23 de nov de 2015

Review| The Blacklist - S03E08 - Kings of the Highway


"Elizabeth Keen, você está presa"

Foi um bom episódio? Foi, mas eu esperava algo mais dramático, mais elaborado, mais sofrido. Eu sei que as vezes o simples é melhor e que a sorte favorece alguns não merecedores as vezes. Mas não consigo aceitar que o Red tenha sido preso por um bando de, como diria meu pai, Zé ruela. Aquela gangue de estrada não deveria ter a menor a chance com o Red e ele apanhou, foi capturado e não conseguiu fugir. Qual é ele fugiu de lugares de segurança máxima, ele matou aquele carinha, na primeira temporada, com um prego, e não conseguiu fugir desses babacas. Desculpe, inaceitável.

A princípio eu cheguei a pensar que tudo fosse um plano do Red, quando a Lizzy saiu e não encontrou ele. Mas porque no mundo ele largaria a menina sozinha no meio do nada, sem saber ao certo pra onde ir. Só que não havia outra explicação para o sumiço dele. Sorte que a Lizzy nem cogitou pensar em abandono e foi logo ligando pra Samar, pedindo ajuda para encontrá-lo. Posse não ter gostado dela estar com o Ressler, mas ela foi muito amiga e leal ao Red ao rastrear o celular dele e não contar ao Ressler. Bom, toda desconfiança de plano desapareceu da minha cabeça quando a Lizzy falou com o Dembe, deixando-o nervoso, quando a Lizzy encontrou sangue no carro então, me deu uns cinco tipos de angustia, tudo que meu cérebro conseguia enviar era: "Ele foi pego pelo Cabal!".

Fato que, mesmo tenso e preocupante seria imensamente melhor do que os verdadeiros sequestradores. Não sabia se ria, chorava ou gritava com o Red. Um homem do nível dele não podia ser capturado por uma gangue com problemas psicológicos chamada 'Kings of the Highway'. Mas foi né, fazer o que, golpe de sorte. E lá fui eu fazer papel de boba ao pensar que ele daria uma surra nos sequestradores, desestabilizaria as mentes instáveis dos membros da gangue e ainda fugiria com o carro deles. Pois é, Raymond Reddington, o fugitivo mais procurado do FBI a décadas, não fugiu e ainda apanhou um pouquinho. Nessa hora a Lizzy quem salvou o momento descobrindo sozinha como encontrá-lo, e metendo a cara em um disfarce improvisado para chegar até a gangue. Acredito que essa foi a melhor parte do episódio, a Lizzy fazendo de tudo para salvar o Red. O restante, com exceção do Tom, porque o Tom foi brilhante, foi uma grande conspiração de desgraças e traições, no sentido real da coisa.

A começar pelo Aram, meu querido e fofinho Aram, a quem eu tanto elogiei e defendi, que tinha tudo para trabalhar com o Red um dia, acabou entregando a localização da Lizzy e do Red por ciúmes da Navabi. Ok, eu sei que deve ter sido duro pra ele, embora a maioria diga o contrário, ela deu sim esperanças ao Aram, mas entregar a Lizzy e o Red depois de tanto protegê-los, só para atingir a Samar, foi baixo demais para o personagem, desnecessário até, sem contar que acabou com a demissão da Samar. Não sei, mas não acho que ela tenha ligado pra Lizzy avisando do restaurante, ainda penso que foi o Cooper. Falando em Cooper, o coitado descobre que não está morrendo, é rebaixado no FBI por agir dentro da Lei e quando tudo parece bem, descobre que a Charlene o traiu com o vizinho. É desgraça de mais na vida do coitado. Como desgraça pouca é bobagem, no momento em que o Red finalmente reagiu, depois de ser interrogado pela sádica louca da gangue, o revolver do outro membro da gangue não funcionou como deveria e o Red foi recapturado, ao mesmo tempo que o Ressler divulgava as fotos da Lizzy e do Red nos meios de comunicação local, com um premio de 2 milhões por eles.

