19 de nov de 2015

Review| Agents of SHIELD - S03E08 - Many Heads, One Tale


" Você mergulhou num buraco pelo Universo por mim"

Episódio dinamico, cheio de reviravoltas, momentos de tensão e... o tão aguardado beijo FitzSimmons, há tanta coisa pra falar sobre o episódio mas a primeira coisa que vem em mente é, o beijo. Talvez tenha sido a coisa mais bobinha do episódio, mas foi o momento mais esperado do mesmo. Que coisa fofa esses dois, que nenhuma nova maldição caia sobre eles.

Já começamos com o Ward mostrando-se cada vez menos recuperável. Sim, ele é o cara, luta pra caramba, é inteligente, bonito e tinha tudo pra voltar pra S.H.I.E.L.D. e ser um excelente Agente (até o meio da segunda temporada ), mas é, agora não tem mais jeito, ou vira um cabeça da Hydra e tenta viver por conta ou vai morrer mesmo. O que é uma pena, não pelo personagem, mas pelo ator que tem um carisma e tanto. Devo confessar que não fiquei muito interessada no que havia no tal cofre da família do Werner, mas ver o Ward batendo em todos aqueles caras, usando a bandeja como escudo, me levou ao primeiro episódio, com ele lutando pela S.H.I.E.L.D., durou pouco né, até ele começar a torturar os caras, quase tive um treco quando ele ligou aquele maçarico para usar na tortura. Que é isso rapaz, e ainda matar o moço lá porque ele falou. Detestando ainda mais o verdadeiro Ward.

Mack fazendo o que todos queríamos ao confrontar o Coulson, ele perguntando "o senhor está dormindo com ela" e ainda completando com aquele, isso é real ou apenas um jogo. É Mack, representou a todos nós, e a expressão do Coulson dizendo "Isso não é da sua conta" foi boa de mais. No entanto, eu ainda não sei se ele se apaixonou pela Rosalind ou só estava montando uma estratégia ou ambos. Como o próprio Mack disse depois do Coulson revelar o plano de invasão a U.C.A.A., isso só nos deixa com novas dúvidas. Falando nesse plano de invasão, eu adorei, a May dizendo que queria levar o Lincoln com ela, foi tipo treinador em inicio de jornada 'Pikachu (pelos poderes dele serem elétricos) eu escolho você', a cara de susto dele foi engraçadinha. Outro ponto alto nesse plano de invasão foi a volta da Daisy as origens, simplesmente adoro vê-la hackeando sistemas, quando é a U.C.A.A. então, eu vibrei. E como não amar o Mack fingindo ser do FBI e o Lance sendo o cara do TI. Adorei a senha dele ser "Deus salve a Rainha", esses britânicos de sotaque maravilho, patriotas e tomadores de chá. 

E ai entramos na Roz (só eu mostrei a língua quando o Coulson à chamou assim?), lá estava ela toda animadinha na base, sem nem desconfiar que o Coulson havia roubado os dados do celular dela, acreditando que não foi intencional a quebra de sistema que a S.H.I.E.L.D. causou na base da U.C.A.A., e eu pensando que eles ficariam lá, flertando e nada sairia daquilo, até que o Coulson a levou para uma das salas de contenção e trancou-se lá dentro com ela. No mesmo momento em que a Bobbi descobria que não haviam Inumanos na sede da U.C.A.A., que eles não estavam trabalhando para uma cura, mas que haviam centenas de vidros de Óleo de peixe no laboratório. E com isso venho uma das bombásticas descobertas do episódio, eles não estavam atrás de uma cura, eles estavam criando um exercito, a questão é, porquê? Bem, esperávamos que a Rosalind pudesse responder isso, mas, ao que parece, ela está igual mulher traída, sempre a última a saber. Se ela realmente não sabia que o Gideon Malick, o carinha da Hydra que tentou matar o Ward no começo, era da Hydra e que queria montar exercito ou se ela finge deveras bem, é algo que só descobriremos, espero eu, nos próximos episódios. 

