5 de jul de 2013

Review - The Goodwin Games - S01E07 - The Box (Season Finale)

Jimmy: Então abracadabra, a brincadeira vai começar. Ganhará quem a resposta achar;
Chloe: Problema, há outro espião. Chloe o encontrará e o ganso voará;
Henry: Inhame verde, velha vaca. Um sapato velho, quem é o verdadeiro babaca?
GOTCHA!

The Goodwin Games não foi cancelado oficialmente pela FOX ainda, mas vamos lá, por mais legal que TGG seja, a FOX nunca renovaria um show pós tirá-lo da FallSeason, jogarem pra Mid Season, cortarem os episódios, estreá-lo depois de sua Upfront e com os índices mais baixos que as reprises. Só nos resta aceitar que The Goodwin Games partiu.
A série teve sua jornada contando a história dos irmãos Goodwin (Chloe, Henry e Jimmy), que são obrigados a voltar para sua cidade natal Granby para uma competição valendo a herança no valor de 23 milhões de dólares.
O problema que esses três têm que enfrentar é que Benjamin Goodwin havia planejado tudo com sua advogada April antes de morrer. Ele havia gravado fitas com vários tapes e tarefas para os Goodwins que as vezes surgiam e se encaixavam perfeitamente no drama dos personagens no presente.
Mesmo depois de morto, Benjamin Goodwin(ou como eu chamo, o véio foda), colocou seus filhos no caminho certo, juntando-os e fazendo-os perceber a família que são, e perceber o erro que foi se separar. Se ele não tivesse morrido, provavelmente os Goodwins continuariam arrogantes(Henry), iludidos(Chloe) e roubando(Jimmy), e isso não seria bom para nenhum deles.
Na review passada, eu comentei que gostaria de um series finale com Piper, Keith, Kath, Ivan e uma tarefa muito boa para os Goodwins. Infelizmente, nada disso aconteceu no episódio, mas TGG não deixou de cumprir sua tarefa nem por um minuto sequer neste finale, mesmo que o Elijah não tenha aparecido para enlouquecer o Henry.
Muitas pessoas - assim como eu - têm receio de começar a ver uma série com audiência baixa com medo de apegar-se a ela e a mesma ser cancelada. Eu não me arrependo nenhum pouco de ter acompanhado essa jornada curta e deliciosa de The Goodwin Games, pois foi a melhor série da MidSeason até agora, e continuará sendo, ao menos para mim.
Focando no episódio em si, os Goodwins recebem uns enigmas(comentados no início da review) e eles são muito peculiares. Nenhum deles consegue decifrar o enigma, e Chloe paranoica do jeito que é, terminou tudo com Ivan por achar que ele realmente era um espião do véio foda. Mais tarde, ela se desculpa por tudo, mas Ivan diz que não dá para ele viver num relacionamento assim. #Doeu.
Henry é afastado do hospital porque está trabalhando demais e ele recorre a Lucinda - como pastora - que explica a ele que o motivo disso tudo é porque ele não quer aceitar que o pai dele partiu, e ele não quer aceitar. Foi um momento muito bonito deles dois, e naquele momento, eu quis que Kath(a noiva invisível do Henry) não existisse.
Jimmy e April são pegos por Henry e Chloe, e os Goodwins começam a brigar entre si por causa das pistas do seu pai, quando April dá a pista. "Inicialmente", essa era a pista, e Chloe junta os papeis dos enigmas e combina as iniciais. G-O-T-C-H-A (te peguei, em inglês). Achei muita sacanagem do Ben fazer isso com eles, mas admito que preferi esta pegadinha do que ter uma resolução na série. Prefiro bolar teorias na minha cabeça sobre quem venceria a competição do que ter uma resposta concreta.
E assim termina The Goodwin Games. É apenas uma questão de tempo até o cancelamento ser oficializado pela emissora. Então para April, Benjamin, Chloe, Elijah, Henry, Ivan, Jimmy, Keith, Lucinda, Piper e todos os outros personagens da série, meu sincero obrigado.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...