18 de jul de 2014

Review - Suits S04E05

         
         
           Oi pessoal, eu sou a Greici e partir deste episódio vou fazer as reviews dos episódios de Suits. Para me apresentar um pouquinho, sou seriadora a um pouco mais de um ano, embora tenha conhecido Friends ♥ há alguns anos já. Sou uma leitora assídua e também um pouco obsessiva quando faço minhas maratonas de séries.

Relembrando o que aconteceu no episódio passado, vemos que o S.E.C. está investigando diretamente as firmas de advocacia e é possível que clientes da Pearson Specter deixem a firma quando forem investigados. Enquanto isso, Mike tenta vantagem na disputa com Harvey e Logan fechando acordo com Forstman, um ‘inimigo’ de Harvey, porém para fechar o investimento, Forstman quer que Mike deixe Sidwell fora do acordo. Pra completar, Rachel e Logan estão trabalhando juntos, e tá rolando um climão entre eles...

Logo no início desse episódio, vemos a Rachel perdendo a hora do trabalho por estar estudando e trabalhando demais, e isso se revela o motivo dela desmaiar e ir parar no hospital, mas acho que a maioria já imaginava isso pela promo de semana passada... Imaginava que aquele pedido de casamento do Logan para Rachel fosse um flashback, mas na verdade se revelou em um sonho misturando sua realidade atual e seu passado. Será que aquele pedido realmente existiu? Será que ela está tendo dúvidas em relação ao Mike? Essa nova proximidade da Rachel e do Logan promete dar uma agitada na vida amorosa de Mike e Rachel (tá meio parado mesmo né?). Ainda mais agora que a proposta em que eles trabalharam juntos deu certo e o trabalho continuará...

Na tentativa de não precisar do dinheiro de Forstman e trair Sidwell, Mike descobre que ações referentes às Industrias Gillis serão vendidas, e tenta um truque para que Harvey recue. Ele deveria estar acostumado de que Harvey ainda está sempre um passo à frente, afinal ele ainda continua sendo o aprendiz, enquanto Harvey é o mestre. A verdade é que TALVEZ um dia Mike chegue ao mesmo patamar de Harvey, mas esse dia ainda não chegou.

Entre idas e vindas da Pearson Specter, essa é mais uma vez que regras são seguidas por um caminho um tanto desviado. Jessica pede que Jeff descubra um jeito de comprar as ações referente àas Industrias Gillis de um jeito que não seja ilegal, devido àquela restrição de compras/vendas com o capital de Logan Sanders de episódios atrás.

Quando Mike faz a oferta para a compra das ações, descobre que Harvey já o fez também, e é nessa hora que vemos um novo confronto dos dois. Fico dividida em se sinto mais falta da dupla trabalhando juntos, ou se fico entusiasmada com essa troca de farpas e um tentando bater o outro nesse jogo.

Na verdade, acho que mais sinto falta, tanto que adorei esse jantar dos dois. Depois do susto do Mike com a Rachel, o jantar que muitos esperavam desde a primeira temporada, foi um ótimo exemplo da parceria que os dois tem, independente do lado que estão. Fiquei com medo de que Harvey estivesse dando a palavra dele e ao mesmo tempo tentando enganar Mike, mas não me surpreendeu que a Jessica agisse enquanto Mike não estava ligado no que acontecia. Gostei de como o Harvey tentou intervir e manter sua palavra, mas desfazer a compra seria um ato com piores consequências.

A notícia da compra ter que vir de Sean Cahill foi a gota d'água. Vou falar, esse Cahill me dá um nojinho... É daqueles personagens que tão ali pra criar todo e qualquer tipo de problema.

Episódio passado Harvey disse pro Mike que “sempre há uma opção”. Mesmo tendo como única opção para ser bem sucedido no negócio, Mike decide recusar o dinheiro do Forstman. Fiquei surpresa em ver que Forstman falou diretamente com Sidwell e o acordo já estava fechado, independente do Mike querer ou não. E descobrir que o Sidwell só tem coisas boas pra falar sobre o Mike e que o Forstman não é um baita imbecil como eu imaginava, foi outra boa surpresa.

O lado mais divertido do episódio: Donna e Louis. A amizade entre Donna e Louis pra mim é pura perfeição. Ele ensaiando as falas da peça com ela e a incentivando mostra o porque dessa cumplicidade deles ser tão legal. E vê-la fazendo o Louis vencer seu medo, foi ainda melhor. Sorry Louis, mas eu ri de você molhando as calças no palco também. L


Darvey! Que saudades de Darvey! A cena do buquê que todos esperavam! Harvey indo assistir à peça e dando uma carona pra ela... Acho que vamos ter que esperar sentados pra ver algo acontecer entre esses dois, mas enquanto isso a gente fantasia um pouco...



"The only thing i've got going on tonight is you."


Afinal, Harvey é fã da Donna... e quem não é?


2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...