1 de mar de 2017

Review| Agents of S.H.I.E.L.D. - S04E14 - The Man Behind the Shield


"Você constrói coisas com a genialidade da sua mente e a bondade do seu coração, para ajudar as pessoas, não deixe o Radcliffe corromper isso."

Não sei vocês, mas eu não estava preparada para esse episódio, estava esperando uma luta descontrolada para salvar o Mace, perseguição, até uma nova tentativa de assassinar o Coulson, mas não estava preparada para esse final. De inicio, ao ver o Coulson e a Daisy lutando na simulação do Framework, já me deu um friozinho da barriga, algo não parecia correto, exceto o Mack sendo chato, isso já está virando rotina, mas, na sequencia já partiram atrás do diretor e as coisas ficaram um pouco doidas. Primeiro o traje do Mace estava no meio do nada, mas ele não, aquela parede com tudo ligado ao Coulson parecia a abertura de Desventuras em Série, depois temos a Aida e o Radcliffe, concordo com o Ivanov, o Radcliffe está passando tempo de mais na realidade alternativa, quando ele perceber a Aida já vai estar no controle total, ai quero só ver quem vai desligá-la. Antes de continuar, já vou me explicar, nunca fui fã do casal Philinda e, na minha opinião, essa história de que sempre se amaram não está sendo fácil de engolir. Amo a May e gosto do Coulson, sou mega fã deles como amigos, não entendo a necessidade de fazer deles um casalzinho agora, enfim, parece agradar a maioria, então, vida que segue, de qualquer modo, aquela sequencia de flashbacks só foi boa pra ver a May rindo, no mais, poderia ter sido substituída por uma luta mais detalhada entre a Daisy e o Ivanov.

Nos diversos flashbacks vemos uma May e o Coulson em 'inicio' de carreira, o que me soou estranho, porque me lembro de ver em algum lugar que o Coulson entrou pra S.H.I.E.L.D. ainda bem jovem. Nessas memórias vemos que eles se implicavam bastante e que o Coulson não era assim, tão persuasivo quanto atualmente e que a May não era muito cuidadosa, eles pareciam ter uma quedinha uma pelo outro e a May 'pagava' geral. Em resumo, mandaram o Coulson buscar um 084, ele chegou na mineradora russa sem saber muito russo, com uma autorização falsa e contando de mais com a sorte, não deu certo, a May chegou quebrando tudo para salvá-lo, eles discutiram, implicaram um com o outro, tinham uns equipamentos quase do tempo do Comando Selvagem, chegaram reforços russos, e é aqui que entra o Ivanov, a equipe dele foi enviada para pegar o mesmo 084, enquanto o Coulson tentava distrair os caras a May pegou o 084 e fugiu o deixando para trás. Ele foi pego, quase acreditou no que os russos diziam sobre a parceira dele o ter abandonado, até que a May chega para buscá-lo, brincando que só queria ver como ele se virava. Nessa hora ele diz que se não der certo com esse novo namorado que ela arranjou, eles poderiam tentar algo, então ela revela que esse namorado é o Andrew. Pois é, o Coulson está, supostamente esperando desde aquele tempo, ainda não engoli isso...

O Ivanov, desde aquela época, que não fica bem claro quando é, está planejando algo contra o Coulson, o ligando a cada evento alienígena ou fora do comum e o culpando pela chegada dos Inumanos, coisa que sabemos, não tem nada haver com ele, assim como tantos outros, Coulson foi apenas uma vitima. Assim, dizer que o Ivanov é o grande vilão da temporada não rola, quase não acreditei que ele fosse o líder dos Watchdogs, na verdade ainda não entendo o ódio dele pelos Inumanos, acho que é o mesmo que acontece contra todo tipo de preconceito, as pessoas são cruéis porque são, não precisam de um motivo de verdade. Pra mim foi tudo por vingança ao Coulson, o que não tornou as coisas menos interessantes, pelo contrário, enquanto o Ivanov quer vingança pelo passado, o Coulson está com sangue no zoio pela May e ainda levou a Daisy, que já perdeu colegas Inumanos de mais graças aos Watchdogs. É, parece que nosso amigo russo está em pequena desvantagem, ou não. 

