28 de out de 2016

Review| Agents of S.H.I.E.L.D. - S04E05 - Luckup


"Você quer saber o que eu vi? Eu vi você, Phil! Não deixe isso te subir a cabeça"

Depois de encontrarem o tal do livro, já podem procurar o castelo em ruínas que, por traz do encanto, esconde Hogwarts. A cena inicial, onde a Lucy e o marido encontram o livro, com aquela magia ao redor e depois ele se escrevendo todo sozinho, foi muito Harry Potter, e isso não é uma reclamação. Sim, eu também sei que, muito provavelmente tem haver com o Dr. Estranho, mas me deixem sonhar. O tio do Robbie deixou o marido da Lucy em coma, mas algo me diz que ela é tão ambiciosa quanto ele, sem contar aquele olhar semi maníaco que ela tem, mesmo sem estar no modo fantasma. Agora, coisa que eu acho interessante é a indiferença do Coulson em seguir ordens médicas, o cara morrendo, sim, não tinha o que fazer sem um antídoto e ele precisava de respostas, o que não fez as coisas ficarem menos ruins, ao menos ele conseguiu uma semi resposta antes do marido da Lucy entrar em colapso geral. Estou achando muito interessante o plot do livro e do Robbie, mas já estou esperando um desenvolvimento direto, Dr. Estranho já está ai né, as referencias precisam vir a galope. 

Me senti o Mack e a May interrogando o Coulson, se o Mace é o diretor da S.H.I.E.L.D., seria razoável, ao menos avisa-lo que estavam prestes a tomar um prisioneiro e que um livro potencialmente fatal estava em jogo, junto com alguns fantasmas, o cara é confiável? Não! Só que poderia mandar reforças mesmo assim. De qualquer forma deu tudo certo e foi muito bom ver a Daisy com as novas manoplas e sem correr o risco de esfarelar ao usar os poderes. Espero que seja esperta e se deixar mesmo a S.H.I.E.L.D. que leve as luvas junto. Como não amar a May e o Coulson discutindo a morte, não shippo o casal, mas realmente amo essa amizade deles, assim como os instintos da May, por um momento pensei que a agitação ao redor deles na prisão, a desconfiança do carinha, eram coisas da cabeça dela, até todo mundo começar atacar e BUM, Lucy chegou a prisão e pode chegar ao Eli - tio do Robbie - antes deles. 

Se ver a May na ativa foi o máximo, a expressão da Daisy ao chegar para resgatá-los e eles já estarem a salvo renderia o episódio, sem contar aquele escudo maravilhoso do Coulson. Isso se não fosse um episódio cheinho de surpresas. Dessas surpresas, duas não  me agradaram, não foram bem surpresas, mas foram atitudes que eu não esperava, a primeira, se refere a Daisy, que está muito frescurenta, lá estava ela, trabalhando em equipe, nos fazendo reviver os velhos tempos, então, quando a vaca da fantasma liberou uma ala inteira de Whatcdogs em treinamento, eu achei que ela ia usar os poderes, que ia se machucar e o Coulson e cia iriam salvar ela, bom, ela ouviu a Simmons e não usou os poderes, mas se trancou com um bando de caras enormes que em um momento ou outro a derrubariam. Nessa hora só pensei: "Serio, Daisy?". A cena da luta foi fantástica, ao estilo Skye antes de Daisy, ela arrasou, mas precisa parar de tomar decisão pelos outros, claro que todo mundo no time do Coulson já fez esse tipo de coisa pra salvar os outros, só que eles não estavam constantemente em fuga. Quando ela vai perceber que precisa deles e que quanto mais tentar afastá-los, para protegê-los, mais vai arriscar a vida deles? 

