13 de set de 2013

Mega Review - Pretty Little Liars Season 4 Primeira Parte


Cowboys, pássaros, máscaras, porcos, prisões, psiquiatras, governantas sinistras, vilas macabras e traidores.  A primeira parte da quarta temporada de Pretty Little Liars começa lenta, mas traz de volta a essência do seriado, o suspense.


Para não haver mal entendidos, reforço agora... ESSE TEXTO CONTÉM SPOILERS DA PRIMEIRA PARTE DA QUARTA TEMPORADA DE PRETTY LITTLE LIARS, se você não quer ter spoilers é altamente recomendável que PARE DE LER AGORA.

Depois do começo, no mínimo, decepcionante da quarta temporada, Pretty Little Liars demorou, mas parece que finalmente pegou no tranco. A trama se adensa, alianças são formadas e novas pontas são reveladas dessa tapeçaria intrincada que deixou os fãs pensando se os roteiristas ainda têm um plano de ação, ou se o conteúdo está sendo jogado levianamente e nem os produtores sabem mais o que querem. As teorias de conspiração se acumulam a cada dia e pouquíssimo é realmente revelado.

Mas, aproveitando o clima de suspense, vamos agir tal qual Jack, Estripador e vamos por partes, já que os quatro primeiros episódios parecem tratar dos dramas  individuais de cada Liar.

O primeiro episódio deixou todos decepcionados ao revelar um porco no porta malas do carro do detetive Wilden; como dito na review deste bat-episódio,  neste bat-site, ainda correm suspeitas de que este porco se refira a Paige, já que Alisson costumava chama-la de “pig-skin” (pele de porco). O time das Liars conta agora com uma aquisição, Mona, que parece ter mais motivos do que qualquer um para temer –A. Porém, no começo, quem parece estar anda desequilibrado na corda bamba é Toby, que rouba o covil de Mona em troca de informações sobre o suicídio de sua mãe, informações essas que são fornecidas pela fonte mais confiável possível... –A.

Nesse meio tempo, Jason DiLaurentis, que sumiu com muito drama e sem qualquer explicação na temporada passada, parece ter ido para Georgia ajudar a famosa vovó D. com uma mudança. Primeiro plot hole (erro de continuidade) dessa temporada. O público fica sabendo disso através da nova recém-chegada (ou retonarda) de Rosewood, a mãe de Alison e Jason, que de modo muito peculiar deixa as Liars com a pulga atrás de orelha. Hanna, que tem o particular dom de se meter em roubadas, acaba recebendo da matriarca DiLaurentis um pássaro chamado Tippy que passou os verões com Alison na Georgia; este, além de falar do mesmo jeito que Ali canta incessante uma melodia que mais tarde será decifrada por Spencer como um número de telefone.

As Liars encontram uma máscara com o rosto de Ali e no verso descobrem o nome do fabricante, Hector Lime e decidem ir atrás dele. No ateliê, Hector disse que Ali o procurou depois que ele colocou um anúncio na internet procurando uma modelo para um de seus trabalhos. Isso é bem típico da Alison, achar que seria perfeito imortalizar seu rosto em uma máscara. Em troca de informações, ele pede para que Emily o deixe fazer um molde do seu rosto, ela concede e ele conta que Ali queria dar uma máscara para todos os seus amigos, Ali deve ter feito muitas, já que pediu a Hector para quebrar o molde depois que terminou. Escondida, Hanna entra em uma sala e pega um molde que lhe chama a atenção.

As Liars desconfiam que o molde que Hanna pegou era o rosto de Melissa, trazendo a irmã de Spencer novamente para a intrincada teia de mentiras. Ao confrontar a irmã, Spencer ouve um discurso dramático de Melissa dizendo que tudo o que ela sempre fez foi para proteger a irmã, por que Melissa teve a necessidade de proteger Spencer? O que ela sabe?
Spencer também descobre que foi Toby que entregou o covil de Mona à –A e ao descobrir  o motivo passa a ajudar o namorado sem revelar nada para as amigas. Os dois conseguem o nome do antigo médico da mãe de Toby e resolvem procura-lo, porém o Dr. Palmer é um senhor em um asilo que sofre com o mal de Alzheimer e, embora no começo da conversa Toby estivesse convencido pelas palavras do bom doutor, ele vai embora decepcionado ao perceber a doença do Dr. Palmer. Mas antes que o garoto se vá, o doutor diz a ele “mande ela (a mãe de Toby) ficar longe daquela garota loira” e novamente Ali se faz presente em todos os lugares.

