24 de set de 2014

Review – The Blacklist – S2E01 – Lord Baltimore N°104 (Season Premiere)

“Vou fazer com sua esposa o que você fez com minha filha, vou manda-la de volta para você, pedacinho por pedacinho – Berlin”

A Season Premiere de The Blacklist mostrou que essa segunda temporada vem com tudo, desde o enredo até a atitude dos personagens. E para mostrar que não estão de brincadeira, começaram absolutamente bem, com o Red queimando 3 milhões de dólares, sim, 3 milhões de dólares! Achei uma graça ele falando para o moço “Quero os nomes deles. Posso pagar 3 milhões de dólares, mas precisamos ser rápidos.” ai o cara pergunta “Ou o que?” e o Red, com a maior calma diz “Ou você me dará os nomes de graça.” E como um homem de palavra, ele coloca fogo no dinheiro e os nomes que ele precisa saem praticamente de graça. Para qualquer outro isso seria loucura, para Raymond Reddington é apenas mais um dia comum de negócios.

Em seguida vemos que o Harold ainda não voltou a força tarefa, e que pela expressão do Ressler, eles não vão muito com a cara do novo diretor. Então, temos a Lizzi, que parece estar levando mais a sério o trabalho de encontrar Berlin. Ela e o Red conversam e ele diz a ela que precisam encontrar Lord Baltimore, que é um tipo de rastreador profissional que invade redes de informação com um algoritmo especifico que ninguém conseguiu decodificar ainda. Claro, isso é até o Aron colocar as mãos geniais nele, mas falamos disso depois. Antes, vamos a forma como eles chegam ao algoritmo, Rowan Mills. A moça é uma engenheira de computação e trabalha em uma das seis empresas de dados locais, e, recentemente teve muito dinheiro colocado em sua conta. Conversando com Rowan, que tem alguns tiques e parece sempre assustada, eles não chegam a conclusão alguma, pois a moça foi, na verdade, mais uma vítima. 

Ressler demonstra estar abalado com os recentes acontecimentos, assim como grande parte da força
tarefa. Rowan recebe um telefonema ameaçador e liga para o FBI, Aram diz que ela fala a verdade, e que é estranho Lord Baltimore estar rastreando o Red, já que o mesmo não deixa rastros digitais, porque não usa e-mail ou celulares rastreáveis, então, eles desconfiam que a força tarefa pode ser o alvo novamente. Rastreando a ligação que Rowan recebeu, eles chegam à um apartamento, e Lizzi leva a moça até lá, pois o nome dela está em um contrato onde usa o pseudônimo de Lord Baltimore. Enquanto isso, Red visita Harold, que ficou com problemas na perna. Red diz que ele precisa voltar, que o substituto dele não muito confiável e que é uma situação de emergência, Harold fala que não vai mais voltar. De volta ao apartamento, Rowan diz que aquela não é ela, que provavelmente deve ser sua irmã gêmea, Nora, que ela acreditava ter morrido 7 anos atrás.

Logo depois, Red é capturado, e gente, como eu gritei com os carinhas para não machucarem o Dembe, ate porque, já morreu gente de mais, e ele é muito legal. Enfim, o Red é pego e eu jurei que fosse o Lord Baltimore, mas era uma agente do Mossad, e o novo chefe da força tarefa logo libera ele.  Enquanto o Red está detido, eles interrogam a Rowan e a mãe dela, e elas falam sobre a Nora. Nesse momento, eu realmente não acreditei no que diziam, a menina contou pra mãe e para irmã que o tio abusava dela e ninguém acreditou?! Como assim, uma criança de sete anos fala que era abusada pelo tio e a mãe nem ao menos verifica se é verdade. Vou te falar viu, a culpa de algumas crianças virarem psicopatas quando crescem é dos pais.

Seguindo, eles descobrem que a chave encontrada no apartamento é de uma Van, e o Ressler volta à
casa da mãe de Rowan e Nora. Ao mesmo tempo, Arom consegue usar o algoritmo e descobre que, na verdade, Lord Baltimore está atrás de uma mulher. Lizzi manda fotos das possíveis vítimas para Red e ele diz que estão atrás de Naomi Hyland, sua esposa – ex-esposa, mas vocês entenderam. Lizzi encontra Naomi, mas ela não quer fugir novamente, enquanto isso, um homem vai falar com Rowan e coloca uma música para ela ouvir, Ressler encontra a Van e quando ele abre-a, há um corpo dentro dela, Rowan começa a agir estranho, então fala para o homem “por quanto tempo eu fiquei fora?”.

E nesse momento meu queixo caiu, porque Nora estava viva, não a Rowan, ela tinha Transtorno Dissociativo de Identidade e, na verdade, era Lord Baltimore desde o princípio. Bom, ela ajuda a capturar Naomi, então a Lizzi, em uma atitude muito mais esperta que o de costuma, consegue pegar ela. Eles fazem ela voltar a ser a Nora, mas a moça não diz muita coisa, e quando eles chegam ao lugar onde a Naomi deveria estar, todo o pessoal da Lord Baltimore está morto, menos um, que tem um recado para o Red. Seguindo a pista que o homem dá, Red chega em um esconderijo mas só encontra um colar com a foto de Naomi que o Berlin havia tirado.

Mais tarde, vemos a Lizzi decidindo cortar o cabelo, e também que o Harold está de volta a força tarefa. E por fim, Red recebe um pacote do Berlin com um celular e uma caixinha, ele faz a ligação para Berlin, e o mesmo diz que fará com a esposa dele o mesmo que o Red fez com sua filha. Dentro da caixinha está um dos dedos da Naomi.

E para terminarmos, algumas coisas novas que precisam ser respondidas:
O Red diz que sabe o que os médicos descobriram que o Harold tem, então, ele está doente?
A Naomi, ela era esposa do Red, e falou várias vezes em uma filha, essa filha seria a Lizzi?
A pessoa que está vigiando a Lizzi é o Tom, não é?

Por hoje é isso pessoal, espero que tenham gostado e ate a próxima *-*

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...