19 de out de 2013

Review – The Vampire Diaries – S5E03 – Original Sin


"Um banho de mitologia"

Algo que sempre chamou atenção em The Vampire Diaries, pelo menos até a 3 a temporada, foi a velocidade com que a trama se desenvolvia.Cada temporada podia ser encarada com uma montanha russa desgovernada, com várias subidas e descidas,além de vários loopings emocionais e dramáticos,e com a 5a temporada não tem sido diferente. Em três episódios, a série já trouxe respostas para vários questionamentos deixados no passado, solidificando ainda mais sua mitologia. O episódio "Original Sin" foi um banho de mitologia, finalmente aprendemos mais sobre o fenômeno doppelganger e sobre o passado do vilão Silas, e com isso, surgiram algumas surpresas.

Quando Stefan escapou do fundo do lago no episódio passado, acreditamos que esse episódio seria focado no retorno do Ripper, o que foi reforçado ainda mais pelos vídeos promocionais, mas isso foi abordado apenas nos primeiros minutos, o que sucedeu foi muito mais interessante e bem elaborado. A fuga de Stefan do exílio em que Silas o colocou foi cuidadosamente planejada, e lhe rendeu um encontro bastante esclarecedor com Tessa.Quando foi anunciado que teríamos essa nova personagem, que compartilharia um passado com Stefan, ninguém ia imaginar que Tessa na verdade era uma certa bruxa famosa e poderosa que ouvimos falar durante toda a temporada passada, ninguém mais, ninguém menos que Qetsiyah.

Aproveitando que Bon Bon Bennet derrubou o véu na temporada passada, a bruxa retornou a vida. A personagem foi responsável por esclarecer várias dúvidas deixadas ao longo das temporadas, sendo que uma delas foi apontada pelos fãs como o grande problema da temporada anterior : a ausência de uma real explicação sobre a história de Silas. A história contada por Qetsiyah nos traz um novo olhar sobre aquilo que ficou nebuloso no passado, além de mostrar que uma mulher traída é capaz de qualquer coisa.Ela e Silas faziam parte do enigmático grupo chamado "Os Viajantes", e com a convivência, acabaram se apaixonando. O problema é Silas estava apenas usando a bruxa para conseguir a imortalidade para seu verdadeiro amor, Amara, cujas descendentes são ninguém menos que Elena e Katherine. Isso mesmo, Amara foi a responsável pelo surgimento das doppelgangers Petrova, o que deu a entender que a tão falada Tatia não passa de mais uma cópia.

Enquanto isso, tivemos Elena, Katherine e Damon em sua busca por Stefan, após o estranho sonho que as doppelgangers tiveram com ele. A dinâmica entre a ex-vambitch e Elena foi divertida de ver, Katherine não perdeu a chance de jogar na da cara de sua cópia o seu ressentimento por ter virado humana novamente e nada melhor do que provocar uma crise Delena para se vingar. Toda trabalhada no veneno, ela mandou várias indiretas para o casalzinho, tentando plantar em Damon a dúvida sobre os verdadeiros sentimentos de Elena, o que só se agravou mais tarde. Ainda assim, Elena tentou salvá-la de Nadia, arriscando sua própria vida para proteger sua odiada cópia. Será que algum dia elas vão se entender?

Porém, agora Biskath tem problemas maiores pela frente, após de ter sido sequestrada por Nadia, descobriu o que Silas tanto quer com ela : seu sangue é a cura para o vampirismo,algo que já vinha sendo especulado há um tempinho. Estou seriamente preocupado com o destino da personagem, uma vez que parece que o cerco está fechando para cima dela, e de antemão já aviso : se algo acontecer com minha vambitch, cabeças vão rolar!

Para o relacionamento de Damon e Elena, mas um problema está por vir. Segundo Qetsiyah, as cópias tem se atraído ao longos dos anos, ela acompanhou vários "Stefans" e "Elenas" se encontrarem e se apaixonarem, como se o universo conspirasse para que eles ficassem juntos. Foi um pretexto interessante para dar uma mexida no casal, muito melhor elaborado que a tal Sirebond na temporada passada, apesar disso, acredito que o destino é feito por cada um de nós e por mais que exista uma atração entre as cópias, a escolha sempre será de Elena. A cena dela com Damon ao fim do episódio foi muito bonita,mas deixou transparente a dúvida criada na mente dele. Simplesmente não faz sentido que a personagem vire uma piranha que vive trocando de irmãos a cada fim de semana por motivos sobrenaturais,mas nos resta ver como isso irá se desenrolar.

Quanto a Nadia, a personagem continua  enigmática em relação a seus objetivos. Ela fazia parte dos "Viajantes", mas ao fim do episódio passado, assassinou seu parceiro para conquistar a confiança de Silas, o que nos fez acreditar que ela havia mudado para o lado do vilão. Porém, vimos que Gregor ainda continua vivo dentro da mente de Matt, o que explica aquela cena vista na season premiere, além de mostrar o quão safada Nadia é, ao querer colocar seu parceiro permanentemente em um corpo que ela já conhece de cima a baixo. Esse mistério em torno da personagem a deixa ainda mais interessante e tenho praticamente certeza que ela sabe mais do que aparenta, o que deve trazer a tona mais informações sobre os "Viajantes".

Por fim, temos um Silas afetado pelo feitiço de Qetsiyah, que além de implicar em uma perda de memória para Stefan, tirou as habilidades psíquicas do vilão, Com a bruxa a caminho de Mystic Falls, a trama deve pegar fogo, Silas e Qetsiyah nutrem um imenso ódio um pelo outro, mas ambos compartilham dessa determinação em conseguir o que querem, independente das consequências, o que pode representar um problema para Katherine e companhia, e deve agitar os próximos episódios. Apertem os cintos, estamos chegando a mais um looping.


PS: A Nadia está aceitando doações de Chip Tim Beta.
PS: Qetsiyah/Tessa tá precisando tomar uns remedinhos. Sanidade tá em falta ali.
PS: Qetsiyah mostrando que também sabe como ser uma "Rippah" (Sdds Klaus). #RipAmara
PS: As cenas de FlashBacks foram bastante esclarecedoras e bem executadas.
PS: "Aposto que a Europuta não estava no sonho". Damon sendo... Damon.
PS: Deviam criar a modalidade esportiva "Nocauteando a Elena".

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...