5 de nov de 2015

Review| Agents of S.H.I.E.L.D. - S03E06 - Among Us Hide...


"Está de volta?"
"Sim, eu estou!"

Among Us Hide foi um episódio importante por diversas coisas, teorias confirmadas, volta a ação, mas principalmente porque com ele comemoramos o episódio 50 de Agents of S.H.I.E.L.D.. Quase nem dá para acreditar que a cinquenta episódios atras conhecíamos o grupo de Agentes que viriam a ser o grande time de hoje. É uma pena tantos terem desistido da serie ainda no começo, mas nunca é tarde pra recomeçar, bem como, todos merecem uma segunda chance... 

Quase não acreditei quando disseram que o Andrew estava vivo, pela expressão da May eu realmente achei que ele tivesse morrido. Ai, quando ela começou a falar com ele e ele responder, assim, de boas como se tivesse apenas tido um mal estar, eu fiquei tão feliz que só quando ele disse 'não sei como alguém escaparia vivo' foi que eu pensei que algo muito estranho estava acontecendo ali. Seguindo com a May, eu super entendo a raiva dela, mas criticar o Hunter e buscar vingança não fazer exatamente o mesmo que ele? Vamos com calma ai May, respira fundo e pensa melhor. Nem preciso dizer que ela não fez nada disso né, ao invés foi atras da Bobbi com tanta raiva canalizada que eu até fiquei um pouquinho brava. Mesmo sendo ótimo ver a qualidade da luta delas, não conseguia entender porque a May estava descontando tudo nela, pareceu aquela May fria dos primeiros episódios. Respirei aliviada quando ela disse "Então você pode lutar suas próprias batalhas", não faz isso não May, qualquer dia você infarta a gente. 

A equipe que o Coulson reuniu é ótima, mas vamos concordar que ver a May e Agent Morse andando pelos corredores trajadas para o combate chega até a dar frio na barriga, a forma nobre e um tanto soberba com que a Bobbi anda quando assume seu lado Harpia e a May toda cheia de 'se abrir a boca te mato só com o olhar' são sinais de que o que vem pela frente vai ser bom de mais. Ai, ai, um dia ainda me torno uma Agente da S.H.I.E.L.D. também... A unica coisa que faltou foi o Lance dizendo "Não morra la´", se eu fiquei esperando isso, imagina a Bobbi, já estava toda insegura com a história do pulmão não ter se curado por completo, ainda teve de ir sem o 'eu te amo' alá Hunter, ai, ai, ai rapaz, isso não foi bonito. Aliás, o Lance não estava normal, acho que o Coulson deixá-lo de castigo não foi uma boa ideia, primeiro ele sugere que o Fitz deveria deixar o Will no outro planeta, afinal o cara é "competição", como assim Lance, competição ou não é uma vida, o cara merece ser salvo, só não deve ficar com a Simmons, como gratidão pelo Fitz tê-lo ajudado, ele não deve se entrometer na relação FitzSimmons, seja ela qual for. E depois ainda usou um ICER e socou o Banks, é Lance, você precisa trabalhar essa raiva.

Porém, para chegarmos ao Lance socando o Banks, precisamos passar pela teoria da Skye e do Mack, que como muitos, acreditavam que Banks, o braço direito da Rosalind era o Lash. Sim, eu sei que a maioria já havia ligado muitos pontos e desconfiava/ acreditava com todas as forças que o Lash era o Andrew, mas vamos lá, a Daisy criou uma teoria bem logica, então ela seguiu o caminho mais... logico. Como é que eles iriam imaginar que o 'inimigo' estava debaixo do nariz deles. Enfim, Lance, Daisy e Mack vão atras do Banks, afinal se ele é o Lash, uma hora vai precisar se transformar certo? Talvez, o fato é que o cara ia entrar em casa e eles o perderiam, não querendo ser mais desocupado do que já estava, Lance Hunter, o cara que estava mais impulsivo que o normal, pegou um ICER, botou uma bandana, que não disfarçou muita coisa e atirou no Banks, o levando pra dentro do caminhão onde estavam espionando. Foi perigoso, mas eu ri muito da cara do Mack e da Daisy. Embora imprudente, a ideia dele foi sensata, 'congelou' o cara e agora eles poderiam testas o sangue dele e ver se ele era ou não Inumano, o problema, não havia equipamento médico no local, então o Lance, muito prestativo, deu um belo soco no nariz do pobre Banks e ainda disse "Ai está o sangue". Só o Lance mesmo para encontrar humor numa situação dessas. Nem preciso dizer que o resultado deu negativo né, Banks não é um Inumano.

