1 de ago de 2013

Review - Siberia – S01E04 – Fire in the Sky


“Mais um para colocar na pilha do ‘o que diabos está acontecendo?’”

[SPOILERS]




Eu não sei vocês, mas essa pausa de uma semana me deixou com saudade do meu reality favorito. E aumentou as expectativas para esse episódio que não fez nada além de acrescentar mais perguntas na minha cabeça. Se o capítulo passado foi tranquilo, aqui os participantes poderiam muito bem estar dopados.

Se o clima de romance já estava no ar, os casaizinhos parecem cada vez mais próximos. O nerd deu um presente para a japa ~aguardando pelo beijo do shipp porque, né~, surgiu um casal lésbico e a periguete pegou o cameraman de boa ~sem roupa~ na lagoa COMOASSIM, gente? Muitas risadas com a zuação dessa série com os realities. A pobre da Natalie no desespero para ir embora ~eu não quero morrer~ e a Annie, apaixonadinha, tentando impedir isso. Quem nunca viu esses dramas no No Limite que atire a primeira pedra. Siberia ganha pontos com essas ironias e alfinetadas. É uma das coisas que me fazem querer continuar vendo a série.

Voltando para o que interessa: a previsão da Victoria se mostrou, dessa vez, com um “céu em chamas”. Please, bitches. Tudo bem que a produção sempre pega poucas pessoas inteligentes para confinarem em um reality show, mas será que ninguém ali ouviu falar em um fenômeno da natureza muito lindo etc etc chamado “aurora boreal”? Todo mundo sabe que não é uma coisa rara de se acontecer na SIBEIRA. Sim, meu povo, e é justamente na Siberia em que nossos amigos se encontram. “Mimimi o céu está pegando fogo” era totalmente dispensável.

No meio da confusão, com nossos guerreiros hipnotizados pelas luzes do fenômeno, surge uma Carolina sangrando e colocando a culpa no nosso injustiçado Johnny. Retiro minha torcida dessa víbora e transfiro, definitivamente, para o pobre rapaz.  Sem memória, a moça acusou Johnny, que logo surgiu sem saber o que aconteceu. Resultado: ninguém se lembra de nada, ela foi ferida e fica por isso mesmo. Seria um ataque de animais selvagens, alucinógenos cedidos pela produção, ou essa Carolina que é doida mesmo e atacou a si?

No final de Fire in the Sky, a revelação da vez ~e única~ é que o Johnny descobre a verdade sobre o incêndio na casinha da comida e a Carolina diz ter sido obrigada a fazer isso pela produção. AH VÁ! Primeiro eles me fazem acreditar no que estava na cara: a culpa tinha sido da produção. Depois, eles colocam um dos participantes para levar a culpa. E pra terminar, unem participante+produção para criarem um culpado. Logo, volto à minha ideia inicial: a produção fez isso para brincar com os participantes, afinal, é um reality e todos ali precisam ser levados a situações extremas para desistir do programa e assim sobrar apenas um vencedor. Espero que não seja simples assim, mas vejo que é o caminho.

Bom, sobre as questões que me intrigaram nesse episódio, a primeira delas foi o “ataque de brincadeira” do Miljan quando a Esther falou que iria dormir na cabana das meninas. Não sei se aquilo foi mesmo de brincadeira, mas ele não me pareceu mentalmente ajustado. Isso lá é coisa que faça? A segunda, é sobre o livrinho ~em russo~ que ele encontrou e tentou ler ~sem entender bulhufas, com certeza~. Lembram que, no episódio passado, o Sam falou que sabia um pouco de russo? Talvez, quando o Miljan deixar de ser babaca e se lembrar disso, ele peça ajuda ao Sam e aí saberemos o que está escrito. Até lá, continuamos na dúvida.

Ps.: qual o real significado daquela lança?
Ps.2: quando e quem será o próximo a deixar a série?

Alguém tem alguma aposta?

Participantes:
Carolina 
Johnny
Neeko
Natalie
Sam
Esther
Annie
Berglind
Victoria
Sabina
George
Miljan
Tommy
Daniel
Harpreet
Irene

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...