3 de dez de 2015

Review| Agents of S.H.I.E.L.D. - S03E09 - Closure


"Eu apenas... eu não sou forte o bastante para viver em um mundo sem você."

Não sei como meu pobre coraçãozinho vai aguentar a mid season e esperar até o retorno. Ainda bem que tem Agent Carter pra alegrar nosso hiatus. Entretanto, antes de pensar em hiatus, já que ainda temos mais um episódio antes dele, me pergunto como minha mente conseguiu sair estável depois desse episódio. Se ver a Bobbi ser torturada na season finale passada já foi doloroso, ouvir a Jemma sendo torturada foi insuportável.
Mas vamos com calma e começar pelo começo, Rosalind. O que foi esse começo, estava lá achando fofo os sorrisos bobos no rosto do Coulson e dela, eles jantando hambúrguer a luz de velas, quando BAM, um tiro atravessou a janela e ela ficou em silêncio de repente. Achei que fosse preparação para contra atacar e quando me dei conta o Coulson já estava com ela nos braços pedindo pra ela respirar, não acreditei que ela estava morrendo, fiquei ate esperando ele acordar gritando. O que aconteceu, ao invés disso foi uma ligação do Ward tripudiando a morte da Rosalind, deixando bem claro que problema dele era pessoal e aquilo havia sido uma mera vingança. Qual é Ward, você ia matar a May e atirou na mulher errada, assuma isso de uma vez, foi culpa sua, não do Coulson ou da May, foi culpa sua! Para piorar, um bando de matadores estava a espreita, prontos para atirar em qualquer pedacinho do Coulson que viessem. Gritei até ficar rouca pra ele bater em todo mundo e correr, porque se as balas daquela arma acabassem... sorte o Mack ter chegado bem na hora. Tudo isso, antes mesmo do nome do episódio. Serio, estou com medo do próximo episódio. 

Na sequencia, até entendi que o Coulson estava com raiva, meio louco, mas 'interrogar' toda equipe original pareceu exagero, só pareceu, porque no fim teve um excelente propósito. Só que dizer que a Simmons se sentiu atraída pelo Ward foi meio forçado, ainda mais depois dela ter afirmado que o Fitz era o verdadeiro herói em FZZT. Tive quase a mesma reação do Coulson ao ver a Skye toda compreensiva com a situação do Ward, só me acalmei quando ela disse que jamais o perdoaria. Espero que não perdoe mesmo, ainda mais depois do que ele fez com a Jemma. Falando em Jemma, achei mega arriscado o Coulson deixar FitzSimmons irem ate a tal Estrela Distante em busca de pistas, sim o Banks foi junto e uma porção de 'guarda-costas' também, mas, por favor, não passou pela cabeça dele que poderia ser uma armadilha, ainda mais depois do Ward ter falado do portal? Também achei desnecessário a forma como o Coulson tratou o Lance, foi uma missão que deu errado, já aconteceu com todos. Machucar um dos seus não vai mudar isso, quase torci pra Bobbi dar um tapa na mão dele, acho que só ela percebeu que a irresponsabilidade do Coulson naquele momento. 

Quem diria que o substituto do Coulson seria o Mack, achei uma boa escolha, ainda mais quanto tudo saiu do controle e ele liberou os Guerreiros Secretos pra ação. Voltando a Fitz e Simmons, acho que o momento fofo do beijo episódio passado não foi bom, porque adiantaram a desgraça que sempre acontece com eles no final de temporada para agora. Só não entendi o Cosplay do Magneto, ele não controla metal e apenas metal? Então, como foi que ele controlou o Banks todo? Nem com uma quantia exagerada de ferro no organismo ele conseguiria isso... Enfim, o fato é, a Hydra capturou FitzSimmons quase sem esforço algum, e ainda mataram o Banks. Enquanto isso, o Coulson e o Lance discutiam sobre como se assalta um banco, e eu me perguntava, o que? Questionamento esse que durou pouco tempo, visto que o Cosplay do Magneto largou Fitz e Simmons justo aos pés de Grant Ward, que ainda me veio com aquele: "Não me culpem, foi ideia dele". Palhaço, vontade de atravessar a tela e bater nele.

Já a Jemma, se já era imprudentemente corajosa - para quem lembra, ela pulou de um avião e também se jogou na frente de uma bomba - depois de passar meses em outro planeta, voltou ainda mais corajosa e imprudente, adorei ela enfrentando o Malick e a cara de surpresa do Ward. Já desconfiava que eles sabiam abrir o portal, o Malick precisar mais da Jemma que do Leo foi apenas a confirmação de que ele só não sabia como voltar. Então, novamente eu quis atravessar a tela e praticar a maldição cruciatus no Ward, maldito sugerindo que separassem FitzSimmons. A reação do Coulson, ele só não quebrou nada além do celular porque estavam em um avião, e eu continuei pensando porque invadir um banco, até que o moço falou "Como você me achou?" e eu pensei 'Não, esse ai é o Thomas Ward!'. Muito bem Coulson, não a favor de usar inocentes como moeda de troca, mas o Ward estava com suas 'crianças' então você pegou a dele. Olho por olho, dente por dente.

