10 de abr de 2014

Review - Agents of S.H.I.E.L.D. - S01E17 - Turn, Turn, Turn


Ward, não Ward!! O que você está fazendo!? Alguém, por favor pare aquele avião pra eu fazer um contra-feitiço no Ward, porque ele só pode estar sob efeito de uma maldição, uma imperdoável provavelmente, ele não fez de propósito, eu sei que tem de haver uma explicação...

Meu Deus gente, assim a S.H.I.E.L.D. vai acabar com meu pobre coração – mas não tem problema não, continuem assim, eu aguento. – Então, como muitos eu ainda não vi Capitão América: O Soldado Invernal, mas não é preciso realmente ver o filme para entender o que esta ocorrendo. Claro, para quem não quer spoilers para o filme, melhor não ver o episódio antes do filme, porque sim, ele contém mais spoilers do que o Clarividente poderia dar...

Vamos ao que interessa, o episódio em si, tudo começa com o Garret sendo atacado por dois aviões da S.H.I.E.L.D., devo admitir novamente que o cara é bom. Em seguida temos a continuação da briga entre a May, o Coulson, o Fitz e a Skye, e olha, vou contar uma coisa, essa foi a única parte nos 42 minutos de episódio que eu pude sorrir – vejam, nem foi rir, foi apenas sorrir – com o Fitz. Foi ótimo a May acusando o Fitz e ele gritando que não sairia do laboratório ate tudo se esclarecer, e em seguida ele assumindo que só tentava falar com a Jemma, foi ótimo também ele gritando com o Coulson sobre como ele vem escondendo coisas deles. Quando apareceu a Simmons analisando o sangue e o Tripp entrando, eu realmente achei ele muito suspeito, ate reclamei dele pressionar a menina daquele jeito, e mesmo quando ele se propôs a ajudar ela eu ainda desconfiei. Mas foi tudo culpa do episódio, me confundiu toda eu não sabia em quem confiar. Sim, sim, outra coisa muito tensa nos primeiros minutos foi o Coulson atirando na May sem problemas, gente, a expressão do Fitz me definiu naquele momento. Claro foi com o ECI's mas ainda assim foi tenso.

Então, Garret pede ajuda a Coulson e com um monte de linguajar de combate que eu quase não entendi - assim como FitzSimmons sou uma cientista, não entendo muito de linguagem de combate – eles conseguem salvar Garret e em seguida, graças a Skye eles descobrem que quem esta por trás de tudo é a H.I.D.R.A. Ao mesmo tempo, May acorda na cela com Ward e eles tem uma conversinha pouco amigável, onde ele acusa ela – nota para a expressão do Ward, fiquei com medo dele – e ela diz que ele agiu com sangue frio. De novo na Hub, Simmons consegue falar com a Agente Weaver, e que agonia em ver ela falando que a Academia estava tomada pela a H.I.D.R.A. e ai a reação do Tripp, nossa, eu amaldiçoei muito ele, e tive de pedir desculpas ai né, porque ele também era um dos bonzinhos.

Fitz realmente foi O Cara nesse episódio, sei que sou suspeita, pois como já disse, adoro FitzSimmons, mas ele possibilitando a fuga pelo tal buraco de rato que ele planejou foi o máximo. Dó da May levando aquele tiro no braço, e admitindo que trabalhava pro Fury e sabia sobre o T.A.H.I.T.I. e que se importava muito com o Coulson. Não vou negar que foi um choque ver ela falando da estrutura da equipe, mas foi um dos menores desse episódio. Simmons e Tripp sendo pegos pela Hand e ela falando que eles podiam sobreviver se jurassem lealdade a H.I.D.R.A., gente, eu estava detestando ela, gritando por ela ter mexido com minha equipe querida, por tentar machucar o time, então, ela revela ser do bem, é esse foi meu terceiro maior choque no episódio. Eu adorei a Simmons gritando que a Hand estava louca e que o Coulson era um bom homem, a menina estava apavorada, e a forma como a Hand falou com ela deu dó, mas ainda assim ela se mostrou leal ao Coulson, e por trás de todo aquele choro preso, ela se mostrou leal ao Fitz.

Bem, como não falar de SkyeWard, serio, eu não imaginava que aconteceria tão cedo, mas aconteceu, e foi fofo a forma como ele se declarou para ela e ela falou que sabia sobre a May e depois beijou ele, o sorriso do Ward foi tão verdadeiro, que os acontecimentos finais o episódio só quebraram meus sentimentos. Coulson, seu maluco, como assim levar a May pro campo de frente da batalha e não desalgemar ela! Achei interessante o método que eles usaram para entrarem em uma sala de comando. 

