2 de out de 2016

Review| Agents of S.H.I.E.L.D. - S04E02 - Meet the New Boss


"Uma Equipe confiável é uma Equipe que triunfa" 

Se a Season Premiere não passou toda a credibilidade que a temporada precisava, esse episódio passou com louvou. Passou tão rápido que posso jurar que isso é obra de um vira tempo, fenda temporal ou manipulação do Dr. Estranho. Ainda mais com os rumores de uma possível ligação dessa temporada com o filme do Dr. Estranho.

Gostaria de expressar meu susto e passageiro momento de medo ao ver o começo do episódio, primeiramente porque achei que estava vendo a serie errada, depois porque olha, deu um frio na espinha e uma vontade incontrolável de erguer os pés e mantê-los o mais longe possível do chão e qualquer mão que pudesse puxá-los ou atravessá-los. Tirando esse pequeno momento, quero respostas pra ontem do que essa fantasma/ser é e porque deixa as pessoas loucas. Também já quero registrar pra ficarem longe da May, escolham figurantes novos pra sofrer, a equipe original já sofreu de mais. Ainda no tema fantasma, como não amar FitzSimmons imensamente fofuxos enquanto tentavam descobrir o que era a caixa onde a fantasma estava. Isso sem contar a carinha deles quando o Mack mostrou que havia um fantasma. Amo as teorias complexas deles, pobre Mack "Gente, pode ser só um fantasma", não Mack, não pode ser simples assim. E de fato, não foi simples assim. Na verdade, só o fato da Simmons não poder ir junto com Fitz e o Mack investigar porque tinha uma 'missão muito especial com o diretor' já me assusta, FitzSimmons já é sinônimo de tragédia, separados em missões simples, imagina quando forem missões complexas, vão nos infartar nessa temporada.

Já que falamos em diretor, eu vou admitir, odiei ele ao mesmo tempo que amei, não confio por ser todo sorriso, gente que fica de risinho o tempo todo, fazendo piadinha, no poder que ele exerce, não me passa confiança, por outro lado, ser Inumano foi um jogada brilhante, o torna mais perigoso, diz não pro cara e ele, literalmente, te taca na parede, mas com o Acordo de Sokovia e a situação atual, faz todo sentido. Quanto a fazer o Coulson esperar, a May está certa, ele só fez isso pra mostrar que pode. E ainda colocou o Coulson em uma 'missão super especial" ao lado da Jemma para guiarem 'turistas' ou, como ele mesmo deixou claro, para bajular os caras que podem oferecer fundos à S.H.I.E.L.D., é uma nova era para Agencia e não parece tão happy assim, sinceramente, não parece nada amigável com toda burocracia, confidencialidade e rigidez. Acho que até mesmo para entrar no banheiro deve ter senha de acesso.

Sei que muitos vão me detestar por isso, mas eu adorei a 'surra' que o Robbie deu na Daisy, logo em seguida fiquei morrendo de pena dos braços todo machucados dela. Mas qual é gente, ela não poderia ter sido menos chata, arrogante, precipitada e insuportável, nossa, na hora em que ela fez a Van soltar fumaça, que vontade de bater e depois ainda usar aquele tom de ameaça com o irmão do cara, o que ela esperava, respostas amáveis e um sorriso, faltou umas aulas educativas pra essa menina Coulson. Entretanto, no momento em que ela acordou amarrada eu já sabia que eles formariam mais cedo ou mais tarde. Ainda mais com as informações que ela foi soltando e ele foi dando, mesmo sem querer, até sair desembestado feito um louco. Mais louca só a Daisy mesmo de impulsionar-se pra cima do carro, um carro que poderia pegar fogo a qualquer momento, e se agarrar ao capo feito uma lagartixa.

