3 de mai de 2016

Review| The Blacklist - S03E20 - The Artax Network


"Seus amigos também a chamavam de Liz... Eu sinto sua falta, Liz"

Se episódio tivemos um vislumbre do luto e culpa do Red, nesse pudemos sentir o luto de toda força tarefa, o peso de perder uma Agente, amiga, esposa e mãe. Também pudemos experimentar aquela conhecida sensação de saber que nada sabemos sobre The Blacklist. Impressionante, foi um ótimo episódio, carregado de drama, novas tramas, como cada um lidava com seu luto, mas em 40 minutos, todas as respostas aparentemente dadas foram colocadas em dúvida.

O episódio já começou com um grande apelo emocional, onde as cenas foram passando enquanto o Cooper fazia o discurso de despedida da Lizzy. Todo mundo ali, chorando, o caixão com as flores brancas em cima, deu um aperto no peito, quase uma sentença de que ela morreu mesmo, coisa que me recuso a acreditar. Mas quem realmente conseguiu moer corações, corações estes que ainda estavam se recuperando, foi o Aram, lendo Romeu e Julieta e dizendo que sentia falta da Lizzy. Talvez seja o jeitinho amável dele, ou o jeito durão dos outros, todos estavam sofrendo, todos demonstraram isso, mas o Aram, dava quase para tocar a dor dele, tão evidente que estava. Cooper pode ter arrancado lágrimas durante o discurso, mas o Aram arrancou lágrimas durante o episódio inteiro. 

 E o que falar do Red indo visitar aquele senhor, quando ele disse: "Sua neta, ela está... eu sinto muito" por um momento, um insano momento, eu pensei que era o pai do Red, demorei uns bons minutos pra lembrar do colar da Katarina e que havia sido o pai dela quem havia dado. No começo eu bem fiquei com raiva dele, poxa, o Red também estava sofrendo, mesmo chocada em saber que a menina tinha um avô e o Red nunca comentou isso, custava terminar uma conversa sem dar patadas ou indiretas. Então, o Red começa a fuçar o porão e encontra aquelas coisinhas de criança, fiquei pensando se era da Lizzy ou da Katarina, até o Dom voltar e deixar claro que era da Katarina, deixar claro também outra coisa, temos muita razão em suspeitar que o Red é pai da Lizzy, porque mais o Dom diria: "Só porque a Masha se foi não significa que você pode me entender", culparia o Red pelas escolhas que fez tanto para Katarina quanto para Lizzy, porque mais o Red buscaria certo conforto com outro pai que perdeu uma filha. Me pareceu bem claro ali, pelas ações do Red e pelas palavras do Dom, que sim, o Red é o pai da Lizzy.

Então temos a Força Tarefa em si, aquela mulher, nova superiora do Cooper, já não gosto dela, estava na cara que escondia algo muito antes do Cooper deixar o Tom participar da investigação e tirar aquelas fotos dela com a Jean Grey - que eu só notei ser a Jean nos comentários. Sei lá se é pelo histórico amaldiçoado do cargo, mas acho que ela não vai longe também. Óbvio que o Cooper não fez o que ela mandou e botou o time no rastro dos sequestradores da Lizzy. O problema é que, mesmo empenhados, eles estão quebrados, sem chão, tem aquele vazio que não pode ser preenchido, coisa que fica bem clara quando o Ressler xinga os rapazes que estão esvaziando a sala da Lizzy, também com a preocupação no olhar da Navabi e a falta de concentração nas ações do Aram. Ainda assim, eles chegam há um empresário, que estava sendo vigiado da mesma forma que a Lizzy, fiquei com uma vontade imensa de estrangular aquela vaca da Rowan bateu na Navabi e ainda conseguiu fugir. Esperando o momento da vingança contra esse povinho, seja lá quem eles forem.

