6 de mar de 2014

Review - Agents of S.H.I.E.L.D - S01E14 - TAHITI


Uau... ainda estou sem palavras para o episodio! Agents of S.H.I.E.L.D. voltou do hiatus com um dos melhores episódios de toda temporada. Foram 42 minutos que passaram como se fossem 12, e embora eu tenha visto inúmeros comentários sobre ter sido muito corrido, eu gostei muito do ritmo desse episodio, literalmente me deixou sem fôlego.

Mas, vamos ao que interessa, Skye, meu coração doeu quando a médica saiu da sala de cirurgia e começou a descrever os órgãos que foram atingidos pelas balas, e eu acredito que minha expressão tenha sido igual a da equipe ao ouvir a frase “Mas terão que decidir se querem mantê-la viva por aparelhos ou não”. Serio, essa serie quer acabar com meu emocional com o Coulson dizendo "Nós somos a família dela".

Depois de da tristeza que foi ouvir que a Skye não tinha chance, eu simplesmente vibrei com a May dando aquela surra no Ian, acho que muitos queriam fazer isso, e a May fez da melhor forma possível. Bom, depois de ser repreendida – levemente repreendida – pelo Coulson, o episodio começou a correr de uma maneira agradavelmente dinâmica e desenfreada, acreditem, nessa hora eu já havia perdido as contas de quantos “Ai meu Deus” tinha dito, e disse mais um quando o Coulson deu o arquivo da morte e recuperação para FitzSimmons ler e descobrir como salvar Skye. Momentos depois temos a chegada dos agentes Garrett – antigo O.S. do Ward - e Trip – que ficou no lugar do Ward na equipe do Garrett – ambos vieram buscar Quinn, como Coulson havia desobedecido uma ordem direta do QG para deixa-lo em interrogatório. E aqui temos outra frase épica do Coulson, quando um aviãozinho pousa sob o bus “Se arranharem minha pintura, vou ficar puto”.
 
Vemos como os acontecimentos com a morte e recuperação do Coulson são obscuros e estranhos quando a Simmons afirma que ela e o Fitz só entenderam 70% do que está escrito lá. A principio, a equipe esta correndo contra o tempo para chegar a Bethesda, onde, supostamente, o Coulson foi tratado. Porém, tentando falar com o Dr. Streiner, que os ajudaria a entender o arquivo, eles descobrem que o homem sumiu do mapa, e que, na verdade, Coulson nunca foi tratado lá. Ao mesmo tempo Quinn é interrogado e conta que só atirou na Skye para que o Coulson se obrigasse a descobrir como reviveu para poder salvar Skye e assim o Clarividente poderia descobrir também.

Outro ponto muito mostrado, foi a decisão ética de manter a Skye viva e a que custo. Tendo apenas o nome de uma medicação que, também supostamente causa uma regeneração celular quase imediata, a CV-325 e ainda assim, ninguém sabe onde encontra-la. Então, temos FitzSimmons mostrando novamente porque são os gênios da equipe, quando Fitz diz que pediu alguns favores e Simmons fala “você criou a câmara de Eco” e eles conseguem acessar todos os dados que quiserem da S.H.I.E.L.D., descobrindo, de forma genial, onde Coulson foi realmente tratado.

O lugar é completamente isolado, e sem a senha de acesso Coulson, Ward, Fitz e Garrett precisam invadir o local, lá dentro Fitz descobre que eles perderam a comunicação, e o agente Garrett, muito engraçadinho brinca, dizendo que é melhor, pois assim as meninas não vão ouvir a morte dolorosa que eles terão. Após passarem pelos guardas, eles descobrem que há um timer e que o local todo vai explodir em 10 minutos. Em uma corrida ainda maior contra o tempo, eles conseguem achar a tal CV-325 e Fitz corre para o bus com Ward para dar o remédio a Skye. Quando Coulson fica para trás e Garrett vai atrás dele, ele parece perdido, e diz que não é para dar o remédio a Skye. Mal os agentes deixam o local e tudo vem abaixo.
Quando Fitz chega com o medicamento, Simmons esta tentando outra ressuscitação em Skye, no momento em que ela da uma injeção contendo o medicamento, Coulson chega gritando “Não aplique isso na Skye!”. O rostinho de pânico da Simmons ao dizer “Ela ia morrer de qualquer jeito, que mal pode fazer” foi agonizante, mas a reação que a Skye teve ao medicamento foi mais que tensa, parecia que ela tava tendo um ataque – e eu acho que estava mesmo – então ela se estabiliza e há um alivio entre a equipe.