E achei muito fofo o Fitz manter o foco em salvar a Simmons a missão toda – ainda bato na tecla de que eles são como irmãos, mas como tudo está indo, eu só quero eles vivos – e tan, tan, tan... meu choque de número dois, quando o Garret disse para atirar no peito da Hand e que tudo era uma luta pela alma da SHIELD, eu imaginei que ele tava com raiva, que era meio sádico, mas ai quando ele falou da Raina eu gritei um “Não” bem audível, só para ver o Coulson confirmando minhas suspeitas – diga-se bem atrasada – de que o Clarividente era, ninguém menos que John Garret. E olha, que ódio do discurso odioso dele em seguida, e o Sitwell, eu gostava dele e ai ele é um traído r também! Foi ótimo o Coulson falando com o Garret “Esse sou eu sendo sincero Phil” “Não, este é você sendo psicopata John”, a cara zombeteira que ele faz pra May e o que ele fala pro Fitz, que ódio do Garret fazer o Fitz chorar daquele jeito! Eu consegui rir um pouquinho quando os explosivos da Skye explodiram tudo, e ai veio aquela briga desenfreada, o Fitz se escondendo embaixo da mesa, o Coulson lutando com o Garret, a May lutando com todo estilo Cavalaria, e ai o Fitz atira no cara pra salvar ela e o Coulson vence o Garret. E pra fechar o momento com chave de ouro, a Jemma correndo para abraçar o Leo, foi tão fofo...

Eu senti uma dor no coração ao ver aquela fila de agentes sendo presos, todos leais a H.I.D.R.A., foi triste ver a SHIELD caindo daquela forma, e quando aparece o Garret, as reações do Tripp e do Ward, deu muito dó. Ai vieram as confirmações, a SHIELD caindo em toda parte, a HIDRA tomando poder, o Fury supostamente morto... Só senti uma faltinha da menção à Natasha, Hill e ao Barton, pois eles falam do Capitão América.

E para finalizar, naquele clima de season finale, eles voltam ao avião, completamente destruído, não achei justo o Coulson falar que a May não era uma amiga, ela é sim, e merece uma chance. Mas  vamos falar do meu maior choque no episódio, Ward, eu ainda não acredito no que aconteceu, quando ele se ofereceu para acompanhar a Hand e levar o Garret para Geladeira eu achei normal, nem desconfiei, porque o Ward é da equipe do Coulson, ele é um cara legal, mas ai, quando a Hand diz que ele pode atirar no Clarividente certo agora, ele mata os guardas que estavam ladeando o Garret e da um tiro na Victoria Hand, e não contente, depois que ela cai, ele ainda dá mais dois tiros! Isso precisa ser um mal entendido, claro, o Garret pareceu orgulhoso, como se esperasse sem esperar por aquilo, mas depois a carinha do Ward, ele deve estar enfeitiçado ou coisa assim, eu sei que tem uma explicação...


Enfim, o episódio termina assim, nos deixando a roer as unhas e com muita ansiedade para “Providence” que vai ao ar na semana que vem. E claro, muitas duvidas e um clima muito ruim na própria equipe. A última fala do Coulson deixa bem claro que nada será fácil a partir de agora. Então é isso Agentes, mantenham-se seguros e ate o próximo episódio de Agents of S.H.I.E.L.D. *--*

P.S¹: de novo me empolguei de mais, obrigada por lerem ate aqui...
P.S.²: Agente Hand, minhas sinceras desculpas por te insultar e achar que você era do mal...


11 comentários:

  1. haha eu acho que tem algo por trás do fato do Ward ajudar o Garret... vi um comentário no grupo no face que fez muito sentido. Sei que agora ando ansioso, esperando a próxima semana kkkk... a série está demais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também acho... ou ele enganou todo mundo beeeem de mais... Mas eu ainda acho que tudo tem uma explicação... o expressão do Ward no final do episódio foi muito estranha...
      Sim, sim... ansiosa para o próximo episódio também ^^

      Excluir
  2. Se não fosse por pelos tiros a queima roupa eu diria que o Ward forjou a morte da Hand, infelizmente só semana que vem pra ter uma resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que eu pensei nisso também, em tudo ser uma armação dos dois... mas não sei... pensei que ele podia estar usando um dos ECI's do Fitz, mas ai o sangue viria de onde?
      Heheha... ainda bem que não tem mais hiatus né, porque imagina só ter de esperar mais de uma semana pra ver o acontece em seguida...

      Excluir
    2. ele atirou nela com a mesma arma q atirou nos dois guardas. Então acho que ele matou ela mesmo. A não ser q ele tenha usado ECI's em todos, e o sangue seja de um corte na queda... Pelo lugar onde ele pareceu mirar, ele atirou no coração.

      Excluir
    3. É... como a May mesma disse uma vez "Ward é um dos mais letais"
      Mas ainda assim, estou torcendo para ser tudo um mal entendido... esperar pra ver né :)

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Só pra constar Helyemari Althaus, a quantidade de reviravoltas neste episódio foi tão absurda que eu até esqueci o quanto fiquei puto com a Hand no episódio passado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Serio, me senti mal com o quanto reclamei da Victoria Hand, e no final me deu maior dó dela...
      Mas sim, a principio eu estava mais preocupada com a Simmons lá na Hub, e da equipe sendo alvejada do que em xingar ela... e depois fiquei tão chocada com o Garret que me esqueci da Hand por um momento... ^^'

      Excluir
  5. Se rever o episódio fica clara as intensões de Ward, quando Garret pergunta para ele, no meio do tiroteio ao avião, se tinha algo no avião que não quer que eles peguem e ele olha direto para Skye. É obvio que está sendo coagido a protegê-la novamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu notei esse olhar dele, mas eu também notei que ele está com a "memoria" - acho que é isso - de tudo que Skye salvou do banco de dados do Bus... Nossa, estou torcendo muito pro Ward ter quintas intenções ao ajudar o Garret...

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...