Nesse momento a fantasma, agora denominada Lucy, já havia soltado alguns coleguinhas fantasmas que pretendiam explodir o reator do lugar lá e ir atrás de um livro. Se eu entendi alguma coisa? Não muito, mas tenho certeza que muita gente pegou as referencias melhor que eu, então, gentil pessoa, se você pegou a referência do livro e desses fantasmas, divide com a gente aqui nos comentários. O fato é, os fantasmas estavam lá, o Fitz e o Mack estavam a caminho e o Robbie 'possuído' também. Serio, quase tive um treco quando o Fitz fez as analises e o carinha apareceu do nada, bem louquinho pra atravessar o corpo dele e deixá-los malucos. Detalhe, alguém percebeu a arma machado do Mack? De qualquer forma quando o Mack ficou preso no reator e o Fitz não podia soltá-lo e aquele cara estava lá aparecendo e desaparecendo, me deu maior angustia, eu esperava tudo, menos o Motorista Fantasma aparecendo para salvar o dia e derreter o fantasma. Fiquei bem aliviada e tensa ao ver a Daisy chegando e dando de cara com o Fitz e o Mack, em seguida cheia de questionamentos.

Enquanto isso, na S.H.I.E.L.D., Coulson, com toda sua carisma, detonava com o emocional do Fandom inteiro ao falar da Peggy e da fundação da S.H.I.E.L.D., e a May, pobre May, sofria cada vez mais com os efeitos de ser transpassada por um fantasma. E aqui, novamente me assustei ao vê-la procurar o carinha que eles prenderam episódio passado e ele começar a dar com a cabeça no vidro e o sangue voar pra todo lado, que é isso, as coisas não costumavam ser assim não. Mas o foco aqui foi a May e a rapidez com a Simmons pegou tudo e pode transmitir isso ao Coulson sem perder um grão de confiança do novo diretor. E olha, a May já havia mostrado muito talento, mas com a atuação desse episódio a mulher merece um Oscar, aquele olhar maníaco no rosto dela, a confiança no Coulson voltando por um momento para desaparecer em seguida e então o confronto com o diretor, ela falando "Você é um monstro" e ele respondendo: "Eu prefiro Inumano" enquanto a tirava do chão e batia a cabeça dela na parede, foi assustador.

Voltando a Daisy e cia, depois de evitar uma explosão, era hora de uma conversa difícil, que dó o Mack dizendo pra ela voltar e ela nem conseguindo encará-lo. Isso sem contar ele descobrindo que a Yo-yo está roubando os remédios para ajudar a Daisy a se recuperar mais rápido. Mas nada, nada supera o desabafo do Fitz, acredito que ele representou uns 90% do Fandom ao gritar que a Daisy os abandonou, que não quer a ajuda deles, que todos sofreram e ninguém largou ninguém, foi doído, assim como vê-la partindo e confirmar as palavras do Fitz. Serio Daisy, tire um tempo e assista Harry Potter e a Ordem da Fênix de novo, Dumbledore vai te ensinar porque se afastar em momentos assim é tão ruim. Na sequencia temos o motivo maior para odiar o novo diretor, Coulson lá, todo preocupado com a May e o vaco diz que o que vai acontecer com ela e o que ela tem é confidencial. Por favor amigo, isso ai já é exagerar no passar dos limites. A única coisa que tive de concordar é que quando se trata da Daisy e da May, principalmente da Daisy, o Coulson não sabe ser racional. O que não dá ao diretor o direito de falar assim com o Coulson. Conta pro Fury e pra Steve, Coulson.

Terminando, temos a Daisy descobrindo que a Van não funciona e o Robbie aparecendo em seguida e oferecendo uma carona. Disse que surgiria uma parceria ai. Ainda mais com ele dizendo que o que conecta os Fantasmas e tudo o de mais é ele. Como assim é ele e o que foi a cena final com a May em uma camisa de força, sendo levada pra sei lá onde, enquanto gritava algo como: "Tire-os daqui"?? ABC, Marvel, não façam isso, não machuquem a May, não coloquem Hiatus assim, em um final tão cruel. Então é isso pessoal, desculpem o atraso na review e não deixem de deixar um comentário...

Promo 4x3 - Uprising

  


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...