12 de mar de 2015

Review| Agents of SHIELD - S02E12 - Who you Reallt Are


"Se leva-la para longe de quem ela ama, ela só vai piorar"

Já estou me preparando psicologicamente para o que vai ser a season finale dessa temporada, porque olha, a coisa esta tomando um rumo assustadoramente emocionante, e eu não vou mentir, estou adorando isso. 

Who you really are, pode ser interpretado de diversas formas, se procurarmos, durante o episódio,
uma reposta para tal pergunta. Pois pode se referir a quem Lady Sif realmente é, mas também a Skye, Mack e os demais membros da equipe realmente são. Falarei mais sobre isso no decorrer da review, a começar pela Lady Sif, que está de volta e para nossa surpresa, sem memoria. Ok, eu não ia comentar isso, mas amei ver as pessoinhas falando português, ta certo que era português de Portugal, mas a Bobbi falando algo próximo ao Brasileiro foi bonitinho de mais. 

Gostei de ver o treinamento da Skye, May a ajudando a controlar as emoções, e assim também os poderes, mesmo sem saber. Me deu um dó da Skye dizendo que não queria machucar a May e não poder explicar que não tinha nada a ver com o treinamento. Alguns tutoriais com o Professor Xavier e a May já pode ser a mentora da Skye também na questão do controle dos superpoderes. Uma graça o Fitz interrompendo o treinamento para se certificar de que a Skye estava mesmo bem. E o que falar do Lance a da Bobbi se não, 'eu tinha certeza que algo ia dar errado!', porque né, parecia que pela primeira vez, depois de tantas indas e vindas, ele estavam em um 'relacionamento honesto' um com o outro, então, é claro que algo tinha que dar errado. E o que foi a ideia do Coulson de querer colocar o Mack no campo, não, não, eu não gosto dele não Coulson, sem contar que ele foi um grandessíssimo idiota nesse episódio.

Voltando a Lady Sif, tadinha, pareceu tão indefesa conversando com o Coulson e dizendo que não se lembrava de quase nada. Tive de rir com o homem dizendo que havia à contido com sutileza dizendo que Kava estava vindo, ai o Coulson diz "Mas eu não sou Kava" e ele responde: "Ainda bem que não sou eu que vou dizer isso pra ela". A princípio, quando a May encontrou a luta dela com o outro homem, eu pensei que ele fosse um Asgardiano também, nem me preocupai muito com o que ele queria, mas ai ele apagou a memoria da médica lá e as coisas começaram a ficar suspeitas, pois, que a Sif estava atras dele, já havíamos notado, mas qual era a real importância dele para a S.H.I.E.L.D.? Uma não muito agradável. Mas antes de falarmos dele, amei a May shippando Thor e Lady Sif, a carinha das duas e do Coulson foi hilária. May e sua quedinha super heroica pelo Thor.

E em meio aos momentos cômicos, que se fazem bem necessários e estão bem raros, visto que a dupla responsável por esses momentos hoje é um dos principais motivos de sofrimento de todo o fandom, descobrimos que o homem que lutou com a Sif precisa de Nitrogênio por algum motivo incerto. E ai, eu tive que rir de novo, com a May e o Coulson sugerindo que ele precisava do Nitrogênio para respirar e a Sif descartando essa hipótese já de cara e dizendo que aprendeu isso quando era criança. O motivo do Nitrogênio fica claro quando o homem aparece todo azul no hospital e usa o Nitrogênio para voltar a ter cor de 'humano'. Depois de, literalmente jogar a Bobbi longe, e derrubar a Skye, em meio a seu próprio terremoto, ele foge, mas logo Skye confirma o que muitos suspeitaram ao vê-lo azul, o homem é um Kree, um Kree por completo, e isso é muito legal, não para eles, é claro, mas ainda assim muito legal. E sabendo que ele é um Kree, Lady Sif pode dizer que Kava, significa chave em Kree, o que já é um passo a mais. A cara do Coulson perguntando se os Asgardianos aprendiam linguás inteiras alienígenas quando eram crianças foi ótima.