Dois personagens fizeram retornos triunfais nessa temporada! Vamos começar por Caleb. Desde os problemas que teve com o pai na temporada passada, Caleb estava sumido e sua relação com Hanna balançada. O bom moço retorna bem na hora para dar apoio à sua amada já que Ashley Marin está parecendo indubitavelmente culpada pela morte do detetive Wilden, Caleb e Hannah tentam descobrir o que aconteceu, mas cada vez que encontram uma nova evidência esta aponta com mais força para a mãe de Hanna. Caleb descobre que a arma do pai de Hanna sumiu no mesmo dia que Ashley foi até sua (Sr. Marin) casa e imediatamente suspeita, ao mesmo tempo, Hannah descobre um par de sapatos de sua mãe sujos de barro escondidos embaixo da pia, e ao procurar mais pistas no armário de Ashley a Liar encontra a evidência cabal: a arma.

Enquanto isso, na residência dos Montgomery... Mike também retornou à série! Mike quem você pergunta? O irmão mais novo de Aria que estava sumido a duas temporadas. Parece que finalmente os roteiristas acharam um propósito pra ele... Ou talvez não. Aria e Mike brigam, pois Ella (a mãe dos dois) foi convidada para morar em Viena com o namorado Zack durante um ano; Aria apoia a decisão, porém Mike não quer deixar a mãe ir, no final da discussão ele diz que a irmã só quer se livrar da mãe para poder “dar uns amassos” no professor. Mesmo com raiva do que o irmão disse Aria aceita ajudar um amigo de Mike com uma redação, o garoto entende errado a gentileza e beija a Liar, mas é repelido. No dia seguinte, Connor, o rapaz em questão, espalha para a escola inteira que ele e Aria estavam juntos (eufemismo); ela invade o vestiário masculino e discute com o garoto que também joga em sua cara seu caso com Ezra e é nesse momento que o professor aparece na cena.

Ezra pede desculpas a Aria pelo que aconteceu, mas ela lhe diz que ele não pode mais protege-la. Ao descobrir o ocorrido, Mike promete à irmã que nunca mais deixaria que algo ruim lhe acontecesse. Durante a noite, o carro do garoto é depredado e o principal suspeito é Mike. Connor acusa Mike e o diretor ameaça expulsá-lo, porém Ezra intervém e impede que isso aconteça; culpa talvez? Mas culpa por não pode mais proteger Aria do jeito que gostaria ou culpa porque foi ele que depredou o carro de Connor?
Apesar de ainda estar mexida por Ezra, Aria resolve dar uma chance para Jake, o professor de artes marciais com quem estava tendo aula.

Emily machuca o ombro tentando proteger as amigas e acaba tendo um machucado sério, ela perde a bolsa de Stanford e se vê desolada ao perceber que seus pais não têm dinheiro para bancar uma faculdade. Enquanto isso, Spencer é rejeitada pela Universidade da Pensilvânia e começa a pensar em suas prioridades, porém sua mãe é firme e contrata um especialista de carreiras para ajuda-la a encontrar uma faculdade. Convenientemente, o número de telefone que o papagaio Tippy cantarolava sem parar era um ramal da Universidade Cicero e unindo o útil ao agradável, Spencer e Emily vão até o campus com Brendan (o especialista) e a trama das Liars se une novamente.

Apesar de terem ido juntas, Spence e Em tem objetivos muito diferentes em Cicero; enquanto a primeira quer descobrir a origem do número de telefone, a outra quer conhecer as oportunidades e possibilidades de conseguir uma vaga na Universidade. Elas vão para uma festa em uma  fraternidade, enquanto Emily aproveitava a festa para fazer amizades e descobrir como são as coisas na Universidade, Spencer tenta encontrar alguém que conhecesse Ali; sem querer ela esbarra em um quarto assustador , cujo telefone é o mesmo que Tippy cantava. De repente, Hanna chega à festa e mostra a arma à Spencer que vai procurar Emily, porém as duas últimas acabam brigando ao perceber que foram ali com objetivos diferentes. Hanna não consegue se controlar e vai para o matagal nos fundos da fraternidade e tenta enterrar a arma, porém é pega pela polícia.

