5 de mai de 2016

Review - Supernatural S11E20 “Don’t Call Me Shurley”

E ai hunter como passaram a semana? Aposto muito ansiosos pelo episódio da semana pois teríamos o retorno do Chuck. 
Para quem não se lembra ele era o escritor  Carver Edlund, responsável pelo Evangelho dos Winchester que depois foi descoberto ser Chuck Shurley.
Mas que para a maioria dos hunters ficou subentendido, mas não confirmado ser Deus.
Metatron está em uma situação complicada nas ruas, procurando comida no lixo na companhia de um cão quando é transportado para um barzinho. 
Nesse barzinho ele se encontra com Chuck. Na verdade ele reconhece aquele lugar como sendo uma das construções de Deus.
Metatron revela que leu todos os livros de Supernatural escritos por Chuck e que não gostou. 
Chuck cita alguns como "Home", " All Hell Breaks Loose" e que não justifica Metatron ter queimado um de seus livros em " Tall Tales" onde ele fez um monólogo para Castiel e o atirou no fogo. 
E é assim que depois de dizer que as pessoas não podem vê-lo a menos que ele queira, que Chuck se revela Deus para Metatron. 
E agora todos nós podemos gritar sim Chuck é Deus!!!
E o que ele fez durante todo o tempo que ficou sumido? Ele contou que viajou, começou um blog com fotos de gatos, entrou no Snapchat, e começou uma nova série de livros chamado Revolution que acha que não vai dar em nada. Acha que atuar naõ vai dar em nada. 
E se lembram do amuleto do Dean que estava perdido? Pois bem está com ele e porque não funcionou quando Sam e Dean estavam perto dele? Simplesmente porque ele o desativou.
Chuck está escrevendo sua autobiografia e quer a opinião de Metatron que logo diz que faltam detalhes na obra e chega  a mencionar Amara o que o deixa desconfortável.
Além disso Metatron lembra que a obra não fala muito sobre Deus e sim um personagem Chuck. Que Deus não é uma pessoa equilibrada e nem se quer é uma pessoa. 
Comenta sobre Lúcifer ser seu arcanjo favorito e ele ter ajudado a derrotar Amara e para ele ser confiado a Marca e quando pediu que ele se curvasse à humanidade ele se rebelou.
Deus criou a vida por sentir só. Ele é o Ser e Amara é o Nada. Foi estúpido e ingênuo por acreditar que ela pudesse parar e cada vez que ele criava um novo mundo ela o destruía. 
Metatron tenta convencê-lo da sua responsabilidade sobre Amara ser sua irmã.  
Mas parece que ele se cansou da humanidade. Ele adora os Winchester, mas eles deixaram Amara sair.
Ele quer deixar Amara brilhar. 
E agora gente, se Deus não ajudar Sam e Dean contra Amara, quem vai ajudar?
A neblina está chegando na cidade e Amara envia uma mensagem para Dean de que tudo vai acabar em breve e Ele não vai salvá-los.Tudo vai acabar para sempre.
Enquanto isso Metatron digamos que encara Deus e diz que ele está se escondendo de Amara e ouve que apenas cansou de assistir a falha da sua experiência. 
Confesso que Metatron argumentou no que pode, mas contra Deus é complicado.
Sam acaba infectado novamente pela neblina  e Dean não.
Quando tudo parece perdido nos surpreendemos com um novo rumo na história dada por Deus. 
Como é ele quem está escrevendo sua autobiografia ele pode mudar o que quiser. 
O amuleto vai parar no bolso do casaco de Sam e ele está curado da infecção, as pessoas voltam a ser normais e a neblina toda some. 
Sam e Dean seguem o amuleto que brilha e encontram Chuck que diz que precisam conversar.

Promo Próximo Episódio
Episode 11.21 - All In The Family











0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...