16 de jul de 2013

Review - Dexter - S08E03 - What’s Eating Dexter Morgan?

"Não olhem para mim, eu acho que a verdade é superestimada". Será, Debra?

(Cuidado, spoilers!)

               Ao contrário dos dois primeiros episódios da temporada, What’s Eating Dexter Morgan? (exibido nos EUA em 14.07.2013) não é eletrizante – o que não significa, é claro, que não seja bom. Ele é, sem dúvidas, bem conduzido, mas, na maior parte do tempo, limita-se a desenvolver as tramas já iniciadas.
                Nesse episódio, Debra quase vai presa por dirigir embriagada, mas graças a Quinn, ela escapa da multa. É claro que Quinn ainda é apaixonado por ela, apesar do passado dos dois, e a atual namorada dele, Jamie, também já percebeu. Caso nenhuma tragédia ocorra daqui até o final da temporada, parece que os roteiristas farão os dois terminarem juntos, como um casal. Confesso que antes eu não gostava de vê-los juntos (sempre shippei Debra e Lundy e nunca consegui superar a morte de Frank, me julguem!), mas agora a ideia parece... agradável.
                Vemos, também, um aprofundamento do relacionamento entre Dexter e dra. Evelyn, que está manipulando, pouco a pouco, Morgan. Aliás, uma das teorias dos fãs, de que Vogel seria o “Brain Surgeon” cai por terra: vemos ela receber uma mensagem de texto do novo serial killer, pedindo para que ela abra a porta. Lá estão dois “presentes”: um para ela, um para ele. O assassino está acompanhando o relacionamento dos dois e a caçada precisa se intensificar. No entanto, nesse episódio não encontramos nada além de... um canibal. Quase um mash-up dos dois serial killers mais populares atualmente na TV americana: Dexter e Hannibal. Fico me perguntando se a inclusão desse canibal (a primeira morte na tão temida mesa da temporada, aliás) não foi uma referência ao (excelente) seriado da NBC.
                A surpresa do episódio fica na decisão de Deb em ir para a divisão de homicídios da Miami Metro procurar Quinn para confessar que matou Maria LaGuerta, a fim de tirar esse peso da consciência. No entanto, suas palavras não são levadas a sério, inicialmente, e antes que explique, de fato, o que aconteceu, Dexter e Evelyn fazem uma intervenção e, ao que parece, Evelyn começará, a partir de agora, a manipular Debra também. Já está esclarecido: ela não é a assassina da temporada, mas ainda assim é uma personagem ambígua e suas intenções para com os irmãos Morgan (Dexter, em especial) ainda são nebulosas. O rumo da vida dos personagens principais ainda é incerto, mas parece estar nas mãos da neuropsiquiatria – boas mãos, independente das inclinações.

                
Assista aqui ao trailer (sem legendas) do próximo episódio, Scar Tissue.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...