16 de set de 2013

Review - Siberia – S01E10 – Strange Bedfellows


“Talvez esses caras descobriram algo que não deveriam saber”

[SPOILERS]



Ainda bem que eu não corri para fazer a review de Siberia: o episódio nem valeu a pena, choveu no molhado e desconversou sobre os “mistérios” que ainda faltam ser desvendados. Os caras das pantufas usavam realmente pantufas. Nada de pés implantados, mutações genéticas ou algo do tipo. O que eles queriam mesmo era enganar, com pegadas, as criaturas do mal que estão à solta na floresta.

Sobre esses seres misteriosos e onipotentes, ainda pouco sabemos. Não descarto a possibilidade de serem as sobras da experiência mal sucedida dos russos. Ou até americanos, já que Sasha ~a menininha da tribo~ é filha de um cientista americano ~morto~. Do jeito que as coisas estão caminhando em Siberia, no final não vamos ter nenhuma criatura estranha habitando na floresta.

Aparentemente, a série deixou claro que a tribo não é do mal. O que aquelas pessoas estavam tentando fazer era APENAS expulsar os estranhos que invadiram seu território. Mas que jeito amigável e legal de dizer “SAIAM”, hein. Eu até comentei algo como eles tentarem avisar a galera do reality sobre os perigos do lugar, mas não precisava chegar a tanto. Acredito que a morte dos produtores e toda aquela bagunça no acampamento não tenham sido culpa da tribo. Eles são tão bonzinhos que até curaram a Irene ~que já deveria ter ido embora da série a long time ago, cá entre nós~ e mostraram o caminho da liberdade para os nosso sobreviventes.

Não deve existir nenhuma cilada até o ponto final da floresta, apenas a limitação intelectual de quem ainda tá na série. Euzinha não aposto nada num grupo liderado por Neeko, com um Miljan reclamão de um lado e uma Esther fresca do outro. Por mais que a Sabina tente tirá-los desse lugar, ainda será preciso ajudar uma Irene manca e muita paciência para lidar com gente babaca. Se tivéssemos mais episódios na temporada, eu diria que levaria pelo menos três para eles chegarem a seu destino por pura burrice de quem está conduzindo o grupo. Além disso, ainda há grandes chances de não chegarem lá até o amanhecer. E a noite, sabem como é: as criaturas das trevas aparecem.

Do outro lado da floresta, Johnny, o nosso querido galã, finalmente começou o affair com Joyce. O que, a essa altura do campeonato, pouco importa. Conseguir um sinal de rádio é que foi a salvação da galera. Graças ao Daniel, que manja dos paranauê e conseguiu fazer uma ligação com fios don’t know how. A promo do próximo episódio sugere que isso será uma cilada, mas, nas condições que eles estavam, não havia muito que ser feito e arriscar um contato com seja-lá-quem-for parecia a melhor opção. Talvez sejam esses os caras que a tribo tanto teme, no fim das contas.

Achei meio viajado quando falaram que talvez estivessem fazendo experiências com ELES. Ainda fico com a ideia que as experiências já foram feitas e deram errado. Se o reality foi criado com um intuito de observar e estudar o comportamento dos participantes, vai ser muito non sense. Até porque, pelo amor de Deus, poderiam ter escolhidos objetos de estudo mais espertos. E nem precisavam fingir que era um programa de televisão, bastava oferecer uns trocados para cada um que quisesse participar do experimento.

Por último, o que me deixa mais #chateada com o episódio é a quantidade de coisas que ainda estão para acontecer e o pouco tempo para isso. Muita gente viva para o que teria tudo para ser uma series finale e não é. Não sei se a NBC tem planos de renovação, mas o próximo episódio é anunciado apenas como season finale. Particularmente eu preferia que a série terminasse em uma temporada, para não ter tanta enrolação. Ao alongar para uma segunda, é capaz de tudo acontecer nos primeiros episódios e o resto ser descartável. Ou podem fazer o contrário e a série se tornar mais uma Pretty Little Liars. Se não houver uma segunda temporada, muita coisa irá ficar sem resposta e com certeza tudo irá terminar de uma forma preguiçosa.

De todo jeito, estou esperando ansiosamente a tribo do bem em confronto com os homens brancos do mal em confronto com as criaturas místicas em confronto com os participantes. Se essa season finale me der pelo menos parte das respostas, talvez eu fique um pouquinho feliz caso haja uma renovação.

Pergunta final:

- O que será aquele negócio redondo na floresta?

Participantes:

Carolina 
Johnny
Neeko
Natalie
Sam
Esther
Annie 
Berglind
Victoria
Sabina
George
Miljan
Tommy
Daniel
Harpreet
Irene 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...