11 de dez de 2016

Review| Agents of S.H.I.E.L.D. - S04E08 - The Laws of Inferno Dynamics


"Robbie... Eu estou me tornando um deus"
"Melhor que seja. Porque o demônio está vindo atrás de você"

Ai, ai, essa S.H.I.E.L.D. não cansa de ser maravilhosa. Estava estranhando que a mid season terminasse com tudo tão arrumadinho, todos felizes de mais, uma família finalmente reunida e agregando alguns membros em potencial, até a Aida 'exagerar um pouco' e mexer justamente com a May. Não vou julgar, vai que a intenção é boa, mas no momento, eu só consigo dizer que a Aida fez caca e uma caca bem grande.

Não sei nem por onde começar, foi tudo tão perfeitinho, sincronizado e louco que me deixou perdida. Começando com a doideira do Eli, eu esperava que ele continuasse por toda temporada, ele tem aquela presunção e loucura dignos dos bons vilões, de qualquer forma, pagar os 'funcionários' com diamantes cuspidos e produzidos no estômago de um colega que o desafiou, não é muito sutil, nesse momento, nem quis imaginar o que era aquela caixa que ele estava construindo. No mesmo tiro, sem perder tempo, Coulson está com a May, mostrando ao Mace que eles precisam de Inumanos para enfrentar o Eli e que a Daisy e o Robbie, mesmo não sendo Inumano, ao lado da Elena, seriam imprescindíveis na batalha que se aproximava, e, para poupar tempo, acharam que era melhor contar logo que a Aida era um androide. Pobre Mace, a cara de choque dele, para em seguida dizer que sentiu-se atraído pela moça, foi cômico e trágico ao mesmo tempo. Falando em trágico, mesmo sendo meio nada a ver, mais alguém está achando um tanto quanto forçado esse clima entre a May e o Coulson, pode ser eu sendo implicante por querer mais uma amizade verdadeira entre personagens como eles, mas não sei, gosto da relação fraterna que eles tem, não sei se gostaria de vê-los como um casal.

Casais a parte, estou gostando cada vez mais da Yoyo e do Robbie e, vou admitir, amo quando a Daisy embarca de cabeça nas missões do time, como uma verdadeira equipe. Só senti falta do Joey, o poder dele de derreter tudo que toca cairia bem contra o Eli. A interação entre o Mack e o Robbie, depois que o Mack foi possuído pelo Ghost Rider, também melhor bastante, o Mack conseguiu até não ser chato. Entretanto, vamos nos focar na Elena, vi gente reclamando dos efeitos nos poderes dela, achei o máximo, a cena em que a água entra em contato com o césio em câmera lenta e tudo começa a pegar fogo, com ela tentando ser mais rápida, gostei bastante, assim como do gelo que está dando no Mack, deu mole pra moça, saiu pra jantar e depois a ignorou, explica isso ai Mack, se não a Yoyo terá absolutamente toda razão. E o que foi o Robbie entrando com fogo e tudo para enfrentar o Eli, serio, espere que ele volte, ainda nessa temporada, que se acerte com o Ghost Rider e continue na serie, nem que seja como recorrente. Outro acréscimo que estou torcendo pra ficar por muitas e muitas temporadas é o Dr. Radcliffe, ele é estranhamente carismático e o carinho dele pelo Leo e pela Jemma é algo que, ao meu ver, faltava um pouco na serie. Um amor ele dizendo que tinha medo do livro mas não da Aida, afinal, na mente dele e da maioria daqueles que criam algo, ele só fez coisas boas para ela, ela não tem motivo para ser má, ou assim esperamos, não é? Acho que o Mace também não tem planos ruins pra ela.

Agora o Eli, esse sim tem planos ruins para tudo e para todos, ganhou um poder bem bacana, não é Inumano e nem amaldiçoado, o que ele faz está mais para magia, tipo, um grande referencia ao Doutor Estranho e o que ele faz com os poderes? Constrói uma maquina cheia de plutônio que pode explodir a qualquer momento e matar todos em um área bem grande. Serio, Eli? Se queria respeito, porque não começou fazendo coisas admiráveis, ganhando confiança, seguidores, ai sim poderia fazer uma merda dessas, começar atacando a própria família é sinal de fraqueza, não de alguém que ganhará respeito. Pobre Robbie, senti aquela primeira apunhalada em mim e quase não acreditei quando Eli 'conjurou' aquela outra estaca de carbono e fincou no Robbie de novo, com aquele discursinho de eu te dei uma chance de viver e você não aproveitou, agora arque com as consequências da sua escolha. Ainda bem que a S.H.I.E.L.D. tem FitzSimmons e que a Aida não resolveu se rebelar, ainda. Como eu amo quando um dos geniozinhos resolve tudo meio assim, do nada, apenas falando, falando e falando, acho uma graça, queria ser inteligente assim. Enfim, como Fitz mesmo disse e as leis da física comprovam, não se pode criar algo do nada, sendo assim, mesmo que seja meio que por magia, Eli está roubando isso de algum lugar, ele não está criando nada, está tirando de outro lugar. Mais uma bela referencia a Dr. Estranho, não? 

