25 de out de 2013

Review - The Originals - S01E04 - Girl in New Orleans

Seria o início da redenção?


Depois de um episódio cheio de ação e intrigas, "The Originals" retorna aprofundando mais o drama, focando nos personagens. Algo inegável é a qualidade do roteiro, por mais que ainda apresente alguns furos, a história prende ainda mais a atenção a cada episódio que passa e se mostra totalmente independente de sua série mãe, parece que Titia Plec sabia mesmo o que estava fazendo quando criou a trama, mesmo partindo de um plot inicialmente considerado absurdo. Aos poucos, The Originals justifica a própria existência e já possui grandes chances de conseguir uma renovação.

De volta ao episódio,finalmente fomos apresentados pouco mais sobre o passado de Davina. Conhecemos uma Davina mais humana, uma adolescente como outra qualquer que almeja liberdade, que quer viver a vida,mas que por alguma infelicidade do destino, teve que se privar desse futuro e se sujeitar a ficar presa em um sótão. As cenas com Tim, um amigo do passado, serviram para mostrar o saudosismo da personagem,pela vida que teve que deixar, o primeiro amor que poderia ter vivido, coisas pequenas,mas que todo jovem deve viver. Todo esse momento bonito foi interrompido por ninguém menos que nosso malvado favorito, Klaus.

Mostrando mais uma vez que é o mestre da manipulação, Klaus arquitetou todo um esquema para que pudesse ter um momento a sós com Davina. O cenário escolhido para o primeiro encontro dos dois foi a Igreja de New Orleans, um lugar com a aura sombria do lugar e palco de um acontecimento sangrento. O híbrido tentou mostrar a bruxa as vantagens que ela teria caso se aliasse a ele, além de plantar dúvidas em sua mente sobre as reais intenções de Marcel com ela, o que gerou a fúria da moça e fez o original testemunhar o seu grande poder. Após colocar Tim em risco de vida e fazer a moça acreditar que ela seria culpada caso ele morresse, Klaus bancou o bom moço e salvou o rapaz, o que deixou a bruxa em débito com ele.

Enquanto isso, Rebekah partia em sua própria missão, em busca de Elijah. Após buscar no google e tentar descobrir algo com os capangas de Klaus, a vampira chegou a Igreja de New Orleans, onde conheceu o Padre Kieran, que como já havia vazado em spoilers, sabe mais do que aparenta. Quando finalmente descobre onde está seu irmão, temos a surpresa : quando Davina tirou a adaga e colocou de volta, o artefato perdeu seu poder e com isso Elijah está despertando. O original tem um plano próprio e através de sua habilidade, avisa a Rebekah para proteger Hayley, que por coincidência, se encontra em grande perigo.

A visão de Sabine sobre o bebê original no episódio passado parece ter assustado as bruxas, que sob a liderança de Agnes resolveram tomar uma atitude. Após cair em uma emboscada, Hayley baixou a lutadora de UFC e teve que lutar para proteger a si mesma e seu filho, o que rendeu uma sequência de ação bem legal e que mostrou que ela não é tão inofensiva quanto parece. Outra coisa que deve ter deixados todos curiosos é a identidade secreta do protetor da lobinha, uma vez que Rebekah estava desacordada e mesmo assim houve um massacre aos que queriam fazer mal a Hayley. Essa história deve render bastante e dar a personagem um maior destaque na trama, algo necessário, uma vez que ela está ligada ao plot central dessa temporada.

Por fim, tivemos ainda a revelação de algo que despertou bastante curiosidade desde o início: o que levou Cami a New Orleans. Desde o primeiro momento em que apareceu, a bartender despertou uma ira nos fãs de Klaroline, por ser apontada como um possível interesse amoroso para Klaus, mas creio que sua interação com ele vai além disso. A cena em que os dois conversam na Igreja, embalada pelo triste canção tocada por Tim foi bastante emocional, Cami abriu seu coração para Klaus e lhe contou a história de seu irmão gêmeo, que foi o responsável por um massacre ocorrido naquele mesmo local e que depois de cometer tal atrocidade, se matou. A medida em que narrava esse acontecimento, a tristeza que transparecia da personagem era de partir o coração, o acontecimento a devastou, e tendo conhecimento disso, creio que os fãs parem de implicar tanto com ela.

A relação entre Klaus e Cami promete ser algo maior do que um interesse amoroso, algo nessa garota desperta a curiosidade de Klaus, o faz querer conhecê-la e ajudá-la. O híbrido escutou toda a história da moça e era visível que ele realmente se compadeceu pela dor dela, o que o levou a tomar uma atitude um tanto diferente do que estamos costumados a ver. Depois de passar o episódio todo compelindo a moça para servir ao seu plano, ele resolveu usar essa habilidade para dar um pouco de paz a ela, fazendo com que ela conseguisse dormir e não se culpasse tanto. Joseph Morgan e Leah Pipes mostraram bastante sintonia nessa cena, se o objetivo era emocionar, eles definitivamente conseguiram.

Agora que despertou, será que Elijah conseguirá convencer Davina a ajudá-lo? Só aguardando a próxima semana para descobrir. Pelo vídeo promocional, teremos mais respostas sobre as bruxas no 1x05 "Sinners and Saints"!

PS: Rebekah toda assanhada pro lado do Marcel. Onde isso vai parar?
PS: Com certeza tem algo por trás desse massacre na Igreja. Alguma sugestão?
PS: Tim e Davina <3
PS: Se os produtores queriam que eu gostasse da Cami, definitivamente conseguiram.
PS: Klaus vai se vingar das bruxas : Sim ou Claro?

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...