28 de nov de 2013

Review - The Walking Dead S04 E06 e 07 - Live Bait & Dead Weight


Episódios que eu gosto de chamar de "As crônicas do Governador"

Por que demorar tanto para escrever a review do episódio 06? Simples, por que não aconteceu absolutamente NADA.

Em um flashback estendido, o Governador relembra o massacre de todo o exército Woodbury no final da temporada anterior, ele então parte para o desconhecido com Martinez e Shumpert que logo mais o abandonam por saberem de longa data que Phillip Blake é um maníaco psicótico. O governador atravessa os portões de Woodbury e observa a cidade queimar e ser invadida por Walkers; confesso que gostei bastante dessa cena, a câmera girando e a música compuseram um cenário bem bacana.
 Meses mais tarde, depois de andar pelas estradas sozinho, o barbudo, esfarrapado, enfraquecido Governador vê uma menina loura nova em uma janela , que o faz lembrar de sua filha Penny. Ele entra no prédio e encontra os Chamblers - duas irmãs adultas, Lilly e Tara , pai das duas David que possui câncer de pulmão no estágio 4, e a filha de Lilly, Meghan . Quando perguntado o seu nome, o governador adota uma identidade falsa , Brian Heriot (que ele pegou aleatoriamente a partir de uma mensagem  pintada com spray em um celeiro) . 

Ele lhes conta como Woodbury desmoronou por causa de seu líder insano, deixando de fora, óbvio, que ele próprio o era. Os Chamblers estão escondidos em seu próprio apartamento, com comida suficiente, esperando que a Guarda Nacional; isso eu achei um pouco estranho já que, como sabemos, devem fazer um ano e meio - dois anos desde que o apocalipse zumbi eclodiu na Terra... Será que depois desse tempo todo ainda haveriam pessoas com esperança de resgate militar? Estranho, no mínimo. 
No começo todos estão um tanto desconfiados desse misterioso andarilho que apareceu do nada com uma barba de fazer inveja no Tom Hanks em Náufrago, no entanto, lentamente começam a confiar no Governador que também se abre para eles arriscando a própria vida para conseguir alguns cilindros de oxigênio para David. A família fica profundamente grata e o Governador começa a criar um vínculo com Meghan o que só prova o que todo mundo já sabia, que ele não conseguiu superar as duas mortes da filha e esse é seu gatilho, é aquilo que o move. Infelizmente tudo que é bom dura pouco, os Chamblers não sabem que todos estão infectados, David acaba morrendo e se transforma em Walker, o Governador é obrigado a matar o velho na frente de todas o que deixa a menina Meghan particularmente traumatizada. 

Eles então resolvem deixar o apartamento onde estavam vivendo e procurar uma vida melhor, o episódio dá a entender que o Governador deixou pra trás o passado quando queima a foto de sua família, mas como isso é The Walking Dead e não Ursinhos Carinhosos, essa atuação não convenceu ninguém. Durante sua jornada , Lilly e O Governador começam um relacionamento. Depois que o caminhão onde estão quebra, eles têm que prosseguir a pé e acabam encontrando uma horda de Walkers, é aí que o Governador que nós amamos reaparece!

Ele pega Meghan no colo e os dois fogem, porém acabam caindo dentro de uma vala com mais três Walkers, a partir daí é uma sangria desvairada com direito à garganta arrancada e maxilar deslocado. O Governador não mede esforços para proteger Penny-quero dizer, Meghan e os dois acabam dando de cara com Martinez. Absolutamente NADA relevante aconteceu nesse episódio, todos esses traços de personalidade do Governador já haviam sido abordados em episódios anteriores, foi uma gota brochante em meio ao mar agitado e tenso dos outros episódios dessa temporada.

Mas não se desesperem.
Governador e companhia são resgatados por Martinez, que percebe que seu antigo líder assumiu uma nova identidade; os quatro se juntar a um grande grupo de sobreviventes liderados pelo próprio Martinez. 
Depois de tranquilizar Meghan de sua segurança , o governador se junta a Martinez e seus homens, os irmãos Mitch e Pete, para irem em busca de mantimentos. O grupo acaba encontrando corpos decapitados ao longo do caminho com placas marteladas em seus peitos. Também algo que foi desnecessário, são só os produtores querendo mostrar como outras pessoas viveram no apocalipse, a famosa lição de moral sobre alma humana que vez ou outra aparece nos episódios, mas que já está começando a ficar meio chato justamente por que não adiciona NADA à trama ou aos personagens. Eu não assisto aos webisodes, de repente esses corpos decapitados têm alguma história mais explicada. Depois disso, seguem-se váários minutos com os quatro contando sobre suas vidas antes do apocalipse, tudo muito primeira temporada, tudo muito chato, mas o Governador, ao ser indagado sobre o que fazia antes do mundo ter explodido, ele simplesmente responde "Eu sobrevivi", o que acaba sendo um prelúdio sobre suas futuras ações, sobrevivência a todo custo.
No dia seguinte, Martinez convida seu antigo chefe para jogar golfe e beber tequila em cima de um trailer (realmente muito esperto você ficar embriagado com uma pessoa que você sabe ser um psicopata), quando ele admite que tem dúvidas sobre sua capacidade de manter o acampamento seguro, um Governador furioso bate -lhe na cabeça com um taco de golfe e o joga em um poço de caminhantes para ser comido; de novo, sobrevivência. Se o seu líder não pode te proteger, você não vai sobreviver. Dúvida é fraqueza.
Mitch realiza uma reunião onde eles divulgam a morte de Martinez, e Pete assume a liderança temporária. Novamente o Governador sai com os irmãos para procurar comida e o grupo encontra um acampamento com outros sobreviventes. Os irmãos discutem sobre o procedimento; Mitch quer roubá-los, mas Pete insiste que eles devem ser deixados em paz. Eles se afastam, mas pouco tempo depois retornam ao dito acampamento e encontram todos chacinados e devidamente saqueados. 

O Governador então mata Pete (benevolência é uma fraqueza) e forma uma aliança com Mitch tornando-se o líder dos sobreviventes. Lembrando que em Woodbury, o nosso amado vilão mantinha cabeças de Walkers em pequenos tanques com água; dessa vez ele acorrenta o corpo de Pete à uma pedra e o joga em um lago. Mais tarde a câmera mostra Pete já transformado debatendo-se embaixo d'água, o que pra mim não faz muito sentido, já que o cérebro, zumbificado ou não, precisa de oxigênio para continuar funcionando... Como é que eles conseguem "sobreviver" embaixo d'água então?

Por um segundo, o Governador parece ter uma batalha interna de consciência, mas tudo isso passa quando Meghan e Tara são atacadas por um Walker. O governador conclui que a prisão é um lugar mais seguro para sua nova família, e monta seu segundo grupo de assalto. Está na hora da prisão cair.

_________________________________

MIRABOLAÇÕES FINAIS

- É legal ver que a série, que tomou rumos diferentes, está se aproximando novamente da HQ, mas isso não é necessariamente bom, já que o segundo assalto à prisão é uma das coisas mais pavorosas que já aconteceram em The Walking Dead.
- Alguém por favor me responde como zumbis podem sobreviver em baixo d'água?
- Abaixo duas imagens do próximo episódio bem como a promo do mesmo. 

MID SEASON FINALE




"Todos irão lutar, alguns irão cair"



0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...