Antes de finalmente falar de Fitz e Simmons, aqueles lindinhos, preciso comentar que a Bobbi lutando com aquele cosplay do Magneto foi de tirar o fôlego, eu já estava quase cobrindo os olhos pra não ver ele usar os bastões contra ela, quando o Lance deu uma marretada na cabeça do cara. Cômico e fofo, esse é o Lance. E claro, falar o quanto doeu ver a May pedindo desculpa pro Lincoln em nome do Andrew, eu me diverti com ele tendo medo dela e falando sem parar, mas ai ela pediu desculpas e eu fiquei com um aperto enorme no coração, pobre May, em outra encarnação deve ter sido mãe do Leo e da Jemma, porque esses três não tem sorte viu. Ai você se pergunta, como assim não tem sorte, eles se beijaram não foi? Foi sim, mas vamos aos detalhes antes de comemorar né.

Primeiro, eu torci de mais pra iniciativa ser do Fitz, e quando realmente foi, gente, gritei muito aqui, porque foi totalmente diferente dos momentos fofos e clichês que a maioria de nós imaginou. Foi tipo o beijo Rony e Hermione, todos queriam ver acontecendo, todos sabiam que ia acontecer, mas foi quando menos se esperava. Eles estavam discutindo, ela estava gritando com ele por ser tão compreensivo e por não poder sair daquela situação sem ferir alguém e ele estava gritando com ela no mesmo tom (mais alto né, porque a Jemma mesmo gritando continua com a voz suave), dizendo que estava sim com raiva, mas não dela. Ela soltou um duvidoso 'sim' a pergunta se amava o Will, e ai o Fitz começou a superestimar o cara e ela me grita que foi ele, Fitz, quem atravessou o Universo atrás dela. Então ele beijou ela e em seguida ela o beijou de volta, o segundo beijo foi mais doce, mais fofo, totalmente FitzSimmons. No momento seguinte, Fitz resume a situação deles ao se afastar, dizendo: "Nós estamos amaldiçoados". Como todo momento FitzSimmons, após todo drama do momento, acho que até eles ouviram os gritos dos fãs, a Simmons me olha para baixo e encontra as respostas para tudo o que estavam procurando.

E é nesse momento, não exatamente nesse momento no episódio, mas pra ficar mais estruturalmente bonitinho, será nesse momento, que, após o Ward ter explodido, desnecessariamente, a porta de um avião cheio de gente, e fazer uma entrada triunfante no tal cofre dos Von Striker, ouvir que ele pode ser a segunda cabeça da Hydra do Gideon em pessoa, é que a S.H.I.E.L.D. mostra mais uma vez que tudo está conectado e a aula de história mais sinistra da história começa. A Hydra não começou na Segunda Guerra Mundial, mas sim muito antes disso, após o nascimento de um Inumano, que foi banido pra outro planeta, supostamente a 'coisa' do planeta onde a Jemma estava, então, homens e mulheres são mandados para ele através do portal, seja para alimentar, seja para formar um exercito, enquanto na Terra, a hoje chamada Hydra, espera pela volta de seu líder. Toda essa história sendo contada enquanto a Jemma mostra ao Coulson e aos outros as imagens que evoluíram até formar o logo atual. Não bastasse a assustadora e interessante aula de história, o Gideon se ofereceu para ajudar o Ward a derrubar a S.H.I.E.L.D., igual lobo mal derrubando a casa dos porquinhos, a única coisa que ele queria em troca era saber como a S.H.I.E.L.D. conseguiu trazer alguém de volta. Isso parece um final terrível? Acredite, fica pior quando o Ward entra na salinha onde a caixa de contenção do Andrew está e fala que quer 'ligar' o monstro dentro dele, tudo isso pra ver a May sofrer. 

Finalizando, alguns questionamentos que podemos fazer: A Rosalind realmente não sabe de nada? A U.C.A.A. sabe quem a S.H.I.E.L.D. trouxe de volta? Eles irão atrás da Jemma, já que ela quem voltou e do Leo, visto que ele quem descobriu como trazê-la de volta? Ou eles irão atrás da Daisy já que ela manteve o portal aberto e também é a Inumana principal da serie? O Will é um cara bom oferecido em sacrifício ou um cara mal que aceitou o sacrifício? A coisa, que agora sabemos ser um Inumano, tomou o Will? O Will ainda é humano? Ele mesmo tornou-se/sempre foi a tal coisa? Eles vão conseguir salvar o Andrew antes que ele se torne de vez o Lash? Qual tragédia aguarda FitzSimmons? Só assistindo e preparando-nos para os mini ataques cardíacos que nos aguardam nos próximos episódios. Por hoje é isso, espero que tenham gostado, ate mais *-*

Promo 03x09 - Closure 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...