem mais durona”, conta Marta. “Quando a criamos, tínhamos a atriz Janeane Garofalo em mente”, revela Marta. “Assim como o bordão de Joey, o fato de Monica ter mania de limpeza não foi algo forçado. Era só a expressão do que ela de fato era”, acrescenta a criadora da atração.

Escalando Chandler

Marta pensava que seria fácil achar o ator que faria Chandler. Mas não foi bem assim que aconteceu: o personagem, que acabou sendo defendido por Matthew Perry, foi objeto de muitos e muitos testes. “Chandler foi um papel dificílimo para ser escalado”, conta ela. Perry foi um dos primeiros a se candidatar à vaga, mas estava comprometido com o piloto de outra atração. Vários atores foram testados, e nenhum agradava. Outro nome foi escolhido, mas Perry ficou na reserva, caso o tal projeto não desse certo. Não deu — para a sorte da série.

‘How you doin’?’

“Eu sempre fui contra bordões e frases de efeito, desde o começo”, explica Marta. “Mas, quando a atração vai se desenvolvendo, ela diz a você o caminho a ser seguido”, ela completa. O famoso “How you doin’?”, dito por Joey (Matt LeBlanc), não foi pensado como uma marca do personagem — o que, de fato, acabou acontecendo, diz Marta. “A primeira vez em que Joey disse isso, a plateia riu muito. E quando isso aconteceu de novo, rolou a mesma coisa. Você não pensa ‘Vou criar um bordão!’. Você pensa na verdade do personagem, e isso acaba se tornando maior, e você perde o controle sobre isso”.

Casal inesperado

A princípio, Chandler e Monica só passariam uma noite juntos, no episódio do casamento de Ross em Londres. No entanto... O público fez com o que os dois se tornassem um casal. “Gravamos as cenas em que os dois dormem juntos. E a plateia veio abaixo, foi uma comoção. Não fazíamos ideia de que seria assim, nem qualquer um dos roteiristas. Monica e Chandler criaram uma relação com o público”, lembra Marta, contando que, depois disso, passou a ver a relação entre esses personagens com outros olhos.

Falas para todos

Marta gostava mais de ficar no set, e Crane comandava a sala de escritores, onde 14 autores criavam as cenas da série. “Gostava mais de conversar com os atores”, conta ela. No entanto, nas reuniões para decidir e criar os rumos da trama, havia uma regra. “Em televisão, você não pode ter bloqueio criativo. A lei era: todos devem ter a mesma quantidade de material. Isto é, cada ator e cada personagem deveriam ter, na temporada, o mesmo número de tramas e o mesmo destaque”, explica Marta.

Intervenção

Enquanto estava no ar em “Friends”, Matthew Perry teve problemas com o vício em álcool, remédios e drogas. Ele chegou a ser internado em clínicas de reabilitação. Nos bastidores, conta Marta, a equipe de produção e o elenco da série precisaram agir. “Foi de partir o coração. Fizemos várias intervenções. Nesses casos, você tem não só que proteger seu programa, como também o ator. Ficamos todos superpreocupados com ele em diferentes períodos das gravações do programa. Mas a série não é o mais importante, e, sim, a vida de um ser humano”, ela acredita.


E aí já conhecia essas curiosidades? O que acharam? Comentem e não deixe de nos curtir no Facebook.

Via O Globo

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...