19 de ago de 2014

Review - Suits S04E08 e 09 - Exposure e Gone





Os episódios Exposure e Gone pra mim foram os dois melhores da temporada. Foi o caminho que Louis fez para a pior decisão da vida dele. É claro que os outros personagens tiveram seu foco, mas foi o plot Louis que roubou a cena.

Harvey chegando mais cedo no primeiro dia de volta de Mike no trabalho. Rachel com medo de não conseguir trabalhar com ele de modo que não interferira na relação dos dois, já que Mike precisa de tempo e espaço pra tentar digerir a traição. Apenas planos de fundo no episódio para a busca que Sean Cahill pretendia fazer nos documentos do acordo das Industrias Gillis e que levaria ao ponto alto da temporada.




Pausa para o que todo o fandom shipper de Darvey queria ouvir: “I slept with Harvey!” OMG

 A Katrina aparece pouco e apesar de dar uns conselhos tortos pro Louis, ela conseguiu ser super fofa recebendo o Mike de volta. Muita gente torce pra Mike e Katrina acontecer, e a Rachel se ferrar. Será que isso pode acontecer? A Rachel até viu aquele abraço esquisito dos dois. xD

Do jeito que Rachel se comportou, perseguindo Mike pela firma, pode ser um obstáculo grande pra eles superarem. Apesar de Mike ter concordado em voltar pra casa, depois de que Rachel levou à tona quando Mike dormiu com Tess, mas ela deixou pra trás, porque ela o ama mais do que odeia o que ele fez. E foi isso que ela pediu a ele.

                                             

Voltando ao ponto principal dos dois episódios, Sean tentou com um mandado de busca, conseguir todos os documentos, o que ele acaba conseguindo, porque Mike, Harvey e Jessica pensam que não tem nada pra esconder. Entretanto, quando Mike vê a reações contraditórias de Louis quanto à entrega dos documentos, ele percebe que tem alguma coisa errada.

"Gone" começa de cara com Louis confessando o que fez pra Jessica e Harvey. Ele quer confessar para o SEC e Sean o que ele fez. A firma toda está em perigo e Jessica pretende demiti-lo assim que resolverem tudo. Harvey tá muito puto da cara e eles não tem ideia de como resolver. Donna, como sempre, tenta intervir por Louis, tanto com Harvey quanto Jessica, mas dessa vez Jessica não quer ouvir mais desculpas por Louis, e até Donna é ameaçada de ser demitida.

Mike tem a ideia de que ao mesmo tempo em que Sean fará depoimentos com todos que estiveram envolvidos no acordo, que eles vão com tudo pra cima de Sean e Eric Woodall, com intenção de provar que eles estão apenas com má fé pra Woodall se vingar de Harvey por ter provocado sua demissão.

Mike precisa preparar Rachel para o depoimento, e isso leva a uma briga feia deles dois, quando o assunto Logan é trazido à tona de novo. Essa briga vai dar muito pano pra manga ainda... Será que a relação vai sobreviver a isso?

Sean continua com os depoimentos e ele percebe que o problema não é entre Mike e Harvey e sim em algum outro documento. Ele está a apena um passo de conseguir provas do que Louis fez. Quando Louis soube que Sean estava a par de conseguir, ele foi confessar o que fez à Eric Woodall, e Eric não fazendo nada com Louis e liberando ele, Mike, Harvey e Jessica fizeram as contas, e se deram conta de que Woodal está com Forstman num acordo sujo.

Quando eles contam a Sean, e ele confronta Woodall, e quando ele nega abrir seu sigilo bancário, está claro que o problema maior é entre Woodall e Forstman.

Com isso encerrado, Jessica já tomou sua decisão, baseado em todos os erros que Louis cometeu. Ela quer demiti-lo imediatamente, mas Harvey quer dizer adeus à ele. Entretanto não é necessário. Ele encontra apenas uma folha em sua mesa.

“Caros Harvey e Jessica,

Chega uma hora que um homem deve se olhar no espelho para julgar a si mesmo ao invés de esperar os outros o julgarem, e para mim, essa hora é agora. Vocês dois sabem que eu vim direto de Harvard para essa firma, mas vocês não sabem que este foi o único lugar que eu já trabalhei. É o único lugar que eu sempre quis trabalhar. É minha vida, é minha casa. E as pessoa que trabalham aqui são minha família. Vocês são como meu pais, e ao sócios como irmãos e os associados sob meus cuidados como filhos. Tenho vergonha de admitir, mas pus todos vocês em perigo em meu favor. Eu falei a mim mesmo que era para um bem maior, mas na verdade só queria me sentir ao mesmo nível que vocês... não posso mais negar isso. Não posso mais inventar desculpas. Mesmo tendo nossa diferenças nesses anos, não há outras pessoas que eu respeite mais. Seus nomes estão na parede por uma razão, e o meu não está por uma razão. E eu me recuso a fazer um de vocês passar pela dor de ter que me demitir. Então eu, Louis Litt, estou me demitindo da Pearson Specter. Por favor tomem conta da minha casa.”






Curta a página Suits BRASIL no Facebook.


Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...