2 de set de 2013

Review: Suits 3x06 "The Other Time e 3x07 "She's Mine"

São somente os dois melhores episódios da  terceira temporada.

“The Other Time” nos remeteu há 10 anos atrás, onde Harvey jogava seu charme para a Donna e eles  trabalhavam juntos na promotoria, com o Cameron.  Donna não queria se envolver com Harvey pois trabalhavam juntos e ela tinha uma regra: Não dormir com colegas de trabalho. Assim quando Harvey não quis burlar a lei por Cameron e pediu demissão eles puderam se amar livremente (ODEIO PORTAS), por apenas uma noite.

No dia seguinte Harvey vai a Jessica e pede seu emprego de volta,  ele tinha deixado em modo de espera para ir trabalhar na promotoria e adquirir mais experiência,  Jessica que tinha dado um golpe nos antigos sócios da empresa e assumiu junto com Hardman, o aceita de volta, mas Harvey tem uma condição, levar Donna consigo.  Ao contar para Donna que ela trabalharia com ele, ele larga um “Eu não quero descobrir que tipo de advogado eu seria sem você” aí eu lembro do “Eu preciso de você” e “Eu não posso ser eu sem você” das temporadas passadas e me derreto toda por Darvey (Donna+Harvey). Mas aí lembro que não pode acontecer nada porque ela tem essa regra estúpida! Mas agora que ela quebrou a regra e se envolveu com o Sthepen, será que é uma deixa dos roteiristas para o que está por vir? TO-MA-RA!!

Mas falando do Sthepen, fiquei chocada  com o final do “She’s Mine”, como assim o Stephen foi o mandante dos assassinatos do caso da Ava? COMO ASSIM O HARVEY DA UMA SURRA NELE?  PQP essa eu não esperava, palmas para os roteiristas.  Mike lembrou que existe memória fotográfica e a usou nesse episódio ao roubar informações de Cameron e descobrir que Stephen era amigo da testemunha que cometeu os assassinatos no caso Ava.  Ele levou um soco majestoso de Harvey e agora assina como o vilão dessa temporada. Agora deu né, pode tirar a Ava da história e se focar no Stephen, por favor?

Louis e seu amor pelos associados e por gatos tiveram momentos difíceis, primeiro Nigel vai viajar e pede para Louis que ele fique com seu gato, Louis aceita afinal nada é maior para ele que seu amor pelos felinos, mas quando o Nigel volta, Louis não quer devolver o bichano, e ainda processa Nigel por abandono de incapaz (ri muito), aí se segue um julgamento fictício sensacional que nos trouxe do volta o Harold, e no meio de todo o drama Harvey/Donna/Stephen trouxe o humor de volta a série. A solução do julgamento foi simples, Louis teve de volta seus preciosos associados, ao devolver o gato a Nigel. Gostei do plot, podemos ter mais julgamentos fictícios?

Esqueci de algo? Ahh sim, Rachel! Sim, ela conseguiu ser aceita em Columbia para o curso de direito . Mas quem se importa né?  Próximo assunto.

Jessica badass.. foi diva em todo o episódio “She’s Mine”. Estou gostando da Jessica nessa temporada. Acho que logo logo a empresa se chamará Person Specter.

Inocência minha perceber somente agora que essa temporada está focando nos relacionamentos dos personagens, que  me sinto constrangida em não ter reparado nisso antes. Mais dois episódios para a Summer Finale. Suits entrou nos eixos e nos surpreende a cada episódio como de costume. Amo essa série e não nego..

Curta o Dominação Nerd e o Suits BRASIL no facebook!


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...