17 de mai de 2017

Review| Agents of S.H.I.E.L.D. - S04E21 - The Return


"Você acha que algum dia eles vão me perdoar [...]"
"Eles podem te perdoar. Sou eu quem eles não irão perdoar. Eles não deveriam." 

Agents of S.H.I.E.L.D. foi renovada!! Assim que se faz ABC! Mais alguém pulando de alegria com essa renovação? Vida longa a MAoS e seus Agentes. Se o coração acelera de alegria pela renovação, durante 'The Return' ele acelerou foi por tudo. Que episódio, que sequencia de episódios, desde 'Self Control' quando o Framework veio a tona ate aqui a serie manteve um ritmo impecável, não sei nem o que esperar da Season Final, só sei que promete ser destruidora. Antes de seguir para review em si, novamente venho elogiar a atuação da Elizabeth, Ian e da Mallory, que conseguiu passar cada novo sentimento da Ophelia/Aida com maestria.

Não sei como dizer isso, mas eu shippei o Coulson com a Maybô e não consigo shippar ele com a May de verdade. Sei lá, se acontecer vai ser bonitinho, mas gosto da amizade deles, se fosse minha escolha eu os manteria assim, melhores amigos. Coitadinhos, a May nem parando em pé estava e o maldito do Russo já estava lá tentando acabar com eles, judiação, a carinha dela ao enfrentar o primeiro androide da vida dela, já havia até esquecido que ela foi substituída tão cedo na temporada. Já disse o quanto amo o escudo do Coulson? Amo esse escudo, o Coulson cortando a cabeça robótica do Russo com ele foi ótimo. Pena que haviam dezenas de outros Russos esperando pra acabar com eles e pouca energia restante na May e no Coulson. O que foi o Coulson sem saber como contar pra May que a beijou, como não rir dela mandando ele fazer respiração boca-a-boca nela caso a epinefrina que ela queria usar falhasse e ele todo sem jeito, achando mais fácil dizer que ela tentou matá-lo do que admitir que a Maybô o beijou e ele retribuiu. De verdade, não achei que o Coulson fosse concordar em usar a epinefrina na May, é muito perigoso, ainda mais na situação em que estavam, mas olha, como eu estava com saudade de ver a May lutando como se não houvesse amanhã, até porque, se eles não lutassem não haveria. Já estava toda contente, achando que eles venceriam, quando o desgraçado do Russo liberou os misseis para destruir a base. Que isso colega, todo esse ódio vai acabar te fazendo perder a cabeça.

Pobre Coulson, confiante de que a equipe estava a caminho, enquanto a equipe em questão estava restes a ser explodida do céu. Que agonia quando os cabos que permitiriam que o Zephir voltasse a funcionar com força total não encaixavam, isso não se faz, a alegria da Piper ao acertar o avião que queria explodi-lo representou a todos, acho que reagi exatamente como ela. Ai sim, depois de evitar serem explodidos, era momento de salvar o restante da equipe, até porque a água já estava pra cima do peito do Mack e a May estava em péssimas condições. Contudo, antes do resgate, é preciso falar da Ophelia/Aida. Em momento algum me deixar enganar pelas emoções e voz fofinha dela com o Fitz, pra mim, o tempo todo foi manipulação, mas não sou insensível a ponto de dizer que não foi tocante a cena dela sentindo o mar nos pés pela primeira vez, talvez a atuação espetacular da Mallory tenha ajudado. Também não chamo de ingenuidade o fato dela ter acreditado que o Fitz iria continuar a amando no mundo real, acredito mais em presunção, levá-lo para decorar uma casa que era idêntica a que tinham no Framework, sem levar em conta tudo que ele estava sentindo, foi bem egocêntrico, mas não foi ruim, deu veracidade ao momento. Assim como as duvidas, os medos que ela estava experimentando pela primeira vez, toda aquela necessidade de ser aceita, de fazer a diferença. Quase não acreditei quando ela realmente foi atrás do Russo, pedindo pra ele deixar o Coulson e os outros em paz, eu jurava que era tudo pura manipulação e que ela só queria o Fitz mesmo. Como eu disse, em momento algum as ações dela me convenceram de que ela queria ser boa, ela só queria agradar o Fitz, ainda assim, não esperava que ela fosse ajudar com tanto afinco.

Gente, esse povo está praticando o desapego com muita facilidade. Como todos bem sabem, não vou muito com a cara do Mack, mas dai o povo todo gritando, tentando impedir a Yoyo de salva-lo, eles não são assim. Claro que era uma base que estava, ao mesmo tempo, sendo alagada e explodindo, Então sim, se eles todos descessem atras do Mack, que se recusou a deixar o Framework, morreriam de um jeito ou de outro. O que ninguém esperava, nem mesmo eu, foi aquele ato heroico da Ophelia, aparatando dentro do Zephir One com o Fitz e o Mack a tira colo. Melhor do que ver a sensação de alegria dela ao salvar alguém, foi ver a Simmons atirando nela sem pestanejar e depois, por precaução, atirando no Fiz. Foi com um Icer, o que não diminuiu o impacto do  momento. Todos a salvo, todos a bordo, era hora de voltar pra base. Que dó do Coulson e da May ao verem a destruição no lugar que eles chamaram de lar, mais dó ainda quando a May perguntou quem fez aquilo e a Daisy respondeu que havia sido ela mesma, mas para protegê-las dele, e a Simmons explica que o 'ele' era o Coulson. Com toda a loucura no Framework, quase esqueci o pesadelo que a Simmons e a Daisy passaram nas mãos dos Androides. Não tem como elencar quem sofreu mais e quem sofreu menos ali, todos estão mental e fisicamente machucados em algum ponto.

