5 de mar de 2016

Review| Agent Carter - Hollywood Ending (Season Finale)


"Aprendi que imaginar o que poderia ter sido... Não é o jeito de se viver"

Eis uma excelente season finale, teve humor na medida certa, drama, um pouquinho de romance e bastante ação. A história da Isodyne foi resolvida, a temporada teve um bom final e deixou um gancho muito bom para próxima temporada. Agora só falta a ABC renovar e fazer a alegria dos fãs.

Adorei o começo dizendo: "60 segundos antes", Peggy toda disposta a atirar no Thompson para proteger o Jason e ele crente que ela não atiraria, eu também acho que ela não atiraria, mas se de tomar a iniciativa, essa é nossa garota. Ainda que ela não precisou atirar, nem o Thompson detonar a bomba, afinal o Jason explodiu a matéria zero dentro dele jogando todo mundo longe, e por um momento, por terrível momento realmente pensei que estava certa desde o começo e o Jason tivesse tido um final terrível e doloroso. Eu estava errada e ele não só sobreviveu como se libertou da matéria zero, o Vernon só os roteiristas sabem, o problema foi a Whitney absorvendo ainda mais matéria zero e ficando um tantinho mais louca. Impossível não rir deles correndo desembestados com a Whitney gritando que sabia para onde eles iam e que era questão de tempo até ela os encontrar, então o Jarvis chega com tudo e a atropela. Howard todo preocupado por atropelar uma mulher duas vezes indicada ao Oscar e o Samberly todo orgulhoso por ter chegado a tempo com o carro.

Tadinho do Jason, todo nervoso por ter apontado a arma para Peggy e o Howard, bem sem noção, diz que isso é normal, a vida da Peggy sempre está em perigo. E nesse reencontro e explicação da 'infecção' que é a matéria zero, até fiquei com dó do Joseph, ele é um cara apaixonado, não é, e ver a Whitney toda estranha, meio possuída, deve ser bem difícil. Achei a nona dele uma graça, dizendo que se a Whitney falasse daquele jeito com ela, ela cortaria a língua da moça. Ao menos ele seguiu um dos conselhos da avó e foi fazer um 'pacto' com a Peggy. Novamente, por um momento, meu coração deu um salto errado ao ver o Manfred apontando uma arma para o Jarvis, devido ao histórico dele, realmente pensei que ele estava ameaçando o Jarvis e tinha pego todos de surpresa, ai ele e o Howard começaram a falar coisas sem sentido e terminaram se abraçando. É claro que o Howard tinha que ser amigo de um cara assim, a expressão no rosto do Jason representa uma legião de fãs e também a Peggy e o Jarvis em relação ao Howard. Ele é uma graça, mas tem umas ideias que lha. O importante é que eles tinham algo em comum agora, deter a Whitney, por motivos diferentes, mas ainda assim, detê-la. E quem teve a ideia brilhante e não boa intencionada de roubar os planos da Whitney? Ele mesmo Howard Stark.

Então, lá foram Peggy e Sousa correr o risco de serem sugados pela Whitney e invadiram, com a ajuda do Manfredi, o quarto com as formulas e anotações da mulher. Coitado do capanga do Manfredi que além de apanhar contou o que não devia e quase morreu de medo da Whitney. Só não entendi como conseguiram terminar os cálculos e formulas antes da Whitney, mas acredito que o seis que o Sousa trocou por oito em um dos resultados dela tenha contribuído bastante. Isso e o fato de serem três cientistas com materiais disponíveis e uma equipe de apoio contra uma única garota um tanto perturbada. Um sarro os três brigando pelo titulo de melhor cientista e pelo nome da nova maquina então entra a Peggy infla notavelmente o ego já grande dos três e ainda decide o nome da maquina, que agora se chama Gerador de Fenda, bem original Peggy, bem original. E como não citar o Thompson tentando ser útil e a Peggy o mandando anotar os pedidos de jantar. Ao menos ele pode fuçar as coisas do Vernon e descobrir que o alfinete do clube arena era, na verdade, uma chave. Tudo resolvido, eles só precisaram montar a maquina e leva-la ao estúdio de filmagem do Howard, afinal, abrir uma fenda para outro planeta no meio da cidade não é convencional, ao menos não na década de 40, depois veio o Loki e mudou esse conceito. 