Sabe aquele momento em que uma cena te faz visitar outro lugar? Foi o que a tortura da Jemma fez comigo, eu me senti voltando às Relíquias da Morte, no capitulo da Mansão dos Malfoy, quando a Bellatrix está torturando a Hermione e o Rony está preso no porão sem poder ajudar. Foi muito igual, com a diferença que o Ward, diferente da Bella estava torturando psicologicamente o Fitz enquanto aquele maldito controlador de metais, em quem o Lincoln já pode usar um investida trovão, torturava a Jemma. Como eu já disse, a tortura da Bobbi já foi terrível, mas sabíamos que ela daria uma surra nele, com a Jemma não, não importa o que ela faça ou o quanto ela amadureça, aquele jeitinho meigo dela sempre vai vencer e nos matar do coração, prova disso foi que nem precisamos ver a tortura pra sentir a dor dela, só aqueles gritos já machucaram. Ainda na onda Harry Potter, sabe quando a Bellatrix fala que o Harry precisa querer usar a maldição cruciatus, então, Ward deu uma aula grátis de como querer praticar tal maldição nele, se bem que, raiva justificada não causa dor... Enfim, na hora em que ele disse ao Fitz: "Estou curioso para saber o que é pior pra você, aqueles momentos em que a Simmons grita ou a longa pausa em que ela não grita", se alguém não teve vontade de soca-lo, sentiu uma raiva muito grande, acho que precisa de um terapeuta, porque não odiar o Ward nessa hora não é normal.

Me senti um pouco má, mas me deu uma alegria enooorme ver a cara do Ward quando o Coulson mostrou o Thomas amarrado e o Lance com uma arma apontada pra ele, e ainda desligou o telefone na cara do Ward. Foi muito bom, porque acho que o Coulson não machucaria o rapaz. Muito embora fiquei com o pé atrás por um momento, todo mundo é ruim naquela família, já estava esperando o Thomas pegar uma arama e sair atirando em todo mundo. Mas não, nem mesmo ele ama o irmão, nem ele, o caçula - acho que era o caçula, já que ninguém fala da irmã - acredita no Ward. Ele falando da infância sofrida e do trauma do Ward joga-lo no poço, ao menos isso foi verdade. O Thomas, se não estiver mentindo, é o outro lado da moeda, sofreu com os pais e o irmão, ficou traumatizado, e escolheu ser bom, se responsabilizar pelos próprios atos e não culpar ninguém, bem diferente dos irmãos mais velhos. A conversa dele com o Ward foi muito tensa, falando que ele fugiu do Grant porque não queria se machucar, e mesmo assim o Ward não assume os erros, sempre buscando culpados e justificando as crueldades por um 'bem maior'. Foi ótimo vê-lo notando que o Coulson estava rastreando a ligação. O grande problema disso foi que a Jemma teve que pagar o pato, sendo novamente torturada pelo próprio Ward.    

Como eu me adiantei, nem tem graça dizer dizer que a primeira providencia do Mack como Director foi liberar os Guerreiros Secretos, mas tem graça dizer que o discurso de motivação dele foi excelente, go Mack! Salve nossos gênios, se a coisa voltar, depois vocês derrotam ele, mas traga Fitz e Simmons e o Coulson de volta. E caso aquele bombardeio ao avião tenha machucado Lance e Bobbi, traga eles pra casa também! De volta a Inglaterra, onde, ironicamente a Jemma cresceu e também foi resgatada, eu não sei se acho lindo ou imprudente o Fitz ter se oferecido para atravessar o portal se eles deixarem a Jemma em paz. Sabe, ela ainda não esteve nessa situação, mas acho que se a tortura passasse a ele e ela tivesse que assistir, ela faria o mesmo por ele. Infelizmente o Ward os conhece bem e sabia disso. Não tenho tanta estrutura assim, pra vê-los se despedindo e não sentir uma dor grandiosa no coração. Não sei porque ainda dizem que o Fitz esta na Friendzone, amigos, ele não está e se voltar pra ela é porque quis, porque a Jemma já sabe e deixou isso claro, ela gosta do Will, muito, mas o amor, a pessoa com quem ela quer estar é com Fitz. Aquele "Apenas volte pra mim." foi a coisa mais linda, ela nem pensou no Will, ela quer que ele, Fitz, volte. Nem quando ele disse que traria o Will ela esboçou reação, ela só respondeu com um "Apenas não traga aquela coisa de volta". 

E por fim, o portal foi aberto, Mack esta com uma equipe de resgate, vindo com tudo, Jemma é a garantia de que o Fitz faça o trabalho assim como o Fitz é a garantia de que ela fique quieta, Bobbi e Lance estão meio ferrados e o Coulson resolveu praticar salto ornamental e mergulhou direto no portal, nos deixando roendo as unhas para o próximo episódio. E nessa hora eu só agradeço por ter mais um episódio antes do hiatus. Já imaginou, esperar ate março sem respostas. Não que eu acredite que o próximo episódio vá terminar com uma conclusão, provavelmente não irá, mas estou feliz por ter mais um de qualquer forma. Por hoje é isso, espero que tenham aproveitado, que estejam todos bem depois de Closure, e não deixem de compartilhar conosco suas ideias e teorias. Até a próxima semana *-*

P.S.: Mais alguém sentiu um frio na espinha quando o Fitz disse: "A única coisa que vou trazer de volta é o Will"? Pode ser paranoia minha, mas desconfio muito que a 'coisa' seja ele. 

Promo 3x10 - Maveth

  





 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...