Novamente, Elizabeth Keen salvou o momento lutando com o outro cara da gangue, levou uns tapas e quase foi afogada na pia, em contrapartida deu uma panelada, uma surra e dois tiros nele. Muito bem Lizzy, papai Red ficará orgulhoso desse feito. Ou ficaria, se ela não tentasse negociar com os outros membros da gangue que não estão nem ai pro que ela 'capturou'. Ok, um deles estava. E foi nesse já perturbado membro que Red fez seu trabalho psicológico, um trabalho muito bem feito, diga-se de passagem, que levou o membro mais jovem a matar o líder e aceitar um acordo, o membro capturado pela Lizzy pelo Ray e mais uma quantia em dinheiro. É ai que entra o Dembe e o pacote de socorro que o Red o mandou buscar. Eu não sei o que tem no pacote, mas não acho que seja dinheiro, pois dinheiro o Red tem até pra queimar, poderia facilmente substituir o que tinha na maleta. Tudo que foi dito é que eles precisavam disso para exonerar a Lizzy e ele não ficou nada feliz por ela oferecer isso para salva-lo. 

Antes do trágico desfecho final, vamos falar do espetáculo que é ver o Tom em cena nessa temporada. Enquanto todos os demais faziam alguma merda, Tom e Cooper entravam em acordo sobre o que fazer com o Karakurt, que parece ter aceitado seu destino, ou apenas notado que tem mais chances de sobreviver com o Tom do que com o Cabal. Seja o que for, a fuga deles foi ótima, o Cooper dirigindo feito um louco e derrubando os dois motoqueiros, deu até pra esquecer que o Red foi sequestrado por um grupo de manés. No entanto, quem roubou a cena foi o Tom, o que foi ele pegando um pedaço qualquer de metal, esterilizando com fogo e abrindo o peito do Karakurt para retirar o rastreador. Aquele grito doeu em mim. Cheguei a dar pulinhos de alegria quando o Solomon descobriu o rastreador estava na coleira do cachorro e não mais no Karakurt. Grande Tom, umas mil vezes melhor que o chato do Ressler. Claro que deu dó do Cooper, nomeio de toda essa bagunça, ainda descobrir que a esposa o traiu e que estavam indo para a cabana do amante. Posso estar enganada, mas acho que o Solomon tem uma leve noção de para onde eles estão fugindo. Tomara que eu esteja errada.

Agora sim, vamos ao trágico desfecho. Lizzy entregou a maleta e o 'refém' em troca do Red, tudo parecia super bem, eles perderiam a maleta mas poderiam recuperá-la em breve, a Jilly sádica e perturbada já havia liberado o Red e dado a ele o carro, quando assim, não mais que de repente, um milhão de carros de policia cercaram a Lizzy e a gangue. Nem preciso dizer o quanto eu gritei, gritei pra soltarem o Dembe, que fez de tudo pra proteger a Lizzy e acabou preso, gritei quando um policial suspeito pegou a maleta e não pareceu levá-la ao Ressler, gritei porque no meio da confusão a superiora do Ressler, que eu esqueci o nome, foi falar com a loira que colocou o Peter na força tarefa, e a maldita atirou nela, porque ela também é do Cabal, mas principalmente, eu gritei porque o Ressler estava perseguindo a Lizzy e ele começou a se aproximar cada vez mais e acabou derrubando ela e ela não conseguiu fugir. Isso foi quase mais revoltante do que o Red ser sequestrado pelos babacas mentalmente instáveis. Como a Lizzy foi presa pelo Ressler? Como?? Vamos lá Lizzy, você ainda tem mais um episódio para dar um grande chute na cara dele e fugir. Estou contando com isso, ela não pode ser presa, não agora com tão poucos amigos dentro do FBI.

Enfim, só esperando né... E aqui temos uma pequena, grande divergência, na promo o próximo episódio será apenas dia 07 de janeiro, sim, só ano que vem. Porém, tem um episódio listado para dia 26, essa semana ainda. Torcendo para a segunda ser a correta. Por hora é isso pessoal, até mais *-*

Promo 2x09 -  The Director, Pt.01



     

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...