30 de set de 2013

Review - Parks and Recreation - S06E01E02 - London (part 1 & 2)

"Quando a vida te dá limões, você vende algumas das joias de sua avó e vai para a balada"
Palavras do sábio Jean Ralphio

Cuidado, spoilers!
A sexta temporada da Parks and Recreation começou em 26 de setembro, com episódio duplo... em Londres! YAAAAAAAAAAAAAAAAAYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYY *gritos empolgados dignos de Leslie Knope*. Como revelado no final da quinta temporada, Ron Swanson vai ser pai e logo no começo do episódio ele se casa com Diane Lewis, a mãe. Melhor casamento ever: entre o pedido e o casamento em si são menos que 10 minutos de diferença. Claro que isso não tira a empolgação de Leslie Knope, sempre engraçada.
Há uma passagem de tempo, e então vemos que a popularidade de Leslie está de mal a pior. As “40 fases para evitar um recall” (para quem não sabe, um recall é uma votação para decidir se um político será cassado) de Knope não estão funcionando e, para aumentar a popularidade, o que poderia haver de melhor que aceitar um prêmio na Europa? Ron e April vão acompanhando Leslie, assim como Ben e Andy, que irão aproveitar para conseguir apoio junto a um lorde para o programa de caridade em que trabalham.
O episódio todo é um espetáculo: piadas sempre bem boladas, com personagens extremamente engraçados. Mesmo o plot de Tom, Jean Ralphio e Monalisa, personagens que, confesso, não gosto muito, me agradou. Gostei de ver Barry Zuckerkorn (advogado da família Bluth em Arrested Development. Outra comédia excelente, aliás) como dr. Saperstein, pai dos irmãos mais sem noção da televisão americana, que está tentando derrubar a loja de aluguel de roupas “estilosas” de Tom, Rent a Swag.
Em Londres, Ron está claramente insatisfeito: ele está na Europa, afinal de contas! Diane deveria estar com ele, mas, indisposta por causa da gravidez, desistiu de ir, mas pediu muitas fotos... pedido atendido por Swanson, apesar das reclamações no melhor estilo Ron Swanson de ser (citação do mês: “olhe, um relógio. Nós não temos isso na América!”). Outro que está em seu (engraçadíssimo) comportamento típico é Andy, achando que o palácio de Buckingham é Hogwarts (adoro quando citam Harry Potter na série!) e brincando com helicóptero de controle remoto com Lorde Covington, que deveria financiar projetos de caridade, mas é tão “Andy” quanto o próprio.
Na premiação, Leslie acaba desabafando para todos os presentes: Pawnee vem sendo um tanto quanto ingrata com ela, apesar de seus esforços. Um discurso verdadeiro (sempre sinto um pouco de pena de Leslie por causa dessa ingratidão de Pawnee), mas que se transforma em um desastre quando exibido para a cidade, graças a Jerry, que organizou uma festa para transmitir o prêmio. Adoro Jerry e as piadas com ele nunca ficam velhas: espero que, apesar da aposentadoria dele, continuem a zoar com ele.

O retorno de Parks and Recreation foi excelente e torço para que a temporada da série, que comecei a ver esse ano e já se tornou uma das minhas comédias prediletas, siga assim. Rashida Jones e Rob Lowe (ANN PERKINS! e Chris) anunciaram as suas saídas do elenco (o que “combina” com o plot da gravidez de Ann) certamente farão falta, mas, creio, não impedirão o andamento da série. No entanto, tudo indica que esta temporada será a última. Que seja uma grande despedida, então!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...