Mais alguém o acha que o termo irritante deveria ter um novo sinônimo chamado Mack? Que cara chato, primeiro, temporadas atrás, culpou a Jemma pelo estado do Fitz, agora culpa o Fitz pelas loucuras do Radcliffe. Serio, já passou dos limites, o Mack nem mesmo tem moral par repreender qualquer um dos dois, a May teria, até a Bobbi poderia, se ainda estivesse lá, mas o Mack não, ele só sabe reclamar e se achar o certinho, menos colega, bem menos. Já no outro extremo temos a Jemma, essa menina é de ouro, parece que a capacidade dela em proteger e consolar o Fitz só aumenta. Que coisa mais linda o que ela disse pra ele, mostrando que se usam o que ele cria para o mal, não é culpa dele, ele não as projetou pra isso. Santos Dumont construiu o avião para divertir crianças e o usaram para arremessar bombas que mataram crianças. Espero que o Mack peça desculpas por isso. Bem, depois de descobrir que não poderiam rastrear o código do Framework pois ele estava em toda parte, encontraram o submarino do Ivanov, o problema, como bem explicou o Coulson, é que tudo poderia ser e provavelmente era, uma armadilha. Nessa hora o pobre Mace já havia apanhado mais que a vida. Tadinho, gritei tanto pra ele não sair pela porta, pra ele resistir, que orgulho ele leal à S.H.I.E.L.D. até o fim, achei um abuso todos aqueles caras batendo nele, em grupinho qualquer um é bom, queria ver irem um por um, malditos. Quero deixar registrado que a Aida me mais medo a cada episódio, ela pareceu sentir prazer ao ver o Mace naquele estado, está se tornando uma vilã a cada dia.

Dentro do complexo, onde o time esperava encontrar a May e Mace temos o encontro entre o Ivanov e o Coulson, deixando bem claro que o homem buscava vingança e no caminho resolveu odiar Inumanos também, depois de todo discurso dele, o que foi o Coulson dizendo que não fazia menor ideia de quem ele era. Adoro esse homem, e a entrada da Daisy, toda poderosa, pronta pra botar o chefe dos Watchdogs em seu devido lugar, como eu disse, poderia ser uma batalha mais detalhada, mas valeu cada segundo, afinal, como aluna da May, Daisy lutou de igual pra igual, usou os poderes aqui e ali, pra mostrar do que poderia vencê-lo com ou sem poderes. Logo em seguida o Mack encontra o Mace, em das únicas cenas legais com ele, e dá uma surra nos carinhas, o Coulson se encontra com eles e a gente pensa que tudo está indo bem. Só pensa né, a merda ainda estava por vir. Juro que achei que algo realmente ruim aconteceria com o Leo e a Jemma, ainda mais com a Aida vista no complexo e a Jemma saindo atrás dela, mas não, no final das contas eles só perderam a May, que nunca esteve no complexo, mas sim no submarino que a Jemma viu partindo. Ai eu me perguntei o que eram os tanques e aquele gás, mas né, poderia ser apenas cenário e o Coulson cancelando a busca pela May poderia ser ódio né. Não, não era.

Me senti muito reconfortada quando a Jemma questionou o Fitz sobre o tempo da missão, também achei tudo muito estranho, ai o computador começa a apitar e o sistema de 'detecção de robôs' é desativado, pelo Coulson, mas a Simmons tinha acesso ao relatório e ao motivo pelo qual ele havia desativado a detecção, nessa hora o queixo cai e desgraça, mais vez, paira sobre FitzSimmons, a porta foi desativada pois detectou 4 vidas artificiais, no exato momento em que Coulson, Mack, Mace e Daisy atravessam a porta. Eu sabia, tinha certeza que o Universo estava gentil com FitzSimmons nessa temporada, claro que alguma desgraça aconteceria, eu só não esperava que essa desgraça seria enfrentar a equipe em forma bô para não ser trocado e colocado eternamente em um mundo de faz de conta contra a própria vontade. Isso ai não tem como piorar, ainda mais porque o Coulsonbô já acordou a Maybô pra completar o time. A única vantagem que os dois tem é que os outros não sabem que eles sabem. Universo Marvel, permita que o LMD da Daisy não tenha poderes e que FitzSimmons saiam de lá bem, com vida e sendo de carne e osso.

Promo 4x15 - Self Control

 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...