Outra 'surpresa' que me desagradou foi o Robbie, ele estava indo tão bem, formando uma dupla bem interessante com o Mack, o caça fantasmas e o cara da arma-machado, amei os efeitos dele escolhendo usar a corrente outra vez e pulverizando o fantasma, bem como do controle que o Mack teve ao ser transpassado e depois aplicar o antídoto em si mesmo. Tudo estava indo tão bem, até ele encontrar aquele cara da Gangue da Rua 5, quando o Mack o fez controlar-se e ele disse que se controlaria pelo tio, eu acreditei e pra que? Só para vê-los salvar o tio dele e ele o largar para matar o cara na saída. Eu sei que ele tinha motivo, afinal foi um dos caras da gangue que deixaram o irmão dele na cadeira de rodas, tentaram matar ambos quando ainda eram muito pequenos, mas não era óbvio que pegariam o Eli se ele estivesse sozinho? A missão foi para resgatá-lo antes que a Lucy o pegasse e o Robbie vai lá e larga o homem sozinho. Vacilou ai amigo, vacilou. 

Em meio a isso tudo, a sinceridade do Coulson em querer saber o que a May viu ao morrer e ela afirmando que viu ele. Ok May, explica esse negocio direito! Outra fofura é o amadurecimento visto do Leo da Jemma, ele dando ordens e controlando a operação quando antes mal saia à campo e ela se tonando alguém ainda mais admirável. O que eu quero dizer com isso, que no primeiro dialogo deles, achei que ela não tivesse mesmo gostado dele esconder a Aida, mas era tudo nervosismo por causa do polígrafo. Então, eu fiquei tensa desde que vi a promo quando o Diretor interrompeu a avaliação dela e pediu que o acompanhasse, pensei que era ali que a pobre Jemma sofreria nas mãos de outro Inumano, então o Mace fala que precisa do cérebro dela em uma conferencia, alivio foi pouco para definir o momento.Alias, fiquei chocada quando ele se declarou Inumano ao vivo, pela cara do assessor, foi surpresa até para alguns membros da S.H.I.E.L.D., foi uma estratégia de popularidade e deu uma esfrega na cara daquela Senadora dos Infernos, mas não se pode negar que foi um ato de coragem. Seguido por ele, gentilmente, e esse tipo de pessoas ainda me assusta, questionando a lealdade da Simmons, já que o polígrafo dela deu, alarmantemente alterado. E aqui, uma das melhores surpresas, Jemma Simmons, menina genial, sobrevivente, corajosa e extremamente gentil, não apenas se negou a fazer outro teste no polígrafo como também manipulou o diretor, pegando uma mentira que nem ele notou ter transmitido. Que orgulho dessa mulher, que orgulho.

A Marvel tem dessas, faz grandes personagens femininas, eu esperava a May indo atrás da Daisy, mas doeu em mim a declaração dela, aquele: "Pare, eu inventei isso" que ela disse pra Daisy foi só o começo de umas verdades merecidas mas bem dolorosas. Deu dó, mas a May está certa, Phil nunca vai desistir da Daisy, ele coloca toda equipe em perigo e se reclamar coloca de novo, mas não deixa a Daisy. Porém, o que mais doeu, acho eu, foi ela dizendo que assim que terminassem iria embora e a May nem mesmo olhando pra trás. Não seja boba Daisy, fica em casa onde papai pode estar de olho em você sem colocar metade do mundo em perigo. Ainda falando em mulheres, alguém tinha duvida que a Lucy pegaria o Eli? E além de mim, mais alguém notou o sorriso quase maldoso no rosto dele ao ter o livro em mãos? Sei não, mas esse tio do Robbie esconde muito mais do que aparenta. E aquela Senadora, seria o Mace irmão dela e com quem ela conversa é apenas com o casulo dele? Qual é a relação entre ambos e como, pelos nove planetas, ela teve acesso as câmeras da prisão e a missão da S.H.I.E.L.D. antes mesmo do DIRETOR da S.H.I.E.L.D.??

Por hoje é isso pessoal, comentem conosco o que estão achando dessa temporada e até a próxima *-*

Promo 4x6 - The Good Samaritan


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...