17 de mar de 2014

Review - Once Upon a Time in Wonderland - S01E09 - Nothing To Fear

“That was a symbol of our past. Our life together now is about our future”
(Aquilo era um símbolo do nosso passado. Nossa vida juntos agora é a respeito do nosso futuro).

Nesse episódio, o espectador observará as conseqüências diretas do pedido que Will fez no episódio anterior para terminar com o sofrimento de Alice, que acabam por também envolver Cyrus, que deixa de ser um gênio e ter magia à sua disposição, Alice, que perde sua memória dos eventos mais recentes, a Red Queen [RainhaVermelha], que abandona seu status de Rainha e segue em uma jornada com os dois supracitados em busca de seu amado, Jafar, que assume o trono, e Lizard, que acaba por encontrar a garrafa de Will.

Aqui vocês verão comédia, romance, suspense, aventura, reflexões psicológicas, alguma ação e bastante drama em um enredo que lembra muito um começo de temporada. O objetivo desse episódio parece ser nos apresentar esse novo cenário que o episódio “Home” criou, dando uma ideia geral de como as personagens estão lidando com suas novas posições enquanto monta todo um novo contexto em torno delas que será palco para os episódios que se seguirão.


Uma União Relutante
“Nós podemos trabalhar juntos ou perecer juntos.”

Um objetivo em comum, buscar a garrafa que um dia pertencera a Cyrus e resgatar Will, é o que promove a improvável união entre a Red Queen, Cyrus e Alice nesse episódio.

Juntos, eles seguem a trilha da lâmpada, mas a Red Queen acaba por ser seqüestrada por pessoas de seu próprio povo, irado por ter sido abandonado por sua rainha sofrendo e com fome. As pessoas a amarram e oferecem às criaturas que sempre atacam suas plantações e de quem sempre pediram a proteção da rainha.

Enquanto isso, percebendo a ausência da Red Queen, Cyrus e Alice partem em busca dela, e acabam a encontrando amarrada e cercada pelos seus antigos súditos. Eles vão em defesa dela, mas acabam amarrados também e Alice tem que sacrificar o colar que muito tempo antes ganhara de Cyrus.

“Eu tenho medo de que as batalhas nunca terminem. Eu tenho medo de que sempre haja mais uma missão, uma coisa a mais nos impedindo de ficar juntos, de verdadeiramente termos nosso final feliz.”

Eles acabam ouvindo fogos de artifício ao longe, em um dos vilarejos mais pobres de Wonderland, e deduzem que provavelmente alguém teria desejado por eles. Antes de seguirem para a vila, entretanto, Cyrus retoma a conversa que, muito tempo atrás, havia sido interrompida pela Red Queen, e dá a Alice um anel de noivado.

“Por agora e por todos os anos por vir, mesmo lutando contra as criaturas ou os feiticeiros do mal ou vendo as nuvens passando no céu, eu te amarei. E todo momento será uma verdadeira aventura para mim, pois eu estarei com você.”


Um Novo Gênio
“Não sei do que Cyrus estava reclamando, ser um gênio é fantástico ‘pra cacete’!”

A lâmpada é encontrada por Lizard, e ela recebe a oportunidade de fazer os três desejos. A garota acaba por convencer o Knave [Valete] de não ir atrás de Alice e Cyrus, dizendo que ele já cumprira seu dever para com os dois, e lhe oferece um de seus desejos, que Will usa oferecendo cerveja para todos na vila em que eles se encontram.

Alegre após muita festa e bebedeira, o Knave se concentra em dar a Lizard o que ela deseja. Ele acaba por descobrir que ela está apaixonada por uma pessoa, e Will resolve ajudá-la a conquistar a pessoa de seu interesse, concedendo-lhe seu segundo desejo ao transformá-la no tipo de mulher por quem ele provavelmente se sentiria atraído.

Quando o Knave a pressiona, ela revela que ele é a pessoa por quem ela está apaixonada, mas ele diz a Lizard que gosta muito dela, mas não pôde amá-la. Então, em uma escolha infeliz de palavras, a garota faz o seu terceiro desejo, pedindo que ele sinta qualquer coisa por ela. Então, ela cai morta e Will retorna à lâmpada.

                                                                                                    
Mestre em Wonderland
“É mais poderoso do que qualquer exército, e uma vez que lhe diga o que quer, nada, ninguém pode detê-lo. (…) É chamado de a Jabberwocky [Jaguadarte].”

Na ausência da Red Queen, Jafar assume o trono de Wonderland e recomeça a sua busca pela lâmpada do gênio, usando os homens do Caterpillar na busca. Estes, entretanto, falham, e a lagarta acaba por revelar a Jafar o nome de uma criatura que talvez pudesse ajudá-lo, Jabberwocky.

Jafar busca informações com Tweedle, que perdera sua cabeça após trair a Red Queen ajudando-o, e, em troca, lhe oferece um novo corpo. Ele segue, então, para o local onde a criatura fora aprisionada.

Após uma análise meticulosa dentro da mente de Jafar, a Jabberwocky decide ajudá-lo a achar o gênio em troca de sua liberdade.


Uma Nova União
“Felizes para sempre não pode ser apenas para nós, tem que ser para todos, toda a Wonderland.”

A Red Queen acaba por encontrar o corpo de Lizard próximo a lâmpada e a leva até Cyrus e Alice, mas garante que ela seja o próximo mestre de Will, esfregando a lâmpada em lugar de entregá-la para os outros dois.

A rainha revela aos outros que Jafar pretende usar três gênios e já possui os outros dois, enfatizando que eles devem levar Will para longe de Wonderland o mais rápido possível. Cyrus, entretanto, percebe que os outros gênios são os irmãos dele, e ele Alice resolvem salvá-los e salvar Wonderland da tirania de Jafar.

A Red Queen age de modo inesperado, então, e resolve ficar também, retratando-se perante o povo que ela nunca protegeu.

“Tenho sido uma péssima rainha. Essas pessoas merecem mais do que eu lhes dei. Então, nós vamos ficar e vamos lugar.”

Gold diz no episódio “Desperate Souls”, na série-mãe, que “duas pessoas com um objetivo em comum podem realizar muitas coisas juntas, e duas pessoas com um inimigo em comum podem realizar muito mais”, e essa é a natureza da aliança feita entre Alice, Cyrus, a Red Queen e Will.


Outras observações

No que diz respeito ao roteiro, escrito por Richard Hatem (o mesmo de “Forget Me Not”) e Jenn Kao, ele é muito delicadamente construído para não tornar o episódio cansativo, a despeito da imensa quantidade de detalhes que precisou apresentar, utilizando de uma praticidade fora do comum sem tornar o episódio superficial.

Uma coisa interessante a ser mencionada também é que finalmente se vê vislumbres do passado do Cyrus através de falas dele e também começamos finalmente a ver a que veio Peter Gadiot, a quem o roteiro ainda não havia dado tantas chances assim de aparecer. Por enquanto, o que se pode dizer é que o ator não parece ser o mais talentoso do elenco, mas não deixa a desejar.

Emma Rigby também é outra grande novidade, já que finalmente observamos sua personagem agindo com mais naturalidade. O resultado é muito satisfatório, pois a Red Queen finalmente parece confortável nas suas cenas.

Portanto, é disso que se trata o episódio: uma introdução para o que promete ser uma nova e incrível história. As cartas postas à mesa, agora é finalmente hora de ver como se desenrolará o jogo.


Um comentário:

  1. Mal Posso esperar para ver essa nova etapa da série que me conquistou desde o primeiro episódio *__*

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...