9 de jul de 2013

Review True Blood S06E04 - "At Last"


"Se não pode com ele, f*da com ele."

Os roteiristas decidiram ser fanfarrões nessa semana, e nos deram uma rasteira. Muitos estavam insinuando que Ben poderia ser Warlow, porém a controvérsia era muito grande e acabou por nos passar a impressão que Ben trabalhava para Warlow. Está certo isso, produção? No! Ben chegou de mansinho a cidade, e por grande coincidência se deparou com nossa querida "Girl on Fire", a pescadora de homens e problemas: Sookie Stackhouse. Sookie descobriu que Ben era uma fada e por fim indicou o lugar em que as fadas viviam. Após isso ocorre o massacre das fadas, e Niall encontra Ben em seguida, o levando para casa de Sookie para os ajudar a encontrar Warlow. Logo no início desse episódio retornamos a Jason, e Ben se revela um vampiro dando seu sangue a Jason. Para um vampiro de milênios e muito esperto foi uma atitude um tanto equivocada, a menos que ele tivesse como objetivo Niall ir atrás dele para o mandar pro barco da galera de OUAT em rumo a "Neverland".
Dado isso, temos o grande ato de burrice da dupla Jason/Niall, que descobrem sobre Ben e vão atrás dele, o vigiam, e pensam que passam despercebidos. Muito fácil, não? A única que pensou, e se preparou para enfrentar a situação foi Sookie, que encontrou uma gota de sangue de Ben aonde Jason estava e sacou a situação. Como nossa querida Sookie tem um grande talento para seduzir homens, levou Ben na lábia até o ter entre suas pernas e então o ameaçar com o truque que Niall a ensinou. Agora que Niall foi em busca de Henry, Sookie e Jason se encontram por si próprios contra Warlow, porém a questão é que se Warlow quisesse Sookie morta, já o teria feito. 
Warlow revela ter poupado Niall quando pequeno, e revela ser um híbrido, metade fada, metade vampiro. Sua trama se ligou a de Lilith quando Nora menciona a tradução certa da bíblia dos vampiros, aonde diz que ele levou Lilith ao sol. Com Lilith na cabeça de Bill, provavelmente teremos um grande confronto entre os personagens.
Bill e Jessica vão em busca das filhas de Andy para dar continuidade a seu "projeto" de fazer um Tru Blood de sangue de fadas. Com o sangue não podendo ser sintetizado, temos Jéssica que acaba não se controlando e atacando as quatro fadinhas. 
Em contraparte temos outro fanfarrão: Eric. Eric fez sua maior jogada transformando Willa em vampira. Quer melhor jeito de parar alguém de caçar algo tranformando a pessoa que mais ama na presa? É como se mandasse o recado "Querido governador, se vamos morrer levaremos conosco a sua filha."  O plano de Eric só pecou ao enviar uma "bebê vampira" de encontro com o pai, ainda mais com Sarah por perto. Mesmo com Sarah fazendo a cabeça do governador, não me arrisco a dizer que ele irá a matar. Talvez ela faça com que ele saia da guerra, deixando assim Sarah sozinha.
Temos duas capturas nesse episódio: Pam e Nora. Na visão do Bill, ambas estavam para a verdadeira morte, incluindo Eric, Jessica e Tara. Com a atitude de Eric, o governador vai dobrar a busca por ele, inclusive sua raiva por vampiros.
Para finalizar, porém "não menos importante" temos os lobos e Sam. Alcide impõe tanto respeito em seu bando que em todas as cenas que aparece tem que lembrar a seu bando que ele é o líder. Rikki manda mais nos lobos que você, Alcide. Sam por outro lado conquistou  Nicole por seus dotes de metamorfo. Agora já tem a madastra de Emma, família formada Sam.

- Ginger e seus gritos são sempre bem vindos. Espero que ela tranze com Eric logo, ela merece.
- As filhas de Andy com as roupas da Arlene quase conseguiram ganhar minha simpatia.
- Tara e Lafa tiveram seus papéis diminuídos, mas ainda nos devem uma reconciliação de Tara com Lafa e Sookie.
- A cena de Jason com Ben me lembrou a cena de Sam e Bill, lembram?
- Notaram que a nudez na série caiu bastante? Algo estranho vindo de True Blood.

E como de costume, abaixo a promo do próximo episódio. Até a próxima semana!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...