Falando um pouco mais do Aram e de como ele roubou a cena no episódio todo, eu realmente não esperava vê-lo indo atrás do Red. Já tinha notado toda carga emocional, sempre depositada sobre os ombros do Aram, bem como a relação que ele construiu com o Red. Agora, vê-lo descobrir o paradeiro do Red, pedir ajuda e ao tê-la negada, confrontá-lo e cobrar uma divida, divida que ele não considera de verdade, afinal, o Aram salvaria a Lizzy de novo e de novo se pudesse, ainda assim, foi corajoso da parte dele dizer que o Red devia um favor a ele e ele estava cobrando a divida. A carinha de desolação dele ao perceber que ainda assim o Red não voltaria. Entretanto, essa busca dele pelo Red pareceu reafirmar um pouco dos ânimos, e botar a mente brilhante do pequeno Aram pra funcionar. Sorri junto com o Cooper ao ver o rapaz em ação, chegando a conclusões que os outros não chegam e encontrando a rede de satélites 'desativados' que o tal grupo vêm usando para perseguir seus alvos.

Em contrapartida, Dom, que ouviu toda conversa do Red com o Aram, resolveu dar o empurrãozinho que o Red precisava - notaram que ele só chamou o Ray pelo primeiro nome, pra mim, isso soa como familiaridade, - eu dó de ver o Red admitindo que não sabia como seguir após perder a Lizzy, e de novo, é interessante como o Dom fala "Quando a minha filha morreu", fazendo uma alusão a morte da Lizzy, como se o Red fosse pai dela. Enfim, o Dom não tem uma resposta de como seguir em frente, mas mostra ao Red que ele tem uma razão para sair por aquela porta e enfrentar o mundo. Afinal, os assassinos da Lizzy estão a solta e é preciso que alguém faça justiça. Então, o Red me solta aquele: "Dom, você sempre teve um motivo para sair por aquela porta". Isso pode significar 'n' coisas, mas nesse contexto, eu consigo pensar em apenas duas, o responsável pela morte da Katarina e afastamento da Lizzy da família verdadeira, está por ai, e eles sabem quem é, o Dom só não foi atrás dele porque não quis ou a Katarina está viva e o Dom nunca quis ir atrás dela. Se for a segunda opção, porque então eles agem como se estivesse morta? A Hidra pegou ela e fez lavagem cerebral e ela não é mais ela, ou o que? E, se ela está viva, porque o Red reviveu aquele pesadelo em forma de sonho e ilusão episódio passado?? Por favor, expliquem isso, a terceira temporada está chegando ao fim e ainda não temos respostas.

Com o Aram trabalhando com toda sua genialidade, descobrimos que o 'The Artax Network não é uma pessoa, mas sim uma rede de 73 satélites, considerados lixos espaciais que tem  monitorado cada movimento que o tal grupo, responsável pela morte da Lizzy, quiser ter acesso. Fiquei toda empolgada, achando que pegariam o dono da voz que controlava a operação, me enganei, mas, ao menos eles conseguiram destruir o QG. Aparentemente, os membros do grupo destruíram todas as pistas, mas acredito que ate a Season Final eles consigam pegá-los pra valer. Sobre a conversa do Dom com o Red, ela atingiu o propósito, depois de arrumar o piano, quando o Dom estava finalmente se acostumando a presença do Ray, ele partiu. Da forma como o Red já chegou mandando o Aram colocar o capacete de bicicleta, pois eles tinham trabalho a fazer, acho que as coisas vão começar a andar. Grupo misterioso, cuidado, Raymond Reddington  está de volta.

Com isso nos sobram algumas duvidas, quem é a personagem da Jean? Quero dizer, ela não pode ser a Katarina. Eu sei que aparências enganam, que ela pode ser mais velha do que parece, que cabelo se pinta, mas não bate, apenas isso, não bate. Alias, a Katarina está viva ou morta? Quem é o mandante do sequestro da Lizzy? Porquê? O Red é ou não pai dela?? Elizabeth Keen está viva ou não? E por fim, e isso não é uma dúvida, achei uma gracinha o Tom cuidando da Agnes, torcendo pra Lizzy estar viva e voltar na próxima temporada, se não for pedir  muito, na cena pós credito dessa Season Final. Por hoje é isso pessoal, espero que tenham aproveitado, não deixem de comentar, e até a próxima *-*

 Promo 3x21 -Susan Hargrave


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...