20 de fev de 2014

Review - Intelligence - S01E07 - Size Matters


Sem duvida um dos melhores episódios de Intelligence, focado dentro da própria Cibernética e repleto de uma carga emocional que ainda não havia sido explorada na serie. Sim, um caso que torna seu culpado obvio em alguns aspectos, mas que ainda assim não nos faz perder o interesse em um momento sequer.

O episodio me prendeu do início ao fim, mas o ponto que me fez deixar o queixo cair e pensar: ‘mas o que?!’ foi quando a médica, logo no comecinho, quando o primeiro cientista – Dr Chris Donovan – morre, diz: “O sangue dele está se mexendo!”

Então, após tal declaração ao menos bizarra, vemos que diversos cientistas do pequeno círculo mundial de cientistas que trabalham com biorrobótica também morreram da mesma forma que o Dr. Donovan. O que coloca todos os cientistas da classe em alerta, incluindo o Dr. Cassidy. Ao procurar o que os cientistas tinham em comum Gabriel vê que todos receberam um pacote amarelo sem remetente. Após emitir um alerta aos correios, um pacote ainda conseguiu ser despachado, levando a próxima vitima, Bryce, que foi um dos alunos do Dr. Cassidy. Enquanto Gabriel e Riley vão atrás do cientista, Nelson e Cassidy analisam o pacote, que contem nanorrobôs programados para matar. E nesse primeiro momento do episodio, tem destaque a frase frustrada, mas não irreal do Dr. Cassidy “Porque todo avanço tecnológico é usado na raiva ou violência”.

Seguindo, Gabriel e Riley conseguem salvar Bryce, porém sua assistente é morta pelo ‘vírus dos nanorrobôs’. Na Base da Cibernética, Bryce explica sobre a composição e inteligência artificial dos nanorrobôs, nos dando novamente uma ótima explicação de como a biorrobótica funciona, associando maquina e ser vivo. Os momentos seguintes se misturam entre o cômico e o tenso quando Gabriel começa a analisar os códigos na mensagem que vem com o pacote que contem os nanorrobôs, a mensagem é um código binário simples, que Gabriel traduz como ‘Bem Vindos ao Futuro’. Enfim, lá estava ele, fazendo seu trabalho e usando todo potencial do chip em sua mente, quando o Bryce começa a perguntar como ele está fazendo aquilo e tal. E aqui os creditos vão todos a Riley que foi rápida em insinuar que era o Nelson quem estava fazendo tudo com a ajuda de seus programas. Foi só quando a Lillian mandou que o Dr. Cassidy tirasse o Bryce da sala, e ele mandou o Gabriel aceitar quem era, e o mesmo perguntou “O que eu sou então” e ele respondeu “O Futuro”, foi que eu comecei a desconfiar desse Dr. Bryce.


Achei que era paranoia minha quando tudo indicou que o verdadeiro mentor atrás dos nanorrobôs era um homem, também cientista pelo que eu entendi, chamado Gordon Grayson. Grayson tinha tudo planejado para uma fuga rápida, e pela primeira vez em 7 episódios, o Gabriel não conseguiu invadir a criptografia de uma câmera de segurança. Tudo indicava que Grayson era o culpado. Então quando o homem começou a falar, já na Base Cibernética, deu para ver que ele estava sendo sincero sobre não ser o culpado, não consegui evitar de rir quando ele declarou “O governo quer colocar chips em nossa mente, é verdade, eu juro, mesmo que não acreditem” a cara do Gabriel e da Riley foi hilária. Mas ai o Grayson fala sobre o portador do chip ser um Frankenstein e o mundo não estar preparado para ele. Achei divertido também o Gabriel dando um de malvado e assustando Grayson dizendo “o Frankenstein esta na sua frente agora”. E então, do nada, o cientista começa a ter hemorragia e morre como os demais. Momentos depois, temos a Lillian sendo a Lillian e ralhando com o Gabriel por sua completa falta de vontade em seguir protocolos.

Na sequencia eles descobrem que os nanorrobôs precisam ser ativados por um determinado código e então causam um único ataque especifico ao alvo, nesse momento temos a certeza que Bryce é o verdadeiro culpado e pensamos, ‘ótimo, agora ele vai fugir e teremos uma perseguição’. No entanto ele é capturado rápido de mais e novamente pensamos ‘mas então o que?’. E é nesse momento que a carga emocional vem com tudo sobre nós. Uma espécie de cronometro nos é mostrado e quando ele zera, um som de celular toca na mesa do Dr. Cassidy. Quase tive um ataque gritando “Não atenda Doutor! Não atenda!” ai o Nelson fala “Pai, seu celular está tocando” e ele responde “Não é meu celular filho” e começa a sair sangue do nariz dele. Serio, meu coração acelerou na expressão de pânico no rosto do Nelson. Então, Nelson tem uma forma de atrasar os sintomas, mas não pode curar o pai, e para acabar com nossos sentimentos de vez, além do desespero da equipe toda, Cassidy começa a se despedir do filho e de Gabriel, que ele também considera um filho. Quase não contive as lagrimas nesse momento. Quase gritei pra Riley tirar a capa da Ruby e virar lobo e atacar aquele maldito Bryce, mas né, serie errada ^^’... voltando, adoro como a Riley, sem querer consegue resolver tudo, e de verdade, pensei que eles não conseguiriam salvar o Dr. Cassidy. E acredito que foi por pura sorte – e porque eles não seriam loucos de matar um personagem como o Doutor já no sétimo episodio – que tudo deu certo no final.



E por falar em final, dois momentos impossíveis de não citar ao final do episodio:
1° O Dr. Cassidy dando um de malvado com o Bryce foi muito bom de ver. Nada como um pouco de pânico induzido para fazer alguém falar a verdade não é.
2° A interação entre o Gabriel e Riley ao final do episodio, eles são tão fofos juntos, e ele agradecendo ela e convidando-a para o desjejum, e aquela carinha feliz no final... eu achei muito fofo. Porque afinal, durante todo o episodio pudemos acompanhar Gabriel se deparando com o ‘monstro’ ou ‘aberração’ que ele, por momentos, pensa ser e a Riley o tempo todo defendendo ele e dando todo apoio.

E para terminarmos, uma das frases que achei mais interessante em episodio repleto de frases marcantes:
“Evolução é a respiração mais profunda da Terra, tecnologia é o ultimo suspiro”

É isso pessoal, espero que tenham gostado, não esqueçam de deixar um comentário para sabermos o que estão pensando, ate a próxima *-*
  







0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...