21 de set de 2013

Review - New Girl - S03E01 - All In

Cuidado, spoilers!
               New Girl está de volta! Para quem não lembra, a segunda temporada da série terminou com o não casamento de Cece (com participação de Taylor Swift, lembra?), Nick e Jess “fugindo” ao som de The Vaccines (como não amar essa série?, eu pergunto a vocês. The Vaccines <3), Schmidt dividido entre duas mulheres e Winston sendo... Winston. Exceto pela mordida do texugo de Winston (pobre Winston), todos esses assuntos foram retomados no primeiro episódio da terceira temporada de New Girl, “All In”.
                Schmidt, como era de se esperar, não conseguiu se decidir entre seu velho amor, Elizabeth, e Cece. Elas pensam que ele escolheu alguém, mas – claro – ele não o fez e está enganando as duas. Para ajudá-lo, mais uma vez Winston (que, descobrimos, é daltônico e gosta de quebra-cabeças) se encrenca: Cece acha que nosso querido Winston faz simpatias com as calcinhas dela (e você achando que virar a estátua de Santo Antônio era uma simpatia extrema) e foi atrás de Elizabeth para consolá-la... se é que você me entende. Acho uma pena que um personagem como Winston, com tanto potencial, seja tão mal aproveitado, mas, ao mesmo tempo, as confusões que arrumam para ele são engraçadas. Gostaria que continuassem a arrumar algumas situações nonsense para Winston, mas que dessem uma boa storyline a ele.
                Schmidt, como dito antes, está em dúvida entre duas grandes paixões e precisa escolher uma delas: precisa, portanto, da ajuda do melhor amigo, Nick. Nick, por sua vez, está em outro lugar... no México, mais precisamente, em total clima de romance com Paradise Jess. Justamente porque sabem que Winston e Schmidt mais atrapalharão do que ajudarão no desenvolvimento do relacionamento deles é que eles foram até o México. É claro que eles voltam, com direito a um passaporte rasgado e remontado pelo daltônico Winston. Concordo com Jess, que diz, em certo ponto, que “não há nós [Jess e Nick] sem Winston e Schmidt”: o roteiro certamente não funcionaria tão bem sem os quatro e é por isso que torço para que a série não se transforme em um ship apenas - Ness.

                No mais, considero o começo da temporada morno, porém satisfatório.  A série parece estar trilhando um bom caminho, que – torcemos! – continue assim. Até o próximo episódio, “Nerds”!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...