10 de out de 2013

Review – The Originals – S01E01/02– Always and Forever/House of The Rising Son

 "Família é Poder"

Depois de um backdoor pilot e uma versão do diretor, finalmente assistimos a grande estréia de "The Originals", em um episódio que recapitula aquilo que já vimos, mas costurando melhor a trama e trazendo mais informações que ficaram faltando. O episódio "Always and Forever " acerta em não começar imediatamente do backdoor pilot, contado pela perspectiva de Elijah, pois agora temos uma melhor apresentação dos personagens e responde várias perguntas que povoaram a mente dos fãs.

A gravidez sobrenatural, apesar de ainda soar um pouco estranho, se torna um pouco mais aceitável. Com a introdução do flashback, vimos mais sobre sobre a transformação de Klaus em vampiro e o momento em que ele se torna o híbrido, trazer de volta informações sobre a maldição do lobisomem acabou dando mais sentido a capacidade de Klaus para procriar, se pensarmos nele como uma criatura que vai contra as leis da natureza, um resultado não esperado,as regras normais para um vampiro podem não se aplicar a ele e creio que foi isso que Titia Plec pensou ao criar essa história, ela devia ter explicado de uma maneira melhor desde o primeiro piloto.

O ponto alto do episódio foi certamente o embate entre Klaus e Elijah. O Original tentou de todas as formas convencer o híbrido de que valia a pena lutar para reconstruir a família e que o bebê era a chance deles de conseguirem isso, o momento em que ele se desculpa com Klaus por ter deixado Mikael fazer o que fez foi bastante sincero e tocante, ele realmente faria qualquer coisa pelo irmão. Porém,o jeito impulsivo de Klaus falou mais alto e sem nem pensar duas vezes enfiou uma adaga no irmão e o tirou do seu caminho, momentaneamente, o que pegou todo mundo de surpresa e que será um dos motivos para que Rebekah vá a New Orleans.

Já no episódio "House of The Rising Son", tivemos finalmente um aprofundamento da relação de Klaus e Marcel. Em mais um flashback bastante interessante, fomos apresentados ao pequeno Marcel, que foi salvo por Klaus em um momento que este demonstra compaixão, algo bastante raro vindo dele. Quando Marcel falava que Klaus foi o seu mentor, não tínhamos noção da intensidade disso, o híbrido acompanhou todo o crescimento de seu pupilo,ele se via no garoto, que assim como ele era o filho bastardo e tinha um pai que só o via como um animal,isso explica porque Klaus não destroçou Marcel naquele primeiro encontro. Como muitos já especulavam, a amizade entre eles foi abalada pelo envolvimento de Marcel com Rebekah, o que desagradava Klaus.

A medida que os flashbacks avançam, entendemos melhor o porque da insistência em uma redenção para Klaus, temos vislumbres dos tempos em que o original era feliz com sua família e tinha atos de compaixão, ele já foi assim antes,mas devido ao tratamento que lhe foi dado por Mikael e a perseguição incessante ao longo dos anos, foi moldado esse Klaus que vemos agora, impulsivo, frio, calculista, que se preocupa apenas com o poder e em ser temido. Com algumas atitudes do presente, percebe-se que aquele Klaus cuja compaixão salvou Marcel ainda está lá, e creio que essa jornada pela redenção não irá descaracterizar o personagem, apenas mostrará uma nova faceta dele.

Quanto a Rebekah, depois de uma temporada em que foi trabalhada sua vontade de ser humana e um foco maior em seu lado sentimental, vimos o retorno de seu lado vampiro e mais especificamente, de seu lado Bitch. Sua chegada a New Orleans abalou a estruturas,em um único episódio, ela massacrou vampiros, enfrentou Klaus, assustou Cami e peitou Marcel. A personagem chegou para movimentar um pouco as coisas, contestar as decisões equivocadas de Klaus e liderar o resgate do corpo de seu irmão, o que lhe rendeu uma conferida em primeira mão a arma secreta de Marcel.

O mistério em torno de Davina promete ser um plot interessantíssimo da temporada. A bruxa adolescente parece ser muito mais que uma bruxa comum, além de poder detectar quando as outras bruxas estão fazendo magia,seus poderes são aparentemente ilimitados, representando perigo até mesmo para um vampiro original. A cena com Rebekah mostra o mínimo que a personagem pode fazer, e explica o porque de toda a arrogância de Marcel frente aos vampiros originais, que até então eram invencíveis. Trazer algo mais forte que os Mikaelson é um ponto positivo da série, e nos deixa ansiosos para saber de onde vem esse poder ilimitado, o porque de Davina ser tão perigosa e mais, porque ela está ajudando Marcel a punir outras bruxas.
Ainda no episódio,tivemos Hayley em uma tentativa de resolver a situação do bebê sozinha, o que a coloca em uma situação de perigo, da qual acaba sendo salva por Rebekah. A amizade entre as duas está sendo desenvolvida aos poucos e de maneira bem natural, ponto para as atrizes, que são grandes amigas na vida real. A personagem tem mostrado uma mudança de postura positiva, desde que conhecemos o seu passado e o que a motivou a tomar determinadas atitudes, temos uma tendência a compreende-la melhor. Além disso, foi importante mostrar como ela está encarando essa gravidez e toda essa situação, assim como foi inesperado para Klaus, também foi para ela. Mostrar uma Hayley sentimental é um caminho para que ela conquiste os fãs, só falta lhe dar mais relevância no andamento da trama.

Após várias discussões, agora temos Klaus e Rebekah unidos para recuperar o corpo de Elijah. Tendo consciência da arma secreta de Marcel e como isso intimidou sua irmã, Klaus agora deve agir com mais cautela, será bastante interessante ver como ele recuperará o irmão sem se comprometer com Marcel e estragar o plano das bruxas. Por falar em bruxas, ainda acho que tem algo nesse trato que não está muito bem explicado, por algum motivo as bruxas não querem Marcel morto, o que teoricamente resolveria o problema delas, isso deve ser revelado nos próximos episódios.

Para ficar por dentro das novidades de The Originals, curta The Originals Brasil!

PS: Rebekah achando que Hayley era a empregada. #BitchModeActivated
PS: Gente! Será que Marcel será responsável pelo cancelamento de TVD? (Matar Klaus = Chacina em TVD)
PS: Davina mostrando como se faz magia de verdade, sem nariz sangrando!
PS: O resgate de Elijah promete movimentar o próximo episódio
PS: Já estão Shippando Elijah e Hayley?













0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...