Enquanto a pequena equipe da Daisy sequestrava o Banks, Rosalind levava nosso Diretor para um passeio, supostamente na base da UCAA. Não tenho certeza, mas acredito que aquele arrombamento na casa da Rosalind foi mais falso que as mentiras da Jemma na primeira temporada, eu só não sei qual é a dela em tentar agradar o Coulson, ela não pode pensar que ele é tão burro a ponto de não desconfiar do que ela esta fazendo. De qualquer forma ele colocou alguns pingos nos is e bateu o pé, dizendo que queria conhecer a instalação da UCAA e ponto final. Ao mesmo tempo, o celular do Banks recebeu uma mensagem e lá foram Daisy e cia para o local indicado, descobrindo onde a UCAA opera. Adorei o novo anão do Fitz, esse menino é brilhante, só que cada vez que vejo ele trabalhando sozinho ou a Jemma trabalhando sozinha, me dá uma saudade de FitzSimmons como uma unidade... mas não é hora de falar disso, o foco agora é o que a Rosalind faz com os Inumanos, o que ela pensa que é para jogar comida fora e ainda emblocar Inumanos em gelatina semi-solida!? Eles são pessoas, ela não pode tratá-los assim. Não vou dizer que a ideia de manter alguém 'adormecido' até que a cura para seu problema possa ser concluída seja algo ruim, mas no caso dos Inumanos isso é inaceitável, deveria ser escolha deles, como foi, supostamente, já que depois virou uma arma, a cura mutante. Não sair por ai capturando pessoas e impondo uma 'cura' a elas, e se eles não aceitarem, ela vai fazer o que? No entanto, acho que uma das coisas que mais chocou é que o Coulson estava assistindo ao lado da Rosalind, ok que ele não gostou do método, mas ele está muito condescendente para com ela. Ou ele está armando algo, ou está caindo na dela.

E finalmente chegamos a Bobbi e a May, ver a May disfarçada é sempre engraçado, dessa vez não foi diferente, lá estava ela, sendo a chinesa poderosa e tendo a Bobbi como sua assistente. Me diverti muito com ela falando Mandarim e a Bobbi traduzindo qualquer coisa que agradasse o gerente. Serio, eu queria muito ter acesso aos laboratórios da S.H.I.E.L.D. e poder mexer com essas tecnologias absurdamente legais que eles tem. Um simples coisinha destruiu todas as fechaduras dos cofres e nem mesmo fez barulho, sim, ativou o sistema de segurança, mas foi incrível de qualquer forma. Apenas tive dó da Bobbi, tadinha, estava tão insegura que nem mesmo lutar queria, um amor a diplomacia e rapidez dela em inventar algo, mas não adiantava a May estava cm 'sangue no zoio' e não ia sair sem uma luta. De novo não gostei dessa May mais fria, no entanto tudo o que ela disse ajudou muito a Bobbi, doeu o coração a carinha que ela fez ao dizer "Acha que o que o Ward fez foi só experiencia?" mas é, no final as palavras duras da May levantaram a confiança da Bobbi. Só para não dizer que não citamos o Ward, adorei ele falando que todos na S.H.I.E.L.D. o querem morto, mas não gosto muito dessa arrogância dele, ela costuma funcionar, mas não hoje. Também gostaria muito de saber quem é essa senhor a quem o Werner - pobre Werner - foi pedir ajuda, porque ele é um grande filho da mãe, já não fui com a cara dele. 

Continuando com a May e a Bobbi, quase tive um treco vendo a luta da Bobbi se conduzir a piscina, na hora pensei - e gritei também -  sobre o pulmão dela, que agonia quando aquele maldito segurou a cabeça dela embaixo da água, eu já estava aos berros pedindo pra May salvá-la. Como fui boba, por favor né, é a Harpia ali, ela conseguiu pegar os bastões, bateu nele e ainda o eletrocutou. É Marvel, está na hora de fazer uma linha de produtos para meninas, porque heroínas é o que não faltam. Enquanto a Bobbi lutava do lado de fora, a May acabava com todos do lado de dentro, me deu dó do Werner quando ela o desamarrou e perguntou do Ward, o menino caiu de para-quedas na história, ele não tinha a menor chance de fugir, muito menos de cumprir a missão, Ward está começando a perde o controle sem nem perceber, deveria ouvir a história do menino e depois ver o que fazer. Bom, foi o jovem Werner quem acabou com todo mistério e contou o que aconteceu com o Andrew no dia da explosão. Comprovando a teoria de muitos, vimos as memorias do rapaz e acompanhamos a transformação, perfeitamente controlada, de Andrew Gardner em Lash, vimos também que ele próprio explodiu o local para, acredito eu, manter a farsa de bom terapeuta e ter acesso aos Inumanos. 

A revelação de que o Andrew é o Lash explica porque ele não machuca a Daisy, explica porque ele sabe onde os Inumanos estão e quais seus poderes, já que ele tem acesso aos prontuários e tudo mais, só não explica como ele define quem vive e quem morre, nem se ele já era Inumano - já que tem total controle dos poderes - ou se virou Inumano a pouco. Também queria muito saber porque ele tem tanto ódio do Lincoln, ele nunca chegou a conversar com o rapaz. Pode ser apenas mais uma teoria, mas acho que vão explicar a raiva dele pelos Inumanos por causa do que aconteceu com a May e a menininha Inumana no Bahin. O que nos resta agora é esperar, ansiosamente, pelo próximo episódio e ver como isso tudo vai terminar. Por hoje é isso pessoal, espero que tenham aproveitado e até a próxima *-*
Segue a promo do 3x07 - Chaos Theory 




   

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...