14 de out de 2014

Review - Once Upon a Time – S04E03 – Rock Road

Mais mistérios.

Essa semana, Once Upon a Time retornou com um episódio que traz muitas informações novas, mas também deixa muitas perguntas, que deverão movimentar a trama nas próximas semanas.

Como vimos na semana passada, mais alguém em Storybrooke tinha o poder de controlar o gelo, e o episódio da semana tratou justamente da busca por essa pessoa. Depois que Marian é vítima da maldição do gelo, a mesma sofrida por Anna em "Frozen", Emma e companhia tratam logo de buscar saber quem foi o verdadeiro responsável por isso, antes que a população de Storybrooke coloque a culpa em Elsa.

Enquanto a busca se desenrolava no presente, por meio de flashbacks vimos o que acontecia em Arendelle após o desaparecimento de Anna. O vilão Hans planejava invadir o lugar, se utilizando de pessoas com magia para combater Elsa e um vaso mágico, que supostamente prenderia a rainha de Arendelle. O ator que faz Hans foi mais um acerto para esse plot Frozen, ele encarna toda a psicopatia e maldade do personagem, que está disposto a fazer de tudo para assumir o trono. Porém seu trunfo não era verdadeiro, e ao invés de aprisionar Elsa, ele libertou ninguém menos que a Snow Queen.

Antes de falar da Snow Queen, queria dar um destaque a interação entre Elsa e Kristoff. O personagem que ficou um pouco apagadinho em relação aos demais na Season Premiere finalmente teve seu momento, e muito se assemelha ao Kristoff que conhecemos na animação. Apesar de não interagirem muito na animação, aqui vemos que Kristoff se importa com Elsa, tentando ajudá-la a lidar com a situação de Hans e lhe dando até alguns conselhos, a Rainha também se importa com rapaz e foi capaz de arriscar perder a sua liberdade para salvar a vida dele, foi bom ver Elsa se abrindo para uma amizade, assim como se abriu com Emma na semana passada.


Voltando ao presente, vimos que a Snow Queen está em Storybrooke a mais tempo do que se pensa, antes mesmo da quebra da primeira maldição, mas ainda não sabemos porque ela esperou tanto tempo para agir. A personagem parece guardar alguma relação com Emma, sua expressão ao rever a salvadora demonstrou que ela a conhece e na cena final temos a confirmação de que Emma deveria reconhecê-la também,  um mistério que deverá ser respondido nos próximos episódios, além de Emma ela também possui uma relação com Elsa, se apresentando como tia da garota, que por algum motivo foi presa naquele vaso. Suas intenções não são claras ainda, mas parece que ela tem tudo planejado para algo maior, o que nos resta é esperar descobrir o que.

Depois de dois episódios distante do plot principal, tivemos o retorno de Regina a ação. A ex- prefeita  agora está em uma nova missão com Henry para descobrir quem é o autor do livro, algo que deve render e aproximar ainda mais os personagens, depois daquela cena linda na semana passada. Além disso, Regina foi chamada por Robin para salvar Marian da maldição do gelo, o que inicialmente servia como mais uma coisa para irritar os fãs de Outlaw Queen, mas foi usado para mostrar que ele realmente a ama, visto que o beijo que ele deu em Marian não quebrou a maldição.

Vimos ainda uma Emma extremamente irritada e impulsiva. Assim como Elsa, a personagem tem o peso do mundo nas costas, é chamada de salvadora, mas não se sente capaz de salvar ninguém por não controlar sua magia, e aqui vimos toda essa confusão em evidência. Sua cena com o Hook foi bastante emocional, trazendo a tona uma velha ferida da garota, que viu todos os que se envolveram com ela morrerem. Seu embate com a Snow Queen foi muito bom, ver Emma usando sua magia e sendo independente é muito legal, e apesar do encontro ter sido breve, ela percebeu que a vilã ficou um pouco hesitante, como se a conhecesse de algum lugar.


Para quem estava com saudades, vimos o retorno de Archie, o psicólogo e voz da consciência dos personagens. Passei a gostar do personagem a partir do episódio 1x05 "That Still Small Voice", e mesmo com participações pequenas, ele traz alguns pensamentos e conselhos bastante relevantes para nossos personagens, assim como fez com Regina em seu processo de reabilitação e agora está fazendo com a Mary Margaret. O trauma de não ter criado Emma a afeta muito, assim como também afeta David, e com isso ela tem vivido praticamente em função do pequeno Neal, com medo de perder um segundo sequer com o filho, e isso não é saudável para ela, Archie trouxe essa reflexão para Mary e espero que ela acate isso, pra voltar a ter a participação que tinha.

Por fim, vimos ainda o velho embate entre Hook e Mr. Gold. Hook, que não é nem um pouco besta logo percebeu que a adaga que Rumpels deu a Belle era falsa, usando a informação para força-lo a ajudar na busca pelo verdadeiro culpado por amaldiçoar Marian. Diferentemente de Regina, que já andou muito mais da metade do caminho para se redimir, Rumpels ainda tem muito a fazer, visto que continua a alimentar velhos hábitos, ocultando informações e tendo envolvimentos inesperados com personagens perigosos.


PS: Que povo chato esse de Storybrooke viu? Queria ver como é que o Zangado ia derrubar a Elsa. Só sabem reclamar.
PS: Rumpels, decida o que você quer filho. 
PS: Elizabeth Mitchell arrasando como Snow Queen. 
PS: Porque será que Elsa perdeu a memória? 
PS: Ainda tivemos a introdução do Valete de "Once Upon a Time In Wonderland", que soou meio aleatória, mas foi importante para descobrir a identidade da vilã.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...