Como Jason bem previu, Whitney sentiu a fenda se abrindo e a matéria zero pronta para fluir para ela, praticamente a chamando, eles só precisaram esperar com o canhão de raios gama e os projetores de raio x armados. Uma pena que o Samberly fosse o ponto mais fraco do time e tenha sido bem nele que a Whitney tenha chegado, por sorte ele fez maior escândalo e eles notaram a chegada da Whitney. Não sei, mas acho que o poder da matéria zero sobre ela era forte de mais, se não ela teria notado a armadilha gritando 'armadilha, armadilha' bem na frente dela. De qualquer modo o canhão de raios gama funcionou e toda matéria zero, dramaticamente, deixou o corpo e levou o restante de sanidade que havia no corpo da Whitney. O problema, porque sim, precisava haver mais problemas, os raios x não estavam funcionando e o canhão precisava de 20 minutos para recarregar, tempo que eles não tinham para evitar que a falha se tornasse permanente. Então, enquanto todos discutiam quem iria ativar o Gerador de Fenda manualmente, Sousa, muito altruísta, já estava se amarrando a mangueira de incêndio e indo girar a manivela que ativaria a maquina manualmente. Por favor Chef Sousa, se for bancar o herói faça isso de uma forma que não vise lhe matar, ainda mais na frente da Peggy, porque ela não vai deixar você se sacrificar e ainda terá que dividir com ela o credito do heroísmo.

É preciso concordar, no entanto, que a verdadeira ideia brilhante partiu do Jarvis, após ouvir que núcleo do Gerador e Fenda poderia explodir dentro da fenda e fecha-la, então ele foi atrás de um dos carros do Howard, o segundo prototipo do que viria a ser a Lola e o trouxe aos outros, então com a ajuda do Samberly, visto que os demais estavam segurando a Peggy que estava segurando a mangueira que era a única coisa que separava o Sousa do mundo da matéria zero, conseguiram colocar o núcleo no carro, liga-lo e mandá-lo para dentro da fenda, onde ele explodiu, fechando a fenda. Tudo que aconteceu a seguir foi tão season finale que até deu aquele friozinho na barriga, não quero que tudo fique resolvido, se não podem cancelar e não haverá argumentos além do: "Ah, mas eu amo a serie". Howard empregou o Jason pelo talento dele, não apenas para ser uma cobaia, Ana, amavelmente voltou para casa e ainda deu um abração na Peggy, Jarvis a levou até o escritório da SSR, a Whitney ficou louca, embora eu ainda ache que ela vai conseguir reaver a matéria zero e voltar com ainda mais força, e para fechar com chave de ouro, o Sousa foi dar um de engraçadinho e reprimir a Peggy usando as palavras dela contra ela mesma e ela lhe tascou não um beijo, mas 'o' beijo, mostrando que sim, ela tinha uma resposta na ponta da língua.

Então, aparece o logo de Agent Carter e sem nem mesmo um 'retornamos em um momento' aparece o Thompson no telefone com o Sousa, feliz pela Peggy ficar, acho que ele entendeu o que estava acontecendo, ele desliga, pronto para voltar à New York e quando abre a porta, um homem cujo rosto não foi mostrado da um tiro no peito dele, rouba o arquivo que estava na pasta do Vernon e vai embora, encerrando assim a segunda temporada de Agent Carter. Agora me diga, como é que com um final desses eles ainda não sabem se vão ou não renovar a serie?! Por favor ABC, não seja boba e renova logo, precisamos saber o que aconteceu, precisamos da amizade Peggy Jarvis, precisamos ver a Peggy fundando a S.H.I.E.L.D.. Por hora é isso pessoal, nos vemos semana que vem no retorno de Agents of S.H.I.E.L.D. *-*






 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...