1 de mai de 2016

Review - Supernatural S11E19 - “The Chitters”


No último episódio Lúcifer tentou acabar com Amara, mas a tentativa não deu certo por ela ser mais forte que imaginava.
Ela então levou Lúcifer,  pois acha que Deus ainda se importa com ele.
Enquanto não tem notícias de Cas/Lucifer ou Amara, Sam e Dean vão atrás de mais um caso. Seis pessoas desapareceram em um período de 48 horas. A primeira delas Libby. 
Na verdade o caso de desaparecimento de pessoas já aconteceu há 27 anos atrás , 12 moradores já haviam desaparecido e 27 anos antes, 8 moradores desapareceram em um período de dois dias e na mesma época do ano. 
A cidade só existe desde os anos 50. Era tudo mata virgem até acharem carvão. Os antigos tem a teoria de que a cidade foi construida sobre um cemitério indígena e a floresta está chateada com o roubo de carvão. 
Cori que estava com Libby disse que o que a levou estava nú e tinha olhos verdes e fluorescentes, não tinha pelos e não tinha como saber se era homem ou mulher.
 E quando a encontrou ela estava tremendo e com calafrios. Ouviu um som estranho e estridente antes de serem atacadas. 
Sam encontra que a maioria das testemunhas de 89 e 62  estão mortas ou se mudaram, mas que há uma do caso de 89 chamada Etta Fraser. 
Ao visitá-la descobrem que o ex-marido Peter desapareceu junto com outras. 
Há cheiro de sálvia branca na casa e ela está de malas prontas par viajar para a casa da irmã por algumas semanas. 
Segundo a avó quando Peter desapareceu ele havia pegado a "chiadeira", uma vez a cada geração, no equinócio de primavera, as pessoas da cidade enlouquecem, fazem orgias, copulando na mata. 
Depois desaparecem e não se sabem mais delas. Ela dizia para queimar salvia como proteção. 
Chamava-se "chiadeira" porque era o som que vinha da mata quando as orgias aconteciam, um tipo de zumbido estridente. 
Ela dizia também que se pegasse a "chiadeira"  ficaria tão consumido pela luxuria que seus olhos brilhariam como esmeralda. 
Dean vai até a floresta atrás de Libby quando é atacado e é salvo por caçadores que caçam juntos há sete anos. Jesse e Cesar que ficam mais no México e algumas vezes no Texas. 
Eles sabem o que está acontecendo, e o que estão caçando, se chama Bisaan, um tipo de "espírito da Cigarra". 
Eles são raros pelo menos nas Américas. Parece que são originários da Malásia, das florestas de lá. A cada 27 anos eles sobem das profundezas e acasalam feitos loucos por alguns dias. 
Aquela geração morre e o ciclo se repete. Bisaans não se reproduzem sozinhos então pegam um corpo humano para isso. 
Entram pela boca como um caranguejo invadindo uma concha. Só não se importam se esta concha esta vazia. 
O zumbido é como se comunicam como um chamado de acasalamento. 
Jesse perdeu o irmão para um Bisaan há 27 anos atrás. 
Além de fazer tempo em que não víamos novos caçadores e criaturas um tanto quanto diferentes do habitual, acho que Sam e Dean também nunca iriam imaginar que existiriam caçadores que seriam um casal.
Dean e Cesar acham a toca e os ovos do Bisaan;
Sam e Jesse encontram o antigo xerife Cochran. Ele confessa que encontrou a toca, mas que a filha dele estava  entre eles. 
Todos os desaparecidos estavam lá mortos. Ele tentou conversar com ela, mas ela a atacou e ele a matou. Ele indica o lugar, a velha mina Donnelly para Sam e Jesse.
Na toca as mães estão mortas. Os ovos provavelmente irão maturar por anos até chocar. 
Jesse enfim pode dar um funeral digno para o irmão Matt. 
Dean acha que Jesse e Cesar dariam uma ótima ajuda contra Amara, mas desiste disso quando escuta que depois disso eles vão se aposentar. 
E preparem as estruturas que o episódio da semana  teremos a volta de Chuck.

Promo Próximo Episódio
Episode 11.20 - Don't Call Me Shurley
Amara libera uma névoa escura em uma pequena cidade, levando todos à loucura. Dean e Sam percebem que esta é uma versão mais forte do vírus veia preta original que Amara soltou anteriormente. Eles se unem com o xerife para proteger a cidade, mas o seu antigo remédio não funciona mais. Enquanto isso, Chuck retorna com uma proposta interessante.
















0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...