Gente, eu acho o Mace um porre as vezes, mas olha, amei ele dando aquela entupida básica na Daisy, ele esconde segredos de mais? Sim. Coulson tem direito de usar aquele tom com o Diretor? Deve ter, ele já fez bastante coisa errada e está sentindo na pele o preço da falta de confiança do Mace. A Daisy pode chegar como se mandasse em tudo, rompante e sabe tudo e criticar o Mace? Óbvio que não, ela passou meia temporada fugindo, sendo dramática e vitima de mais, gosto dela, mas ela perdeu o direito de confrontar o Diretor assim, então, sim, gostei muito de vê-lo dizendo que só aceitou o acordo com a Senadora Naader para proteger a S.H.I.E.L.D. e a própria Daisy. Bem como já estava na hora de alguém colocar tudo em panos limpos e dizer que essa falta de confiança estava ridícula. Tudo resolvido, era hora dos Agentes da S.H.I.E.L.D. entrarem em ação de verdade. Todos eles, como disse o Fitz semana passada, nem vou fingir que entendo o plano todo, mas entendi a ideia geral e está valendo. Para parar o Eli, eles precisavam montar um portal exatamente embaixo da caixa onde o Robbie estava preso, onde estava o plutônio e tal, precisavam também de um imã duplo que não era bem um imã, mas que seria anexado no centro do portal, antes deste ser aberto e o outro estaria preso no Eli e o puxaria para dentro do portal. Ai entram em ação as habilidades de todos, Fitz, Simmons e o Radcliffe na ciência por trás de tudo, enquanto a Aida construia o portal, Daisy para dar cobertura e para parar os terremotos que o Eli, sem perceber, causava cada vez que roubava energia/matéria de outra dimensão/lugar. Coulson para ser o chamariz, Yoyo para grudar o imã no Eli, colocar a arma na mão do Coulson e facilitar a briga, Mace, todo trabalhado no traje Inumano, May, Mack e Coulson para luta em si.

Mas foi tudo tão rápido e dramático que parece correr na velocidade da Yoyo, fiquei lá, pensando porque o Coulson estava com a mão estendida feito um bobo, até a Yoyo colocar a arma na mão dele e todo mundo começar a se quebrar de verdade. E a corrente que o Coulson trouxe e eu pensei que o Robbie usaria para queimar a alma do Eli, era, na verdade, para tirá-lo da caixa quando o Eli foi jogado lá pra dentro, e eu realmente acreditei que o Coulson o tiraria de lá, quando ele virou o Ghost Rider então, até comemorei, então ele virou para o Coulson, com mais expressão no olhar que muita gente por ai e soltou a corrente, no momento em que a tampa caiu, a caixa fechou e o plutônio fez tudo explodir. Instante também em que ele queimava o Eli e o portal se abria, o levando sabe-se lá pra onde. Nessa hora, no andar e baixo, Daisy caia pela intensidade do terremoto que estava contendo, enquanto capangas do Eli entravam e atiravam na direção dele e FitzSimmons, que foram protegidos pela Aida e em seguida atiraram em sincronia contra os homens. Que angustia ver o Robbie desaparecendo, que angustia ver a Aida se contorcendo em dor e a carinha da Jemma em não poder ajudar, afinal, ela não é uma pessoa de verdade. Achei cruel ela ser programada para sentir dor, o sangue de mentira é interessante para credibilidade, a dor foi meio macabro.

Finalizando, temos todo time juntinho novamente, com mais alguns membros anexados, acho que mesmo o Mace pode ser um tio distante nessa família, tudo tão bonitinho, a Daisy de volta e ainda fazendo referencia as histórias em quadrinho onde ela é diretora da S.H.I.E.L.D., May com um sorriso, Yoyo e Mack se acertando, FitzSimmons ilesos, Coulson bem, Aida e o Radcliffe vivos, tudo tão perfeitinho e feliz que nem parecia de verdade, então, é claro que alguma desgraça estava a caminho e veio na forma de Aida. Quando o Nathason abriu aquela porta e se assustou, achei que ele tinha encontrado o cérebro da Aida, ai ela quebrou o pescoço dele, gente assim, de salvadora a assassina, e quando retornou, ninguém mais, ninguém menos do que a May estava lá, presa dentro de uma daquelas salinhas acolchoadas. Vou deixar bem claro que isso ai não é justo, esperar semanas até a volta sem saber o que ela fez pra May ou por que. Já revi o episódio duas vezes e não consegui encontrar o momento em que a May deixou de ser a May e virou um robô, nem onde/como a Aida a pegou. E como a Simmons não notou que era a May falsa, ele nem bem botou os olhos na Aida e sabia que era um Androide, ou a Aida encontrou no livro uma forma de clonar pele humana?? Coulson precisa oferecer café pra ela, ou notar alguma mudança, isso é assustador. 

Agents of S.H.I.E.L.D. retorna dia 10 de Janeiro, mas a ABC irá liberar uma serie online protagonizada pela Yoyo, para suprir esse Hiatus. Não é Agent Carter, mas a Yoyo é legal também, a serie se passará entre o final da temporada passada e o começo dessa. Então, quem sabe, nos vejamos nas reviews de Slingshot (que é o codinome da Elena nos quadrinhos). Caso contrario, nos vemos no começo do ano. Bom Natal e Feliz Ano Novo a todos. *-*

Promo 4x9 e Slingshot

  



0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...