30 de abr de 2017

Review| Agents of S.H.I.E.L.D. - S04E19 - All the Madame's Men



"My name is Phill Coulson, and I'm a S.H.I.E.L.D. agent."

Como podem ainda não ter renovado? Já disse e repito, renova ABC que já tá ficando feio. Isso deve ser coisa da Aida, usando algum tipo de mandinga do Darkhold pra retardar a renovação, porque maravilhosa desse jeito, a série deveria estar liderando a audiência. No mais, que lindeza de episódio, Daisy maravilhosa, May espetacular, Ward emocionando mais que votação final do The Voice Kids, Jemma e Tripp trabalhando juntos e aquele discurso maravilhoso do Coulson. Framework é, na minha opinião, o melhor arco da serie.

Nem vou falar muito do discurso manipulador do Baksh, embora seja nostálgico revê-lo, as cenas  seguintes quase apagaram sua volta, porque né, Daisy rompendo o casulo sob o olhar da May, voltando intacta e pronta pra lutar foi de tirar o fôlego, isso e a May sendo a May com aquele mortal incrível enquanto atirava em todo mundo. E, se só essas duas cenas já tiraram o fôlego em cinco minutos de episódio, vou admitir, ri igual uma maníaca quando a Daisy jogou a Aida pela janela. Quem mandou a androide complexada excluir a Daisy e a Jemma do grupinho. Brincadeiras a parte, ver a Daisy jogando a Aida/Ophelia pela janela foi épico.    

Já notaram que com exceção do pai da May e, pelos relatos, o pai da Simmons, os pais desse time ganhariam fácil o premio de pior pai do ano? Esse senhor Fitz dá angustia, ele tem um controle absurdo sobre o rapaz. Sobre o que disse review passada, de não ver como ele ter criado o Fitz poderia acabar com a equipe, agora eu vejo, ele tem todas as cordas do Fitz na mão, é só puxar como bem entender. Claro que isso não diminui a culpa do Fitz, ele gosta do que faz, ele sabe que machuca as pessoas, e ainda assim continua, mas esse pai dele é responsável por uns 40% da crueldade dele. Esperando o Universo conspirar mais um pouco contra FitzSimmons e ver o que vai dá o encontro dos dois, se ela não trazer o Fitz de volta, só uma tragédia traz, e isso seria bem doido de ver, então, melhor nem pensar nessa possibilidade. Mesmo com todo controle que o Sr. Fitz tem sobre o filho, nesse episódio, as coisas não foram tão boas, realmente achei que ele iria bater no Fitz quando o mesmo começou a quebrar as coisas e gritar que queria a Daisy, a May, a resistência mortas, a expressão do Fitz mostrou que o pai já havia feito isso antes. E, ainda teve o fato do Sr. Fitz perder a May e a Daisy, quase assustador ver o Fitz dizendo que não aceitaria falhas nem mesmo do próprio pai. Em contra parte, temos o Mack, que depois de entrar na resistência e com todo amor e carinho que tem a pequena Hope, até deixou de ser chato. Se não existir uma forma de levá-la pro mundo real, já vou deixar a caixa de lencinhos pronta, porque vou chorar horrores.

Outro que me fará chorar é o Ward, extremamente injusto mostrar o quanto ele poderia ter sido bom, o quanto aquele Ward querido da primeira temporada poderia ser real se outra pessoa o tivesse tirado da cadeia, e depois tirá-los de nós porque ele não passava de códigos e números. De qualquer forma, foi legal ver que, se a Victoria Hand o tivesse buscado no centro de detenção, a vida dele teria sido outra. O mesmo vale para o Coulson, ele teve a chance de entrar para S.H.I.E.L.D., ao não aceitar, parte do mundo, parte de tudo que ele ajudou a construir se foi. Ou seja, sabe aquela cena em que o Loki atravessa o coração dele com o cetro e a morte dele reúne os Vingadores? Pois é, nunca existiu, alias, a Simmons comenta sobre o desleixo do Framework com os fatos históricos, acho que os eventos dos filmes da Marvel nunca existiram lá. Se os fatos históricos seguirem a linha do programa do Baksh, eles com certeza são manipulados e fictícios, ô vontade de fazer como Ward e quase quebrar a televisão deles, se for pra ver esse tipo de noticiário, difamando grandes heróis e tratando vilãs como grandes líderes, é melhor nem vê TV mesmo. Pior foi o Fitz querer deixar o povo com medo depois da Daisy jogar a Ophelia pela janela, amigo, o povo já está com medo, o que ele fez ao divulgar os nomes e imagem da May e da Daisy, foi colocar pânico no povo, e funcionou.

Quase engraçadinho a May questionando como, no inferno, a Skye conseguiu treinar para usar os poderes. Pobre May, há tanto pra lembrar e tanto que precisará ser esquecido. Mesmo com todo sofrimento e fardo que carregam, Jemma e a Daisy, mesmo que a ultima tenha sido torturada, são as que sairão menos traumatizadas, por enquanto. Imagina a May, vai sair sabendo que fez a coisa certa com a menininha Inumana, mas que matou um amigo, o Mack não feriu ninguém, mas ele tem uma filha pequena, filha essa que está morta no mundo real, e o Fitz, bom, já está ruim o bastante e ele nem tentou matar a Simmons ainda, então sim, o menino está muito ferrado quando deixar o Framework. Amei a 'divisão' de equipes adotada no episódio, há tempos não víamos a May e a Daisy lutando juntas e as cenas foram ótimas, desde a saída da Hydra até a Daisy retirando a culpa da May sobre a morte do Mace. Achei que o Mack fosse atirar na May, gente que angustia sem sentido, claro que a Daisy e o Coulson não iriam deixar, afinal, como o Coulson bem disse, ele não sabe o por que, mas confia na May, então é melhor o Mack confiar também. Antes, porém, do Mack querer atirar na May, como é bom ver o Coulson reassumindo a liderança. Se o Patriota não está lá, Agent Phil Coulson está.

