4 de nov de 2014

Review - Once Upon a Time – S04E06 – Family Business

Saindo das sombras, rumo a ação.

Depois de vários episódios apagada e sendo quase que um plano de fundo em alguns momentos, os produtores resolveram lembrar que Belle é regular na série e resolveram lhe dar mais destaque, aprofundando um pouco mais o seu passado, quem ela era antes de conhecer Rumpels e ao mesmo tempo desenvolvendo o plot Frozen, dando algumas respostas e ao mesmo tempo deixando mais mistério no ar.

Através de flashbacks, vimos a jovem Belle em busca de respostas para o que aconteceu a sua mãe, uma vez que suas memórias foram retiradas, e isso acaba levando-a a Arendelle e a conhecer ninguém menos que Anna. As duas então partem em sua jornada para encontra o Grande Pabbie, que além de oferecer a Belle uma possibilidade de ter suas memórias novamente, nos traz respostas sobre a linhagem da família real de Arendelle, que esconde mais segredos do que se imaginava.


Como já era esperado, Anna não ia aceitar engolir muito bem a história de sua tia Ingrid, afinal nunca tinha ouvido falar dela, e isso a motivou a procurar o Grande Pabbie. Acontece que por mais desconfiada que estivesse, a garota não imaginava a extensão que a história teria, descobrindo que possui não só uma como duas tias, porém como algo aconteceu, a família real preferiu apagar suas memórias e as de todos os moradores de Arendelle sobre a existência delas, um caminho interessante e que desperta ainda mais a curiosidade do público, além de deixar aberta a possibilidade de mais um parentesco. Infelizmente, titia Ingrid já sabia que a garota estava agindo contra a ela e não deixou barato, provocando uma queda que deixou Anna D-E-S-M-A-I-A-D-A, só para prendê-la e impedi-lá de contar a história a Elsa.

Voltando a Belle, esta não teve destaque só no passado como também no presente em Storybrooke. Tomada pela culpa de não ter conseguido ajudar Anna no passado, ela tratou de tomar uma atitude e ir em busca da Snow Queen, surpreendendo o público ao revelar que seu objetivo era recuperar o chapéu do mago, mal sabe ela que o marido possui o artefato e tem sua própria agenda com ele. A cena do espelho foi muito boa, com o reflexo da Belle falando todas aquelas coisas sobre o Rumpels manipular ela e que ele apenas a usava o tempo todo, algo que é parcialmente verdade, pois mesmo a amando, é a mais pura verdade que ele a manipula e engana, principalmente com o lance da adaga agora.


Sobre Rumpels, recentemente vi uma entrevista do Robert Carlyle falando sobre o personagem, dizendo que prefere interpreta-lo dessa maneira, mais sombrio e tendo sua própria agenda, como na primeira temporada e concordo com ele, o Rumpels fica muito mais interessante assim, sendo capaz de grandes atos em prol dos outros mas ao mesmo tempo beneficiando a se mesmo sempre, porém ele precisa começar a decidir quem são seus aliados e inimigos.Provavelmente, muito desse retorno do personagem as origens tem a ver com o seu retorno a vida no meio da temporada passada e o fato de passar boa parte do arco Oz sendo escravo de Zeleninha S2.

Sobre o espelho da Snow Queen, vale lembrar que no conto original da "Rainha do Gelo", história na qual Frozen se baseou e que OUAT tem pego vários elementos,  há um demônio que cria um espelho que servia para piorar as coisas ruins dos outros, assim uma pessoa chata ficaria ainda mais chata no espelho, o que tende a provocar o caos a longo prazo. Pelas cenas que vimos em OUAT até agora, provavelmente os produtores vão utilizar também esse elemento em relação ao espelho ou algo bem parecido com o conto original, e dai já podemos prever o objetivo da Snow Queen com aquele espelho, que é parte de um plano maior ainda não revelado.

Também em Storybrooke, a caçada pela Snow Queen continuava a pleno vapor, e descobrimos algumas coisas bem interessantes. Como já tinha sido revelado na semana passada, Emma já morou com a vilã por algum tempo no passado, porém o interesse de Ingrid na salvadora vem de muitos antes, até mesmo da primeira maldição. Com a ajuda de Elsa e Belle, Emma finalmente entendeu o plano da vilã, que quer exterminar os moradores da cidade para  que restem apenas ela, Elsa e Emma, formando a família "perfeita" que ela nunca teve. Apesar de adorar a personagem, achei a motivação um tanto besta, esperava mais, mesmo com os futuros flashbacks que abordarão seu passado, pra mim esse plano de brincar de família feliz e com poderes com Emma e Elsa só prova que a Snow Queen tá  louquíssima e precisando tomar uns remédios.


PS: Regina, amor, COMO ASSIM VOCE MANDA O ROBIN AMAR A MARIAN? OI?

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...