Hanna consegue se livrar, porém a polícia encontra a digital de Ashley na munição da arma e ela é presa. Caleb e Toby se unem para tentar achar –A no melhor estilo Miami Vice, eles rastreiam o helicóptero usado por –A no final da terceira temporada e encontram Nigel Wright, o recepcionista do aeroporto e o mesmo cara que acompanhou Jenna no enterro do detetive Wilden. A dupla dinâmica descobre que Nigel foi pago para falsificar um plano de voo e mentir caso alguém o procurasse para perguntar algo. Ele diz que não sabia nada sobre o incêndio porque não estava lá, porém era ele quem pilotava o helicóptero e é o dono do isqueiro (com as iniciais NW) que Toby encontrou na noite do incêndio. Depois de muito pressionado, Nigel revela que Cece é Red Coat e foge.

Emily rouba a chave do apartamento de Wilden da delegacia de polícia e as meninas invadem o apartamento do ex detetive, porém nada encontram; -A no entanto, dá uma ajudinha e a mãe de Emily, Pam, é suspensa do trabalho por ter perdido uma evidência. Já em situação financeira complicada, a família Fields é vítima novamente quando –A faz um carro atravessar a sala de estar quase atropelando Pam; Emily e a mãe vão para um hotel e alguém planta os sapatos enlameados de Ashley na cena.

Hanna resolve confessar à polícia que foi ela quem matou Wilden e para isso pede a ajuda de Mona que monta uma história convincente. Caleb intercepta Hanna antes que ela a chance de “confessar” o crime e nesse meio tempo, Mona vai até a delegacia e confessa ter matado Wilden sendo mandada novamente para Radley. A juíza concedeu a liberação de Ashley Marin sob fiança, porém ela não tem dinheiro para pagar; Hanna começa a se desesperar outra vez quando um beneficiário misterioso se oferece para pagar a fiança, mais tarde descobre-se que essa pessoa era o pastor Ted (outro personagem que também tinha sumido).

Emily faz aniversário e Paige decide fazer uma festa surpresa, além disso, ela também consegue agendar uma entrevista com um grande treinador de natação para tentar conseguir uma bolsa para a faculdade para Emily. A Liar aceita o presente e vai cheia de expectativas, apenas para descobrir que suas chances de conseguir uma bolsa são praticamente nulas devido à sua lesão, Paige não havia contado ao treinador sobre esse pequenino detalhe. Os planos das duas vão por água a baixo e elas perceberam que o namoro não irá continuar quando Paige for para a faculdade. Na festa, as meninas descobrem Shana e Jenna têm medo de Cece e que a segunda está perdendo a visão novamente.

Maggie conseguiu um trabalho em outro estado e quer levar Malcom consigo, porém Ezra não quer deixar e diz que vai entrar um pedido pela guarda do filho. Já que o menino não tem seu sobrenome, ele faz um teste de DNA para assegurar a paternidade frente ao juiz, porém o exame dá negativo chocando a todos. Ezra busca Aria por consolo, porém ela pensa que ele quer tentar uma reaproximação e o ignora concentrando-se somente em Jake para dar certeza ao novo namorado de que ela está firme nesta relação. Jake vai para a Filadélfia participar de um campeonato de luta e chama Aria para ir com ele. Aria aproveita para investigar o endereço que Caleb encontrou. Lá ela conhece a antiga colega de quarto de Cece que conta sobre época em que loira foi expulsa da faculdade por causa de Ali.

Jessica DiLaurentis oferece sua casa para Emily e Pam que ainda estão reconstruindo a sala de estar. Em é obrigada a dormir no antigo quarto de Alison que está intocado já que a senhora D. resolveu montar um verdadeiro santuário para sua falecida filha, tudo muito macabro. Mais tarde, Jessica e Emily descem até o porão e descobrem que alguém estava invadindo a casa e observando o que se passava através de furos no chão, esse alguém era Red Coat como foi mostrado em uma das cenas finais, ou seja, Cece.

