9 de dez de 2014

REVIEW | BROOKLYN NINE NINE - S02E10 - The Pontiac Bandit Returns

O clima de Natal também chegou em Brooklyn Nine Nine. E já descobrimos logo de cara que Peralta é um péssimo Papai Noel, mas pode ser ainda mais divertido quando está perto de Doug Judy. Bom, essa segunda parte foi só mais uma lembrança, porque o Pontiac Bandit já deu as caras na série (como o próprio nome já entregou). Para quem não lembra, foi no décimo segundo episódio da primeira temporada, em que ele tentou se esconder sua verdadeira identidade acusando outra pessoa. Fugindo de Jake há mais de oito anos, ele conseguiu conquistar a confiança do detetive para logo trai-lo. Ele também já tinha uma queda por Diaz naquele tempo.







Dessa vez, Jake realmente achou que o bandido se daria mal - como vem acontecendo bastante, foi novamente enganado. Tudo isso por uma boa causa, para ajudar Rosa e a delegacia a fechar a força-tarefa Giggle Pig. Doug Judy tinha uma carta na manga, sendo capaz de ajudar na captura do chefão das drogas. Como sua ajuda não era pouca coisa, ele ainda teve privilégios de que ninguém poderia reclamar - um hotel quatro estrelas, com direito a refeição chique e cara. Ele ainda aproveitou dessas regalias para montar seu simples plano de fuga, para tristeza de Peralta.






Enquanto isso, Boyle e Gina tentavam descobrir a quantas ia o relacionamento de seus pais. Pelo visto, a coisa está bem séria, eles estão pensando em morar juntos, inclusive. O jantar dessa estranha família em formação deu a entender que os colegas de trabalho ainda estão juntos. Talvez tenham esquecido de contar ou não estão ligando muito para a opinião dos outros. Agora que Gina está empenhada em separar aqueles dois, vai ficar tudo ainda mais divertido. Só espero que mostrem mais reuniões de "família", quem sabe uma ceia de Natal.



Holt mais uma vez surpreendeu ao anunciar uma festinha para o pessoal da delegacia. O que não foi uma surpresa pra ninguém foi a imposição da política de "nenhum presente". A Amy, é claro, não consegue deixar de ser uma completa puxa-saco e tentou burlar a regra para dar um presente-não-presente para o capitão. Foi até uma ideia legal e ele poderia aceitar de boa, já que era um álbum de boas lembranças de sua carreira. O que Amy não esperava é que o melhor presente para Holt seria agir totalmente na direção oposta do que ela costuma agir, tendo a coragem para apontar um erro dele. No fim, todos ficaram felizes.


Bônus do episódio: Rosa e seu sorrisão quase inédito.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...