10 de out de 2016

Primeiro Olhar - Frequency - S01E01 Pilot - Séries Premiere

Frequency é uma releitura do filme Alta Frequência produzido no ano de 2000. Onde a Sinopse era: O que você faria se tivesse a chance de voltar no tempo e mudar apenas um evento na sua vida? John Sullivan (James Caviezel) tem a resposta na ponta da língua: desfaria os eventos de 12 de outubro de 1969, quando um incêndio matou seu pai (Dennis Quaid), um heróico bombeiro. Desde então, John sonha em ter conseguido impedir a tragédia daquele dia fatal, que fez com que sua vida como adulto se tornasse cheia de raiva e solidão. Mas agora John pode conseguir realizar seu desejo. Um dia antes do aniversário da morte do pai, em meio a uma terrível tempestade, John encontra o rádio velho de seu pai. Apesar da estática, ele consegue conversar com um homem que diz ser um bombeiro e que jogou na World Series de 1969, assim como seu pai. Mas será que John está mesmo falando com seu pai, ambos na mesma casa, no mesmo rádio, mas com três décadas de distância entre eles?

A serie foi produzido por Jeremy Carver, criador da série Being Human e também conhecido por ser escritor, co-produtor e show-runner de Supernatural. 
Frequency  tem como enredo a descoberta acidental de um link de rádio por uma jovem detetive de polícia de 2016que possibilita que através de um rádio amador ela consiga falar com seu pai, também um detetive, falecido no ano de 1996.
Eles começam um novo relacionamento, enquanto trabalham juntos em um caso não resolvido de assassinato. Além dela tentar impedir que o pai seja assassinado. Mas consequências não intencionais  causam estragos nos dias atuais e eles tem que arcar com isso. 
O elenco inclui Riley Smith (Nashville, True Blood), Mekhi Phifer (ER), Peyton List (The Flash, The Tomorrow People, Blood & Oil), Lenny Jacobson (Nurse Jackie), Anthony Ruivivar (Banshee,Third Watch), Devin Kelley (Chernobyl Diaries, Ressurrection) e Daniel Bonjour (The Walking Dead).
                                 Riley Smith as Frank Sullivan            Peyton List as Raimy Sullivan

                       Meet Mekhi Phifer as Satch DeLeon       Anthony Ruivivar as Stan Moreno

                                 Devin Kelley as Julie Sullivan        Lenny Jacobson as Gordo

                                                          Daniel Bonjour as Daniel Lawrence

Frank Sullivan trabalhava disfarçado na polícia de Nova York quando Raimy tinha 6 anos. 
Foi longe demais, esqueceu para que lado estava lutando, e em uma noite em 1996, ele não deu resposta e encontraram o corpo dele no rio East, depois de dois dias do seu aniversário de 8 anos. 
Uns disseram que foi tragédia, outros disseram que ele teve o que merecia e a vida toda Raimy o odiou por isso, por tê-los deixado. 
Agora não sabe o que pensar porque falou com ele na noite passada...
Raimy desabafando com Daniel. 
72 horas antes, 20 de Outubro de 2016, é aniversário de Raimy, ela está com o namorado Daniel e encontra sem querer um anel de noivado, no trabalho recebe as felicitações de Satch, e há a previsão de uma grande tempestade elétrica. 
Daniel e Gordo na garagem estão tentando consertar um rádio amador e Raimy incomoda-se. Era o rádio do pai e não traz boas lembranças.
Ele era seu herói, amigo, teve que se disfarçar para salvar o mundo, separou da mãe e depois morreu. 
Uma descarga elétrica faz com que o rádio amador volte a funcionar e Raimy ouve alguém chamar, e começam a conversar.
Depois de trocarem algumas palavras Raimy acaba descobrindo que esse alguém é seu pai Frank em 21 de Outubro de 1996.
Frank e Raimy descobrem que estão falando um com o outro e a primeiro momento parecem não acreditar.
Raimy está em uma investigação onde restos de um corpo são encontrados em um pântano com crucifixos enrolados nos pulsos e pernas, provavelmente vitima de um serial killer dos anos 90, "Assassino Rouxinol", onde enfermeiras eram o alvo. 
Frank para saber se realmente falou com sua filha no futuro, desenha a bandeira americana sobre o rádio e enterra uma lata de café no jardim com uma foto sua segurando o jornal da época,  a forma com que combinou de se comunicar com ela. 
Raimy entende o recado e acha a latinha com uma foto. 
De alguma forma o tempo está se movendo paralelamente e Frank deu um jeito de mandar evidências para que Raimy acredite. 
A conversa que eles tem depois da comprovação é com Frank descobrindo que está falando com a filha está mais velha que ele.
Mas a descoberta mais chocante é de que ele não faz parte da vida da filha e de que ele morre no dia seguinte. 
Ela conta como foi a morte e parece que ele prefere não acreditar muito, ou prefere o trabalho a vida em família, mesmo sabendo o que deixou para trás, tudo que perdeu. 
Raimy tenta descobrir a verdade sobre a noite em que o pai  foi morto, sobre a operação e procura quem estava junto, consegue os nomes com Satch. 
Ela descobre que mentiram para o pai, que haveria uma operação, foi uma armação do delegado Stan. Ela tenta avisar o pai, mas já é tarde.
Frank ouviu Raimy e se precaveu, mesmo assim levou um tiro. Ele não morre e Raimy passa a ter lembranças dele fazendo parte da sua vida até se tornar policial. Acha que ele está vivo até encontrar com Gordo que diz que ele morreu tem 5 anos em um acidente de carro. 
Nas lembranças há também a troca de vítima do Assassino Rouxinol quando ela e sua mãe vão visitá-lo no hospital.
Raimy vai ao jantar com os pais de Daniel e descobre que eles não se conhecem. 
Além disso recebe uma ligação de Satch para que vá ao DP e lá ele diz que os ossos encontrados no Pântano são de sua mãe. 
Ou seja sua vida mudou toda, depois que ela evitou que o pai fosse assassinado. Logo depois do pai sobreviver, sua mãe desapareceu. 
Raimy consegue falar com ela mesma usando o rádio amador e quer que ela diga a Frank que precisa dele, e ela leva o rádio até o hospital. 
Os índices de audiência não foram bons, mas nem por isso podemos considerar que tenha sido desinteressante ou tenha desagradado. 
Não é necessariamente uma série que volta ao passado ou uma viagem no tempo, visto que os tempos correm paralelamente o que nos dá uma visão sob dois tempos simultaneamente.
Eu particularmente gostei, fiquei curiosa para os próximos episódios. Afinal Raimy a cada contato com seu pai vai fazer de tudo para que sua vida tenha todos que ama no presente, coisa que pelo visto vai ser impossível. 
Mas será que ela será capaz de impedir que todos morram ou impedir que coisas ruins aconteçam com quem ela ama?
A série tem um ótimo produtor e confesso que estou torcendo para que tenha ao menos uma temporada completa.

Promo Próximo Episódio
Episode 1.02 - Signal and Noise
















0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...