Wren aparece novamente em Radley tendo uma consulta com Mona e ela fala algo que deixa todos os espectadores apreensivos “eu era honesta com você antes de descobrir que você escondia segredos de mim”. O detetive britânico nunca pareceu ser flor que se cheire, mas essa afirmação deixou tudo evidente, vale lembrar que Wren já havia permitido que Cece visitasse Mona e no mesmo episódio ele está falando no telefone e colorindo um desenho onde uma mulher usa um casaco, e adivinhe a cor que ele está usando... Sim vermelho. Se fosse qualquer outra série isso passaria despercebido, mas como Pretty Little Liars é famosa por seus detalhes, isso não pode ser ignorado.

Jessica DiLaurentis conta a Emily que Alison e Cece constumavam trocar de aparência e personalidade por diversão, ela cita um episódio em que vai até Radley após receber uma ligação dizendo que sua filha está lá, mas ao chegar no hospital encontra Cece. Assim, Spencer cria a teoria de que as máscaras feitas por Ali fossem utilizadas nesses momentos em que ela e Cece trocavam de personalidade.  Novamente o espectador e levado a refletir sobre acontecimentos de outras temporadas; no Halloween da 2ª temporada Alisson conta às meninas uma história sobre duas irmãs gêmeas onde uma delas mata a irmã pelo fato de que ela a copia... Poderia ser mais explícito que isso?

As meninas resolvem investigar o esconderijo feito por Red Coat embaixo da casa dos DiLaurentis e quase ficaram cegas por agulhas de tricô enquanto espiavam pelos buracos. Emily resolve se mudar para a casa de Spencer e enquanto faz as malas tem uma lembrança em que Ali lhe instiga a terminar com Bem, ela até se oferece para fazer o trabalho sujo e conta que já fez isso uma vez para ajudar uma amiga.  Alison também diz que o namorado de sua amiga a ameaçou com uma arma, talvez Cece fosse a amiga e Wilden, que já era policial na época, o namorado.

A trama da mãe de Toby se arrasta de forma cansativa, -A dá a toby cd com um gravação de sua  mãe cantando. –A instiga Toby a arrombar o carro do Dr. Palmer para buscar novas pistas, Spencer tenta convence-lo do contrário, mas ele não a escuta. Caleb intervém e convence Toby de desistir antes que a polícia o pegue. Toby decide não mais aceitar ajuda de –A para descobrir o que aconteceu com a sua mãe.

Um novo personagem aparece e persegue Hanna por quase todos os cenários da série. Durante uma festa country ele se faz conhecer como Travis e conta a Hanna que sabe sobre a noite em que Wilden foi assassinado. Travis conta que não disse nada todo esse tempo porque o assassinato ocorreu perto do estabelecimento que pertence a seu pai, e já que Wilden tinha problemas com o mesmo, seria muito suspeito; ele diz que ouviu tudo e que Ashely foi embora antes do detetive ser morto. Durante a festa, Aria descobre sobre o problema de Ezra com Malcom e os dois combinam de conversar mais tarde, Jake pede para Ezra ficar longe de sua namorada e mais uma vez o casal Ezria se sustenta nas bases fracas e clichês de um triângulo amoroso. Opinião não popular, mas não gosto do Jake; achei sua entrada na série forçada demais.

[FINALE]

Todas as agulhas da bússola apontam para Cece Drake, um nome recorrente nessa primeira parte da temporada, e agora a polícia está em seu encalço. Ashley é finalmente inocentada das acusações, mas não há tempo para comemorar, -A não está nada satisfeita(o) com o resultado das investigações e ameaça as Liars novamente; as meninas recebem um pacote com um caixão de criança e uma boneca dentro que se parece muito com Mona, o bilhete diz que se elas não encontrarem a aprendiz de –A antes dos policiais, Mona iria morrer e pareceria que as Liars a haviam matado.

Quando não encontram Mona em Radley, elas vão até o apartamento de Wren que está aparentemente vazio, embora Shana esteja se escondendo lá. Toby encontra Shana ao pegar alguns papeis que ela deixa cair descobre que Wren e Melissa estão juntos de novo e morando em Londres.

Uma entrada forçada apenas traria uma saída forçada; Jake e Aria parecem não ter muitas coisas em comum (demoraram meia temporada pra descobrir), Aria é a típica garota cult que gosta de muita leitura e filmes em preto e branco, enquanto Jake é o estereótipo de um atleta. Ela vai para uma leitura de poesia no Brew e encontra Ezra, os dois conversam animados e acabam se beijando.