Após a partida de Garrett e Trip com Quinn, May questiona a Coulson porque ele esta triste se eles conseguiram salvar Skye, e porque ele não queria que dessem a droga a ela, os olhos dele perdem o foco por um momento, e o que vemos a seguir é chocante de mais. No laboratório, onde pegaram o remédio para Skye e onde o Coulson foi tratado, há uma espécie de porta escrito T.A.H.I.T.I.. Ao abri-la Coulson encontra outro laboratório, com fios saindo de câmaras parecidas com a que a Skye estava, dentro de uma delas imerso em um liquido de certa forma espesso, há um ‘ser’ azul, apenas da cintura para cima, e aqueles fios saem do corpo dele, o intestino aparecendo e a expressão no rosto desse ‘ser’ é de dor, e, aparentemente, o remédio vem dele. Ao ouvir a voz da May, Coulson volta a realidade e diz apenas que temeu que a Skye sofresse o que ele sofreu, mas que ela não sofreu e que estava bem.

Na parte final vemos Lorelei no Vale da Morte – Califórnia, ela consegue ajuda de um homem – não sei muito sobre ela, mas pelo que li, ela tem certo poder sobre os homens – que deixa sua noiva para trás para ajuda-la. E olha, a previa para o próximo episodio foi excelente.

E para terminarmos, não tem como não comentar a quedinha, de certa forma bonitinha, que o Agente Trip demonstrou pela Jemma. Foi fofa a conversa deles sobre a Skye, e ele falando “Ela tem muita sorte de ter você, se algo ruim me acontecer espero que você também esteja olhando por mim”. E sim, a May dizendo que pessoas como eles (agentes) precisam de pessoas como o Coulson foi lindo. Ah, vendo inúmeros comentários, vi que há discussões sobre o que era o ‘ser’ no laboratório, a maioria acredita ser um Kree, sem saber o que é um Kree, fui pesquisar e vi que são uma raça humanoide que ocupam cerca de mil mundos na Nuvem de Magalhães, dizem também que tem pode de camuflagem, maior resistência/força e rápida recuperação.  Agora esperar pra ver né... E mais alguns questionamentos, o que é T.A.H.I.T.I. afinal, e Skye, não passou pelo tormento que o Coulson passou por ser uma 0-8-4 e por ainda estar viva, ou ainda há mais sobre a morte do Couson que não sabemos?
Desculpem a review enooorme, acho que me empolguei... obrigada por lerem ate aqui e nos deixem um comentário com suas opiniões sobre o episodio *-* Ate mais...

Não deixe de Curtir Agents Of SHIELD Brasil e ficar por dentro de tudo que acontece com a série!


E para baixar sua série favorita com rapidez e ótima qualidade visite Isso é Série Torrent.










3 comentários:

  1. Bem legal a review, e adorei o episódio, a série está num momento mto bom e está mto mto melhor do que no começo. T.A.H.I.T.I. que eu saiba é Taiti(país da memória implantada em Coulson) em inglês, mas enfim, parabéns pela review =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ^^
      Sim, a serie vem melhorando muito - não que eu não tenha amado desde o começo - mas os últimos episódios tem sido ótimos...
      Sobre o Tahiti, o que eu quis dizer era o que sera que a sigla significaria na serie *-*
      Obrigada pelo comentário :)

      Excluir
    2. A mulher é a Encantadora do Thor; Pois é a única que tem esse poder, e pelo Midgard entregou que é um Asgardiana e/ou é para aqueles mundos.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...