7 de dez de 2015

Review - Supernatural S11E08 Just My Imagination

Bem o episódio dessa semana foi dirigido pelo Richard Speight, nosso Gabriel ou como queiram Trickster. 
Já dá para imaginar que não seria um episódio comum.
Se você acha que já tinha visto de tudo em Supernatural, enganou-se, faltava os amigos imaginários. 
O amigo imaginário que Sam teve quanto tinha 9 anos.
Tudo começa com o assassinato do amigo imaginário de Maddie, Brilhinho e Sully procura a ajuda de Sam. 
Alguém mais ai se identificou com a forma com que Sam acordou? 
E o que podemos dizer do Dean de hobby, pantufa e cabelos espetados/desarrumados?
Além disso do momento "pai" vá já para a biblioteca Sam! Onde ele teve que baixar a cabeça como um "cachorrinho" abandonado e ir.
Na verdade os amigos imaginários são chamados de Zannas. Criaturas que guiam e protegem crianças perdidas. Aparece intencionalmente como parte da imaginação da criança. permitindo para que ela cresça confiante quando não precisar mais de orientação. 
Estamos tão acostumados em ver Sam e Dean como agentes do FBI que o disfarce dessa vez de terapeutas de crianças traumatizadas foi cômico ao mesmo tempo bem estranho. 
Com a ajuda de Sully eles conseguem ver o cenário de terror no quarto de Maddie. 
Uma amiga imaginárias sereia é morta e seu namorado que toca guitarra imaginária é ferido. Weems consegue ver quem o atacou e como fugiu.
Weems conta para Sam que ele partiu o coração de Sully. Eram para fugir, cair na estrada. Até que John o chamou para uma caçada e Sam desistiu de fugir da vida de caçador. 
O chamou de amigo de mentirinha e que não era real, não precisava dele e não sabia o porque o tinha inventado e queria desinventá-lo. 
Na verdade Sully foi bem importante na vida de Sam, nos momentos que ele mais precisou foi a companhia que ele não teve. 
 Alguém notou que foi nessa viagem que Sam levou os legos que futuramente foram parar na ventilação do impala? 
Sam se sentiu na obrigação de se desculpar com Sully e descobriu que ele sabe de toda sua trajetória pois o tem acompanhado. 
Ele se sentiu confortável em dizer que libertou a Escuridão, que vão dar um jeito de pará-la, que acha que Deus está tentando ajudar e que não sabe se consegue fazer o que Ele quer. 
Pois tem a jaula no Inferno onde Lúcifer está preso. E acha que Deus quer que ele volte para lá. 
No final das contas a responsável pelas mortes era Reese que acusava Sully de ter matado sua irmã gêmea. Na verdade foi um acidente. 
Reese e sua irmã gêmea foram as primeiras crianças depois que Sully errou com Sam. Sully se culpa pois nunca podia ter deixado Audrey ir atrás dele para rua na brincadeira de pega-pega. Não viu o carro, por isso nunca mais trabalhou com criança por medo de machucar. 
Depois disso quem sofreu foi Reese que dizia que o homem invisível matou Audrey e teve que passar por 10 psicólogos diferentes.
 Sempre se perguntou se Sully era real e foi estudar na Romênia e descobriu sobre os Zanna e conheceu uma bruxa que vendeu um feitiço para vê-los e deu a faca para matá-los. Tudo acaba bem quando Reese se entende com Sully. 
A principio esse episódio me soou bem idiota, perdão da palavra. Mas me surpreendeu pelos pequenos detalhes, ainda mais que mostrou flashs da infância de Sam. 
Gostei principalmente de como ele poderia ter mudado de vida, ter fugido, mas o "negócio de família" falou mais alto na última hora. 
Mas parece que a Mid Season Finale reserva para os hunters fortes emoções, afinal temos uma decisão importante de Sam e a jaula de Lúcifer. Dean não quer de jeito algum que Sam volte para lá, mas tem outra opção?
E a julgar pelas fotos promocionais abaixo...

Promo Próximo Episódio
Episode 11.09 - O Brother Where Are Thou
Mid Season Finale










0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...