24 de jan de 2014

Review - Arrow - S02E11 - Blind Spot


Episódio conflitante, sobre ter sido bom ou não.
Eu realmente não achei esse episódio bom, assim como não achei o ultimo tão bom, é ate quase que esquecível no meio de tantos episódios grandiosos oferecidos no inicio da temporada. Foi melhor do que o decimo episódio mas há coisas deixando a desejar. 


Como prometido o foco foi em Laurel e sua obsessão para revelar a verdade sobre Blood, e como ele envolve Arrow nisso. Enquanto isso Arrow esta atrás do milesimo bandido nada a ver atrás do homem com mascara de caveira. Simplesmente já encheu essa caçada que não leva a nada. 

Então os dois caminhos se cruzam e mais uma vez os sentimentos por Laurel atrapalham Olie. E a química dos dois não da certo com o alter ego do rapaz. Comparando as aventuras que Laurel e Arrow tiveram no episódio com as de Felicity é quase que gritante as diferenças. Primeiro a invasão do arquivo foi decente, mas a fuga foi antalogicamente ruim com flechas explodindo lampadas e derrubando Policiais sem mais nem menos e os dois saltarem caindo tão tranquilamente no chão.

Em outra frente temos Rory que descobre a dimensão de sua força e portanto acha que pode ser o herói que sempre quis se aliando a Pecado para isso. Acho que a grande sacada e podem dizer que estou forçando é que a relação dos dois parece um pouco a de Oliver e Felicity, e para Thea infelizmente sobra o papel de Laurel. 

Por fim temos a prisão de Laurel, onde policiais reviram a casa como se fossem bandidos (!), os seus problemas com medicamentos são expostos e o drama da família promete voltar com tudo nos próximos dois episódios. E com isso Oliver a tira da prisão e a leva para casa, uma discussãozinha meio nada a ver e ela é sequestrada!

Olie acorda e vê a mensagem mas ridícula de todos os tempos afinal é direcionada ao Arrow, que obviamente é ele, mas como ele entraria em contato com ele? Quer dizer sera que não se pode perceber na linha de raciocínio que seu disfarce não esta tão bem trabalhado assim? Por que sequestrar Laurel e dizer onde ela esta? Foi fácil demais e todos deveriam ter percebido isso!

Enfim uma luta, na qual entra no top 05 de piores lutas da série, e logico que Arrow estava sozinho sem saber o que realmente ia enfrentar e se conseguiria salvar sua ex. Por fim ele que foi salvo, acho que o ponto alto do episódio com Laurel matando Daily com a mascara, achando que era Blood. 

Enquanto os flashbacks foram tão ZZZzzzzz que mal pode-se falar sobre, de relevante só temos Sara escolhendo um lado e Oliver a escutando, e o papo nostálgico que me fez lembrar de Malhação, na época que ainda era bom, sobre as festas de Tommy e como Laurel já lutava pelo que queria!

Episódio bem nota nove, e que espero que o arco grandioso da Laurel melhore ou vou torcer para que ela morra e Sara assuma seu lugar! Enquanto isso Rory finalmente deve ganhar mais espaço com seu treinamento com o arqueiro,e vejo o fim do relacionamento com Thea! Outra cena legal foi a final com Slade e Blood, que aprende que deve ter tanto medo de seu aliado quanto de seus inimigos, impagável a cara dele.

Fique abaixo com a promo do próximo episódio intitulado Tremors: 


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...