Toby encontra Mona e as meninas recebem outro presente de –A, uma caixa com um serrote e um bilhete “vejam-me fazer uma garota desaparecer”; rapidamente elas investigam shows de mágica nas cidades próximas e encontram um que acontecerá em Ravenswood, cidade que Toby e Spencer haviam visitado antes procurando pela governanta sinistra, Sra. Grunwald, da fraternidade que Emily e Spencer visitaram em  “Gamma Zetta Die”. A cidade em si tem um clima sombrio, o que não ajuda muito em um show de mágica com um mímico de cara pintada. Enquanto o mágico põe Aria dentro de uma caixa para fazer o truque do desaparecimento, Emily é raptada por Red Coat e trancada em um caixote prestes a ser serrada ao meio.

Hanna, Spencer e Aria seguem outra Red Coat e conseguem salvar Emily; sim, eram duas Red Coats. Aria segue Cece e as duas lutam, a loira tenta escapar por uma corda, mas a mesma arrebenta, Aria tenta segura-la, mas o casaco rasga e ela acaba caindo. Aria pensa que Cece está morta, mas o corpo desaparece. Spencer vai atrás da outra Red Coat que claramente está ajudando as Liars e encontra o verdadeiro covil de –A; o trailer sujo de Mona cheio de recortes parece um playground fajuto perto do quarto cheio de aparatos tecnológicos, linhas do tempo, fotos e bilhetes detalhados que é realmente o covil de –A. Cada segundo da vida das Liars e das pessoas ao seu redor documentado e fotos enormes de Alison cobrindo as paredes, computadores monitoram a polícia e as câmeras de segurança, assim –A pode estar em todos os lugares.

Spencer encontrou a conta bancária de –A que está no nome de uma empresa que tem Cece Drake na folha de pagamento; há também um armário com ternos e sapatos masculinos... –A é um homem. As meninas sempre acharam que Wilden era o “garoto mais velho da praia”, aparentemente ele era outra pessoa. Revistando o covil, as Liars encontram um cartaz com a festa de Halloween de Ravenswood e resolvem participar na intenção de encontrar –A e Alison.

A governanta, Sra. Grunwald, aparece e conta toda a verdade para as meninas, Alison está viva e recebeu sua ajuda na noite em que desapareceu. A Sra. Grunwald a tirou da terra e a pôs no carro e foi buscar ajuda, quando voltou Alison havia sumido. A ex governanta completou dizendo que Ali não quer ser encontrada e que as meninas deveriam ir embora, pois “ele” está esperando que elas o levem até Alison; porém as meninas ignoram o aviso e pretendem invadir a festa e assim se forma a premissa para o episódio de Halloween dessa temporada.

Na cena final alguém muito inesperado aparece no covil, Ezra entra vestido de preto e chuta um armário ao perceber que seu esconderijo foi invadido. Supostamente, repito, SUPOSTAMENTE, Ezra é o cara com quem Alison esteve em Cape May, “beach hottie”, e, por tabela, -A.

- Há coisas muito interessantes na teoria de Ezra ser –A, todos sempre acharam que Aria era a que menos sofria nas mãos de –A, teoria essa que fez com que muitos achassem que ela mesma era a inimiga.
- Na época em que o corpo de Ali foi roubado, Jason ofereceu 50 mil dólares para quem tivesse informações sobre o paradeiro da irmã. Nessa época Ezra estava sem emprego e passando por  dificuldades financeiras, porém Aria encontrou muito dinheiro em sua gaveta de meias, todos assumiram que aquele dinheiro provinha do fato de ele ser rico... Mas e se não fosse bem assim?

Só sei que em Pretty Little Liars não é bom tirar conclusões preciptadas VÁRIAS pessoas já passaram pela –A List, é só contabilizar! Jenna, Toby, Melissa, Noel, Cece, Shana, Paige, Mona, Spencer, Garret, Wilden, Lucas, Caleb, Ian, Jason... Nada é o que parece.


E pra terminar a promo do próximo episódio que vai ao ar dia 22 de outubro!


Assustador, né?

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...