Enquanto a May e a Daisy lutavam para chegar vivas a Base da S.H.I.E.L.D., e o Coulson assumia a liderança pelas decisões complicadas, Simmons e Tripp partiam em busca da maquina criada pelo Doutor Fitz, maquina essa que a Ophelia priorizou acima de tudo e que só de botar os olhos na planta a Simmons já reconheceu e, ao ouvir o Trip falando de uma refinaria de petróleo, ligou a localização ao Ivanov. Juro que achei que eles abririam a porta e encontrariam a Maquina sendo construida e teriam que lutar contra o Ivanov e seria a maior confusão, tudo levou a crer que era que aconteceria, acontece que a Aida está criando a maquina no mundo real, ao que eu entendi, com um espelho no Framework ou algo assim. Como alguém disse episódios atrás, ela tem o Darkhold e tudo é possível. Achei tão amorzinho o Tripp acreditando na Simmons de primeira, quando ela disse que a maquina estava sendo construida ali, só que em outro mundo e que a Aida estava construindo um corpo humano, tão fofo ele dizendo: "Come on, girl" novamente. Ahh!! Vou sentir falta do Tripp também, e já que é pra sofrer mesmo, tragam a Bobbi e o Lance nem que seja pra uma ceninha na Season Final.

A Aida afirma que não pode machucar a equipe porque foi construida para protegê-los, mas ela manipula todos ali, pra que um mate o outro e ela sente prazer com isso. Céus, ainda bem que Bad Ward está morto, já imaginaram os dois agindo juntos e ainda tendo o Ivanov de Cão de Guarda? Seria mais feliz aceitar uma vida no Framework. Com a explicação da Simmons, começa a ficar mais claro porque a Ophelia queria o Fitz, não era atrás de amor que ela estava, era de alguém que construisse a Maquina pra ela, alguém que fizesse por ela o que o Fitz faz pela Simmons e, deixar a Jemma viva, atrapalharia tudo. Realmente preocupante o que o psicopata do Ivanov e a complexada da Aida farão quando estiverem livres pra matar o time. Preocupante também é o fato do Ivanov já saber que a Daisy e a Simmons de verdade estão em um Quinjet e que ele só está esperando que elas entrem na mira para abater a aeronave. Serio, esses dois me dão medo. Enquanto isso o pai do Fitz torna-se cada vez mais desprezível, levou um sabão do filhinho e foi lá descontar no Radcliffe, sim, eu lembro que desejei que ele pagasse, mas não sou assim e fiquei com muita pena do homem, o Fitz já matou a Agnes, eles já o torturam, não precisava daquele espancamento todo, ao menos o Fitz pai ouviu umas boas verdades do Radcliffe.

Conforme o Fitz terminava a maquina, a resistência firmava o começo de um grande ataque. Mesmo com a Daisy querendo sair logo do Framework, sem perder mais ninguém, como o Coulson bem afirmou, para se salvarem, eles precisam salvar o mundo das pessoas que os rodeiam, mesmo que eles sejam apenas dados. Assim começa um dos momentos mais emocionantes do episódio, a invasão da rede que transmite o programa do Baksh. Aqui tivemos dois momentos tocantes, a conversa sincera entre a Daisy e o Ward, que me fez desejar muito ter esse cara gentil e protetor de volta no mundo real, ele perguntando se quando a Daisy partisse ele teria a sua Skye de volta e ela dizendo que só se prendeu a algo depois de conhecê-lo, serio, shippei de volta, mais do que ela com o Lincoln. Fazer o que né, sou forte pra esse tipo de momento não. E, em seguida, o discurso do Coulson, que foi o motivo pelo qual invadiram o centro de transmissão. Impossível não sentir o coração acelerar e a emoção tomar conta, o discurso do Coulson foi tão cativante, tão cheio de significado ao falar da verdadeira face do Patriota, das mentiras da Hydra, da opção de levantar e lutar, que deu vontade de pegar meu distintivo de cientista da S.H.I.E.L.D e gritar que também sou uma Agente da S.H.I.E.L.D.. O melhor de tudo é que o resultado foi imediato, quando o Agente falou pro Ward que haviam pessoas lá e o Baksh deu aquele sorrisinho, então ele falou pro Ward que as pessoas estavam ali pra ajudar... terça já poderia ser Season Finale, porque o mundo está em colapso e os sentimentos estão desenfreados.

Como sempre há uma desgraça a mais, Fitz pedi a Ophelia pra que o leve com ela, o que não soa bem, porque não sei, mas não acho que podemos ter dois Fitz, e as opções são, matar o real e ficar com o do Framework, trocar a consciencia do real pela do Framework ou manter o real em coma e ficar com o do Framework. Sinceramente, as três são assustadoras. E ainda temos a ameaça do Ivanov, que já localizou o Quinjet com a Daisy e a Jemma e está pronto para derrubá-lo. Pois é, as coisas não serão fáceis, melhor já deixarem os Baymax de prontidão, porque mini ataques cardíacos estão programados para acontecerem em cascata. Mantenham-se fora do Framework e nos vemos no próximo episódio. 

Promo 4x19 - Fareweel, Cruel World   


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...