Estou imaginando como será o clima da Season Final, se o momento deles andando pela base já doeu o coração, imagina o que essa Final promete. Agora, o que foi a dose semanal de sofrimento FitzSimmons. Já está na hora do Universo conspirar a favor deles, pobre Jemma, com medo do Fitz estar na forma Doutor e ainda sentir algo pela Aida, porque apoio mais a teoria da Daisy, onde está o medo de ter o Doutor no mundo real, do que a da Yoyo, de que a Simmons só estava com medo que ele amasse outra mulher. Ela vendo o Fitz acordar e a Aida consola-lo, o desespero no semblante dele. Isso não vale produção, eu estava disposta e detestar o Fitz mais um pouquinho e ele começa a questionar como a Jemma ainda consegue olhar pra ele, querer ficar com ele, o quão doloroso tudo foi pra ela, mesmo com a Ophelia/Aida ali, ouvindo e concordando - o que, por um ínfimo instante, me fez pensar que ela aceitaria de boas a situação - ele, em momento algum demostrou algo além de culpa pelo que fez, responsabilidade pelos próprios e aquele amor inabalável pela Simmons. Foi aquele momento digno de choro e fofura, quebrado pela constatação de que a Ophelia não foi a escolhida. Se existe uma representação para ódio, ela se chama Aida/Ophelia, que mudança espetacular na expressão corporal e atitude, passando da doçura a vontade de matar em segundos. Sem duvidas a melhor vilã da serie, já está conseguindo superar o Ward, achei que ela iria bater no Fitz quando notou que estava presa. Já estava me desesperando quando a Simmons correu dizendo que precisavam ajudar o Fitz, só terminei de me desesperar ao ver o Talbot aparecendo e impedindo.

Sempre o Talbot acaba fazendo merda, é incrível, o cara conhece o time, conhece o histórico quase absurdo de cada um dos Agentes, viveu alguns desses momentos quase absurdos e ainda duvida deles. Se fosse só cercar a base em busca dos Androides, estaria mais que certo, agora, espalhar para o mundo que foram os próprios Agentes que sabotaram a base e colocar os sobreviventes como arquitetos do plano, é um pouco exagerado, entendo que as condições do corpo do Mace, quando ele o encontrou, foram assustadoras, o que não justifica acusar pessoas que já passaram o inferno e se mantiveram leais a S.H.I.E.L.D.. Por sorte, a equipe da Piper estava de prontidão e conseguiram tirar o Fitz da sala de contenção de Inumanos. Então, surpresa! Aparatar não é o único poder dela, ao que tudo indica, ela usou o poder de cada Inumano testado/morto no Framework em si própria, uma especie de Apocalipse em X-men Evolution. A desgraça acontecendo no andar de baixo e o Talbot mantendo todos sob a mira de armas. Desesperador ver o Fitz gritando que a Ophelia não poderia ser detida e ela completamente psicótica, andando atrás deles, usando habilidade atrás de habilidade para destroçar a equipe da Piper e os homens do Talbot.

Não sei que tipo de testes eram feitos com os Inumanos no Framework, mas o desespero do Fitz e a reação da May, quando o Fitz os cita, pedindo pra ela colocar o Zephir no ar, demonstram que não foram bons e não foram poucos. Que satisfação me deu ver a Daisy pedindo pro Talbot atirar neles que ela queria ver o que acontecia e ele recuando. E ai, para moer os caquinhos dos corações já destruídos dos fãs, aquele momento FitzSimmons. Os dois estão em tanta sintonia, que não precisaram de palavras, a aproximação cautelosa mas destemida da Simmons, enquanto o Fitz se recusava a encarar qualquer um, segurando o choro, seguido daquele abraço entre eles, culminando em ambos chorando, eles não julgaram um ao outro, não falaram nada, a simples presença de um, reconfortando o outro. Simplesmente perfeito. O que não foi perfeito foi a Yoyo. Adorei que ela jogou na cara da Daisy que o Mack estava em um vídeo game, que nada lá era real, que era só ela quebrar as pernas dele e mandá-lo de volta, mesmo com a Hope no Framework, ele não estava em condições de decidir. Agora, entrar no Framework, sem saber como sair, depois de ouvir todas as desgraças que acontecem lá, depois de ver o quão abalados todos estão, foi precipitado e quase ridículo. Ninguém disse que não tentaria trazê-lo de volta, é compreensível que se façam loucuras por amor, mas isso foi burrice. Agora ela está lá, amarrada, impotente e sem o Mack.

Por fim, a Aida voltou pra junto do Russo, que ainda não sei porque fez tantas cópias de si, o que é irritante, porém bem pensado, afinal, ele não revelou o plano dele totalmente e ainda leu o Darkhold. Aida está muito louca, e a ideia do Russo de ambos dominarem o mundo juntos, o transformando no Framework, é assustadora porque ela já mostrou que tem poder pra isso, e, com aquela frase de; "Seu plano tem apenas uma falha, ele é muito limpo, eu quero vê-los sofrer", ela já dá uma amostrinha da impiedade com que a Season final nos atacará. Como se isso não fosse o suficiente, adivinha quem voltou do inferno? Ele mesmo, Ghost Rider, sedento por vingança e pela alma da Aida. Por hoje é isso pessoal, não deixem de dividir conosco suas expectativas para Season Final e, mais uma vez, vida longa a Agents of S.H.I.E.L.D. *-*

Promo 4x22 - Word's End



0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...