18 de jun de 2014

Review - Penny Dreadful – S01E06 – What Death Can Join Together

 " Depois de todo o sangue que compartilhamos, pelos quilômetros que percorremos. Malcolm não somos os mesmos. De onde eu vim, sabemos que algumas pessoas não podem ser salvas. Digamos que a sua filha seja uma delas. E então? Saiba o que você fará. "
Ainda estou tentando assimilar toda a história de Vanessa mostrada no episódio passado e algumas indagações ficaram no ar.
Tais como Malcolm perdoou Vanessa?
 Está somente a usando por saber de sua ligação com Mina? 
Mas a única certeza é de que ele não confia em Vanessa e isso pode provocar certas desavenças no grupo.
Após mais um pedido de socorro de mina, Vanessa tira as cartas e tem visões com navios e algo de muito terrível ter acontecido, fazendo com que Malcolm concentre suas pesquisas em mais uma expedição.
Vanessa embarca em uma "aventura" com Gray, fotografia e cada vez fica aparente a atração que um sente pelo outro.
Viktor e Van Helsing parecem se dar bem e mantêm um bom entrosamento quando o assunto é ciência e medicina. 
Enquanto Viktor não está confortável ainda em contar sua história, Van Helsing abre sua história para ele e apresenta uma criatura ao qual ele teve contato intimamente.
Van Helsing contará para Viktor de que sua esposa Hannah, não morreu de uma doença, ele a matou com uma estaca no coração e lhe cortou a cabeça. 
Motivo de que Hannah era uma vampira. 
Ele definiu perfeitamente o que seriam vampiros: criaturas que superam os limites da vida e da morte. E que se alimenta de sangue dos vivos e podem causar transformações em suas presas. Quando se é marcado por essa criatura só existe a morte, uma morte viva ou obediência dormente. Eles se movem em bandos feitos lobos. Nunca ficam no mesmo lugar por muito tempo por medo de serem descobertos. E quando são descobertos fogem sem motivo aparente.
Só lamento profundamente que não teremos mais os sábios ensinamentos do professor Van Helsing, porque a criatura de Viktor fez o favor de matá-lo para lembrá-lo que ele deve criar uma companheira rápido. 
Não sei vocês, mas embora ache a criatura interessante pelo modo diferente com que ele vê as pessoas e tudo em sua volta acharia "fora da casinha" uma companheira. Acho que preferiria ele explorando sozinho a cidade e descobrindo as coisas.
Malcolm, Sembeme e Ethan vão explorar um navio que veio do Cairo há quatro meses e desde então é mantido em quarentena pelo que descrevem como " tifo ou uma praga estrangeira."
Tatuagens de hieróglifos descobertos na criatura que mataram eram de origem egípcia, então Malcolm espera encontrar alguma coisa no navio. 
Brona está cada dia pior, mas mesmo assim Ethan não quer abandoná-la. Apesar de sua profissão Brona se revela devota de São Judas, santo das causas perdidas e parece que Ethan tem um certo incômodo com religião. 
Será que em seu passado há algum grande pecado?
E fico pensando, todo mundo andando em lugares cheio de pestes, mortos, e ninguém ainda ficou doente?
Cenas "hot" entre Gray e Vanessa revelam várias fatos interessantes tais como a sincronia que existe entre eles.
Ambos tem forte ligação pelo que pensam sobre o mundo em que vivem. 
Além disso ainda não foi revelado o que Gray esconde na sala de espelhos, o que ele admira tanto e que faz com que ele tenha "poder" de se curar. 
Essa ligação com Gray também faz Vanessa reviver um pesadelo do passado.
 
PROMO PRÓXIMO EPISÓDIO 
Episode 1.07 - Possession




























0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...