E então, chegamos mais próximos do que o Kree estava atras, do Obelisco, e é para onde Whitehall encontrou o Obelisco que eles vão. E quem está lá? Ele mesmo, o Kree. Que foi capturado com uma rede, que, creio eu, continha algum tipo da dendrotoxina mais letal que a Simmons mencionou. O Kree se chama Vin-Tak e, supostamente, veio ate a Terra para ajudar, o que não faz a Lady Sif confiar nele, e já me deixou com um calafrio na espinha. Então, como voto de confiança, ele toma a clava, responsável por apagar memorias, da mão do Coulson e trás Lady Sif de volta, e junto com aquela o seu,'Son of Coul', serio, ela já pode voltar quando quiser. Bem, o fato de agora eles saberem que o Kree veio mesmo ajudar, não ajuda tanto assim, pois ele veio a Terra para capturar e/ou por um fim a 'aberração' que o Obelisco liberou. Achei o máximo ele explicando, de forma simples e clara, que um Inhumano é um humano geneticamente modificado com DNA Kree, e que essas 'modificações' no DNA são ativadas quando expostas à Cristais Terrígenos. Mas a cada palavra que ele dizia, explicando como tais criaturas modificadas eram abominações, mas nervosa eu ficava, e acho que a Skye também, porque não demorou muito e lá estavam os terremotos. Muito angustiante o Coulson perguntando: "Skye, o que esta causando isso?" e ela respondendo "Eu estou!".

Mas o melhor, o auge de tudo, foi que, em momento algum o Coulson pensou que ela poderia ser
uma ameaça, não, ele e a May colocaram-se frente a ela e a defenderam, da mesma forma que o Fitz. E o Mack - mesmo que eu o deteste -, a Bobbi e o Lance, mesmo sem entender o que estava acontecendo, a defenderam também. E embora muitos estejam com raiva da Simmons, ela não ficou contra a Skye, o ressentimento dela e com o Fitz, e acredito que com relação a isso, ninguém deva se meter, apenas eles. Voltando a Skye, minha nossa, que medo que a Sif a machucasse, quando ela atravessou a espada pela proteção da cela, eu ate prendi a respiração. E a May, que antes era tão fria, foi tão mãe da Skye nesse episódio. E em meio a toda aquela agonia, eu dei um gritinho de 'não!!' quando a Skye pegou a arma a acertou nela mesma, pois, por um momento eu não havia notado que era uma ICE'r. E a Bobbi, gente, essa garota não pode ser má, eu não aguento se ela for, ela lutando com o Vin-Tak, mesmo sabendo que perderia e ainda assim, usando a própria clava dele para faze-lo perder a memoria. Definitivamente, quando eu crescer, quero ser uma Agente da S.H.I.E.L.D., cientista, mas ainda assim, uma Agente.

Achei bem legal a Lady Sif ter compreendido que o melhor para a Skye era ficar com aqueles que ela ama, e que eles podem sim ajuda-la a controlar o que quer que sejam esses poderes. Ri muito com o Kree indo embora totalmente perdido e sem lembrar de nada. E para finalizarmos, novamente não acho que haja tanto motivo para estarem odiando a Simmons, o Ward fez coisas imensamente piores e a grande maioria ainda morre de amores por ele. Sim, eu concordo que ela precisa parar de exagerar com a história de eliminar e odiar o diferente, ate porque, isso não condiz com a personagem dela, mas como eu já disse, a Simmons não ficou contra a Skye, em particular, o problema dela é com o Fitz, e diferente da maioria, eu não acho que ela o largou por ele ter 'mudado' ela estava seguindo ordens, a culpa desse afastamento é de ambos. Agora, que o Mack perdeu a oportunidade de calar a boca ao falar da Skye, a isso perdeu, e ainda essa foi a unica parte que ela ouviu. Já estou a vendo o Call sorrindo e falando que havia avisado que eles iriam ter medo dela. E como se esse drama todo não fosse o bastante, o Hunter ainda vai tirar satisfações como Mack e o que o Mack faz? Estrangula o coitadinho. Olha só Mack, se o Lance ficar com uma sequelinha sequer, com um machucadinho a mais, eu mesma entro na tela e uso uma arma alienígena, ou mesmo um estupefaça em você!

Por hoje é isso pessoal, espero que tenham gostado, não deixem de comentar e ate a próxima.

Segue a promo do 2x13 One of Us









0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...